sexta-feira, 14 de maio de 2021 - 03:38 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Prefeitura e academias arrecadam alimentos para doações

Prefeitura e academias arrecadam alimentos para doações

Matéria publicada em 12 de abril de 2021, 11:01 horas

 


Volta Redonda – A Secretaria Municipal de Ação Social (SMAC), em parceria com academias do Sul Fluminense, está apoiando uma campanha solidária para arrecadar alimentos não perecíveis. As arrecadações serão doadas às entidades e famílias carentes do município.
A ação conta com 70 academias, sendo que 50 delas estão em Volta Redonda. Segundo o secretário Municipal de Ação Social, Munir Francisco, a ideia é arrecadar alimentos e doar para as entidades e famílias que estão em situação delicada nesta época de pandemia.
“Nesse momento de dificuldade, devido à pandemia da Covid-19, precisamos de iniciativas como essa para ajudar a população carente da nossa cidade. Vamos aguardar o final da campanha para ver a quantidade de alimentos que serão arrecadados, para então escolher o destino desses alimentos”, disse o secretário.
O idealizador do projeto é o professor e dono do Studio Espaço Belonia Consultoria Esportiva, Edilson Belonia Júnior. Ele explica que as doações podem ser feitas até o dia 30 de abril e os alunos que participarem da iniciativa ganharão descontos especiais nas mensalidades.
“O projeto foi criado dentro do grupo de academias da região em uma construção coletiva. E nesse momento tão difícil decidimos ajudar, não somente com os benefícios da atividade física, mas também com ações que impactam imediatamente as pessoas que estão passando alguma necessidade”, disse Júnior.
Ele conta que a parceria com a Prefeitura de Volta Redonda e o apoio do vereador Fábio Buchecha, foi essencial para que o projeto realmente beneficiasse as pessoas que estão precisando de ajuda nesse momento.
“Tínhamos dificuldade em escolher as entidades que seriam favorecidas, por isso recorremos a SMAC para nos ajudar. Imediatamente após apresentar o nosso projeto fomos acolhidos pela direção da secretaria que está nos auxiliando na divulgação da campanha, na escolha dos beneficiados e na logística de distribuição”.
Carlos Roberto Ramos foi um dos alunos que participou da iniciativa e ganhou um mês de treinamento gratuito por ter doado 10 quilos de alimentos não perecíveis.
“Há pouco tempo era eu quem estava precisando de ajuda. Passei um período desempregado e agora estou colocando minha vida em dia. Então resolvi dar a mesma ajuda que recebi quando precisei. É um momento difícil e que precisa da união de todos”, disse o aluno.

Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document