sábado, 15 de maio de 2021 - 20:36 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeitura diz em nota que perda de prazo da segunda dose não afeta eficácia da CoronaVac

Prefeitura diz em nota que perda de prazo da segunda dose não afeta eficácia da CoronaVac

Matéria publicada em 21 de abril de 2021, 12:04 horas

 


Nota diz que atraso se deve a demora na chegada de insumos para produção nacional do imunizante

Volta Redonda – A Secretaria Municipal de Saúde, emitiu nota endereçada a população vacinada com a primeira dose da CoronaVac, que aguarda o complemento da vacina.  No informe, a SMS afirma que”não há risco de perda dos efeitos da primeira dose e que tão logo novas remessas de CoronaVac cheguem a Volta Redonda, todo seu estoque será disponibilizado para completar as segundas doses”. A base para essa afirmação está na Nota Técnica da Secretaria Municipal de Saúde, anexa ao material enviado pela Prefeitura de Volta Redonda, que afirma que a página 100 do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid19, 5ª Edição, publicado em 21 de março de 2021 diz: “Destacase que, em caso de alguma ocorrência que impeça o indivíduo de retornar no prazo determinado, é possível tomar a 2ª dose para completar o esquema preconizado”(pg. 100).

Assim, a Secretaria Municipal de Saúde baseou sua afirmação no fato de o Ministério da Saúde dizer que é possível tomar a segunda dose da Coronavac depois do prazo de vinte e oito dias.

A nota explica que “esse público (que tomou a primeira dose) deve ficar tranquilo e que o fim do prazo constante no cartão de vacinação não traz risco de perda dos efeitos da primeira dose em relação à segunda”.

A nota segue afirmando que “o prazo estipulado inicialmente para segunda dose previa condições que não se confirmaram da produção das vacinas no Brasil”. O informe esclarece que “houve atraso na chegada de insumos vindos do exterior e, por consequência, atraso também na produção das vacinas em território brasileiro. Ainda dentro deste efeito cascata, os municípios acabaram em grande parte desabastecidos”.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

12 comentários

  1. Avatar

    Neto já deu mostras de insensatez quando falou numa entrevista em programa de rádio que não negaria vacina a pessoas de outras cidades, pois o SUS é universal, ao ser indagado sobre pessoas da Califórnia, Pinheiral e Barra Mansa que estavam se vacinando nos postos daqui… Ele se esqueceu que estamos falando de vacinas, não de atendimento nos hospitais. Cada cidade recebe proporcional sua população, então se Neto vacina gente de fora aqui, falta aqui, sobra lá e os prefeitos vizinhos tiram um sarro com ele…

  2. Avatar

    Amadorismo e incompetência na gestão da vacinação, só isso. Eu já sabia que Neto não seria grande coisa, mas não imaginava que seria tão ruim quanto vem sendo…

  3. Avatar

    Deixem de lorota e cumpram o protocolo.
    O prefeito embora não esteja na faixa já deve ter tomado as duas doses.

  4. Avatar

    Esta nota de secretaria de saúde é ridícula. A comunidade científica recomenda a segunda dose até 28 dias pra garantir a eficácia . Aí querem encobrir a má gestão ao não reservarem a segunda dose, com uma nota ridícula dessa. Decepcionado combo despreparado e com a falta de organização da prefeitura de volta redonda.

  5. Avatar

    Mentira, não tem estudo nenhum falando q pode passar do.prazo, não vi reportagem nenhuma sobre isso, agora por causa dessa incompetência da área de saúde de Volta Redonda vieram com essa. Acha q o povo é trouxa vem com essas lorotas pra cima da gente. Foi incompetente sim, foi irresponsável sim.

  6. Avatar

    Perda de prazo afeta a eficácia do medicamento, sim!!!

  7. Avatar

    Quando que o MP vai investigar esse caso das vacinas em VR? As vacinas estão sendo desviadas.

  8. Avatar

    Vamos deixar de lorotas!!!!

    Eu estava agendada para semana passada assim como outras várias pessoas que conheço.
    Transferiram para esta semana.
    Chegamos ao Posto e recebemos “NÃO TEM VACINA “ – como é que se adiantaram a continuar no resto do dia aplicando a primeira dose e dizendo aos idosos NÃO.
    Que cinismo !!!

    • Avatar

      Sua vacina foi para um morador de outra cidade ou para um veterinário.

    • Avatar

      Ontem vacinaram milhares na ilha.

      Tinham que ter dado prioridade para a segunda dose ao invés de descer a idade do público alvo.

      Falta orientação, organização e gestão.

  9. Avatar

    Segundo o Instituto, o estudo clínico da vacina foi projetado para avaliar a eficácia do produto com duas aplicações num intervalo de 14 a 28 dias, e não é possível tirar conclusão sobre a resposta imune de pacientes que passem um período muito mais longo entre as duas doses.

    A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), afirmou também que não recomenda a prática do adiamento da segunda dose da CoronaVac. A eficácia geral da vacina contra adoecimento foi de 50,4% e a proteção contra casos graves foi de 78%. Esses percentuais, porém, só valem dentro do regime de duas doses.

    “Não há dados científicos que sustentem uma decisão de dar a segunda dose da CoronaVac num intervalo diferente daquele entre duas e quatro semanas”, disse o diretor da entidade, Renato Kfouri,

    O que me dizem desse estudo que foi realizado?????

  10. Avatar

    Secretária de saúde incompetente. Acostumada com Piraí, cidade de população pequena, não tem capacidade de gerir uma cidade maior. Tinham avisado que as segundas doses estavam reservadas e garantidas, sabemos que mentiram. Agora ficam contando com o ovo na galinha e nao tem vacina. Volte pra Piraí, secretária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document