quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Profissionais da Saúde finalizam curso de estudo de plantas medicinais

Profissionais da Saúde finalizam curso de estudo de plantas medicinais

Matéria publicada em 17 de março de 2017, 20:40 horas

 


Objetivo da capacitação é introduzir o tratamento fitoterápico nas UBSF de Volta Redonda

Capacitados: Profissionais finalizaram curso ontem; ao final do curso os participantes receberam mudas de plantas medicinais (Foto: Ascom VR)

Capacitados: Profissionais finalizaram curso ontem; ao final do curso os participantes receberam mudas de plantas medicinais (Foto: Ascom VR)

Volta Redonda – Terminou nesta sexta-feira (17), o último módulo do curso de Introdução ao Estudo de Plantas Medicinais e Fitoterápicas, promovido pela secretaria de Saúde de Volta Redonda. Participaram do curso, que começou em janeiro, os profissionais da rede municipal de Saúde. O objetivo foi introduzir o tratamento fitoterápico nas UBSF (Unidades Básicas de Saúde da Família).

– O que nós proporcionamos aos participantes deste curso foi explicar e detalhar quais as ferramentas necessárias para difundir e propagar o conhecimento e aplicação de plantas medicinais e fitoterápicas no dia a dia das pessoas – disse a gerente de fitoterápicos e doutoranda em ciências famacêuticas da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Leide Ferreira.

Ao final do curso os participantes receberam mudas de plantas medicinais.

– Nós temos uma parceria com o IFRJ (Instituto Federal do Rio de Janeiro), campus de Pinheiral, e lá nós temos um projeto de plantas medicinais – disse a coordenadora da área técnica de Práticas Integrativas da secretaria municipal de Saúde, Fabíola Angelita Martins.

A secretária municipal de Saúde, Márcia Cury, participou do encerramento.

– Nós convidamos a gerente de fitoterápicos da UFRJ, Leide Ferreira, para realizar esse último módulo, pois acreditamos que para garantir a qualidade da saúde precisamos também estar atualizados e capacitados em novas iniciativas como esta – disse Márcia Cury.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Parabéns!!!D.Fabíola pelo empenho sempre buscando alternativa,para este desafio principalmente quando fala Saúde Alternativa.
    Em 2011 Fizemos juntos uma lei Municipal 4.832 Institui a Política Municipal de Práticas Integrativas e Complementares no Município Volta Redonda RJ.
    Autor.Marco Antonio da Cunha(Marquinho motorista).

  2. Avatar

    Será que estudaram também a cannabis Sativa?
    E a folha de coca?
    pois elas também produzem uma gama de bases para medicamentos.
    Isso já tem a muitos anos, Bio-medicina.
    minha vó poderia ser uma grande palestrante e ensinar varias técnicas de medicina com plantas, ela sabe fazer vários xaropes, kkk.

  3. Avatar

    Muito bom este curso , porque da forma como este governo está trabalhando deixando
    Faltar medicamentos nos postos HMR, HSJB , em breve teremos que partir para as plantas ,
    E em breve estaremos plantando ervas medicinais nas unidades de saúde.

Untitled Document