domingo, 17 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeitura de Volta Redonda prepara escolas para a volta às aulas

Prefeitura de Volta Redonda prepara escolas para a volta às aulas

Matéria publicada em 26 de janeiro de 2017, 14:14 horas

 


Secretarias se unem para realizar manutenção e limpeza das unidades

limpeza volta as aulas

Creche Municipal Mahatma Ghandi, na Avenida Antônio de Almeida, no bairro Retiro recebeu o reparo da prefeitura
(Foto: Geraldo Gonçalves / Ascom)

Volta Redonda- A Prefeitura está preparando as unidades da rede pública de ensino para receber os alunos no dia 2 de fevereiro, data de retorno das aulas. A secretária municipal de Educação, Rita de Cássia Oliveira de Andrade, informou que já iniciou os preparativos para manutenção interna e que conta com a secretaria de Obras e Serviços Públicos na capina e limpeza na parte externa das escolas.

– As diretoras entraram em contato conosco e nos informaram suas necessidades. Vamos aos locais e avaliaremos se é necessária alguma obra emergencial ou intervenções simples – contou Rita, explicando que os pequenos reparos nas escolas são feitos por equipes da própria SME.

As obras maiores ficam a cargo da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos que, nesta semana, deu início a um mutirão de limpeza nas escolas. De acordo com o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Toninho Oreste, os serviços realizados na parte externa das unidades devem durar 20 dias.

– Iniciamos com uma equipe de 70 profissionais para capina, roçada e jardinagem. Vamos a todas as unidades escolares, tendo em vista que as aulas estão com a programação próxima para início. Estamos dando uma geral em todas as escolas, deixando-as em condições de uso – afirmou Toninho.

As primeiras unidades atendidas foram: escolas municipais Engenheiro Sérgio de Andrade Rocha (bairro Candelária), Espírito Santo (Santo Agostinho), Dr. Jiulio Caruso (Eucaliptal), Waldir de Souza Telles (Conjunto Habitacional Vila Rica), Professora Juracy V. A. Gama (Água Limpa), Prof.º Luiz Cantanhede de C. Almeida (Brasilândia); o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Recanto Infantil, no bairro Retiro; a Creche Municipal Madre Tereza de Calcutá, no Volta Grande, e a Creche Municipal Mahatma Ghandi, na Avenida Antônio de Almeida, no bairro Retiro.

No total, a rede pública de ensino de Volta Redonda conta com 96 escolas (entre creches, centros de educação infantil e escolas de Ensino Fundamental) da Secretaria Municipal de Educação (SME), e 5 unidades da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), que atendem alunos do Ensino Médio e do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Projeto Saúde na Escola ajuda no combate à dengue

Além da manutenção das estruturas físicas das unidades escolares, a prefeitura capacita, através do projeto Saúde na Escola – uma parceria entre os ministérios da Saúde e da Educação, os profissionais da rede pública municipal para ajudar no combate a possíveis focos do Aedes aegypti – transmissor da dengue, Chikungunya e do vírus Zika.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Ambiental de Volta Redonda – órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Janaína Soledad, todo início de ano letivo é realizada uma reunião para orientar os professores e diretores sobre a importância da participação deles.

– A ideia é que eles próprios realizem, uma vez por semana, a vistoria nas escolas. Esse é o objetivo da campanha 10 Minutos Salvam Vidas, que pretende inserir no cotidiano das pessoas a vistoria semanal para evitar a proliferação do Aedes aegypti – explicou Janaína.

A coordenadora do ‘Saúde na Escola’, Marciléa Dias de Sá, acrescentou que o projeto inclui também os alunos nessa vistoria, por meio do programa de Educação Ambiental.

– O programa norteia as pequenas ações que são realizadas nas escolas, como o Combatente Mirim, que é uma versão do ‘10 Minutos Salvam Vidas’, aplicada na unidade escolar. As reuniões entre gerentes de unidades de Saúde e direções escolares acontecem, normalmente, na segunda quinzena de fevereiro – disse  a coordenadora.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar
    PLATÃO, O FILÓSOFO

    Ok, a limpeza, com certeza é importante e não se discurte; contudo, a carência de professor no segundo seguimento do fundamental é imensa…

  2. Avatar
    Morador do vila rica tres poços

    Quero saber cade as creches em tempo integral essa foi a proposta de campanha do prefeito agora não falou mas no assunto..cade samuca ???

  3. Avatar

    TOMARA Q A ESCOLA WILTON ROCHA, NO BAIRRO S JOAO BATISTA ANTIGO AMAPÁ,POSSA ESTA PREPARADA PARA RECEBER SEUS ALUNO,PRINCIPALMENTE A ACESSIBILIDADE

  4. Avatar

    espero que venha fazer manutenção JARDIM DE INFANCIA CIRANDINHA VILA BRASILIA tem uma area precaria briniquedos antigos que as crianças se machuca inves de brincar estamos de olho nos pais….

  5. Avatar
    morador Siderlândia

    Vamos parabenizar o Vereador Luciano Mineirinho pela qual foi até o Prefeito Samuca fazer o pedido após ter sinalizado as situações precárias nas escolas !!!!!!!!!!!

    • Avatar

      O que o vereador fez é trabalho do presidente de associação de moradores, dos secretários e do prefeito.

      Vereador tem apenas 2 obrigações que são CRIAR/RENOVAR leis e FISCALIZAR O PREFEITO no cumprimento das leis.

      Se o vereador está nas ruas e faz o trabalho dos outros, não sobrará tempo para fiscalizar o prefeito e nem terá moral para isso.

      Lembrando que na CMVR temos:

      – 3 contas públicas recusadas pelo TCE para serem analisadas;
      – Até ontem não foi publicada a Lei Orçamentária Anual de 2017;
      – Até ontem não tinha um site funcionando em plena era da internet e redes sociais – talvez a única CASA DO POVO que não é transparente entre outras 5560 câmaras por este país afora;
      – Não sabemos qual será a pauta da próxima sessão na CASA DO POVO;
      – Não sabemos como e não podemos acessar pela internet uma lei sequer;
      – E muitas outras obrigações dos vereadores de Volta Redonda.

  6. Avatar

    Capina de rotina virou notícia…..Tá brabo. Buracada sem fim naa ruas e bairros. Posto sem médico. Falta até papel higiênico nos hospitais. Remedio na farmácia popular é sonho. Vamos gente.

Untitled Document