quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - 01:33 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Protesto contra ocupação do Manuel Marinho provoca tensão em Volta Redonda

Protesto contra ocupação do Manuel Marinho provoca tensão em Volta Redonda

Matéria publicada em 5 de maio de 2016, 18:42 horas

 


pROTESTO DE Ocupacao no Manuel Marinho-m p. dimas (39)

Conflito: com troca de palavras de ordem, contrários à ocupação do Manuel Marinho protestaram em frente à escola.
(Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – Contrários à ocupação do Instituto de Educação Professor Manuel Marinho (IEPMM), em Volta Redonda, manifestaram na tarde desta quinta-feira (5) em frente à escola, após passeata pela Vila Santa Cecília. Com cartazes e gritos de “queremos estudar, desocupa já”, o objetivo do movimento, segundo pais, alunos e professores não grevistas, era comunicar à população que a ocupação não é legítima, na visão dos manifestantes.

Os estudantes ocupantes se mantiveram dentro da escola, mas também se manifestaram, ressaltando a legitimação das pautas da ocupação. O  Sepe (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação) de Volta Redonda esteve presente para apoiar e evitar qualquer conflito. Durante o protesto em frente ao IEPMM, o trânsito foi congestionado e a Guarda Municipal precisou intervir.

O protesto de “Desocupa Já” foi organizado por pais de alunos contrários à paralisação das aulas que dura há quase 20 dias. Eles ressaltaram que para eles, as pautas de reivindicação são “subjetivas e não correspondem com a educação”. A mobilização foi marcada na última segunda-feira (2), quando contrários à ocupação foram impedidos de entrar na escola, porque segundo os ocupantes, pais e alunos chegaram de forma agressiva ao local.

– Sou contra a ocupação. Entendemos a posição dos professores que estão em greve, mas a ocupação dos alunos não se justifica, porque as pautas deles são muito subjetivas. O que eles querem com “investimento em tecnologia”?! Não cabe à direção de uma escola resolver problemas que são do governo – avaliou o representante comercial Flávio Ramos, pai de aluno do 3º ano.

A reunião dos manifestantes foi realizada na Praça Brasil e eles seguiram pela Rua 12, em frente ao Sider Shopping, entregando à população uma carta aberta e passaram pela Rua 16, com gritos de “Ocupação não adianta, educação é que começa a mudança”. O grupo fiz retorno pela Rua 33 e foram para a frente do Manuel Marinho. Tanto os contrários à ocupação quanto os ocupantes gritaram palavras de ordem, mas não houve agressão física.

PROTESTO DE Ocupacao no Manuel Marinho-m p. dimas (61)

Manifestantes percorreram a Vila Santa Cecília com palavras de ordem: “Queremos estudar, desocupa já”.
(Foto: Paulo Dimas)

Foi proposto que comissões de alunos favoráveis à ocupação e outra contra fossem formadas para que eles debatessem, reforçando que o movimento é dos estudantes e não deve ser orquestrado por demais envolvidos. No entanto, para que não houvesse maiores conflitos, os pais que estavam manifestando preferiram que essa conversa seja realizada em outro momento em um local neutro.  “Ficamos com medo de um embate, e estamos aqui para uma manifestação pacífica”, disse Luciana da Silva.

A direção do Sepe acredita que a Direção Regional do Médio Paraíba da Seeduc (Secretaria de Estado de Educação) está por trás da manifestação e que ser contra a ocupação é defender o sucateamento da educação estadual.

– Existem várias denuncias dos alunos que estão encontrando livros lacrados, computadores parados e uniformes que deveriam ser entregues e são até vendidos. Os alunos não têm segurança, um professor estava como porteiro, porque não pagam os funcionários –  disse Adriana de Vasconcelos, representante do Sepe-VR.

PROTESTO DE Ocupacao no Manuel Marinho-m p. dimas (45)

Ocupantes permaneceram dentro da escola e membros do Sepe estiveram no local para evitar confusões.
(Foto: Paulo Dimas)

Na carta assinada por profissionais, pais de alunos e estudantes do IEPMM, contra a ocupação, eles indagam o conceito de democracia defendido pelos ocupantes, “uma vez que direitos estão sendo desrespeitados, pessoas estão sendo impedidas de trabalhar e de estudar por outras que alegam estar lutando pela melhoria da educação. Queremos nosso direito de ir e vir, que é garantido pela Constituição Federal”, diz a carta.

Uma das reivindicações da ocupação é uma direção mais transparente, pois os estudantes destacam que não há diálogo com a diretoria da escola. Durante o protesto, eles também entregaram uma carta à população, destacando os motivos que os levaram a ocupar, com a lista das quase 70 escolas ocupadas em todo estado do Rio.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

45 comentários

  1. A briga dos remelentos que invadiram a escola é porque o governo nao é do PT. Só isso! se fosse governo ptralha eles estariam quietinhos. Tipico de esquerdistas que usam esses moleques tapados como bucha de canhão. Depois que desocupar, precisam DEMITIR TODOS OS FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS E COBRAR OS CUSTOS DO DA DA UFF QUE DEVE SER O MENTOR DESSA OCUPAÇÃO!!!

  2. Até concordaria em certo ponto, Mais acho que essa ocupaçao acabou virando um circo, Foi vendo malhaçao que chegaram a essa conclusao ?
    Outra, Igual eu vendo facebook ,bateçao de bocas ,uns querendo estudar ,outros fingindo ,e alguns querendo melhoria… Acha que” Protestar ou ocupar “é apenas ficar na escola esperanndo uma resposta ?
    Buscar seus direitos requer Andar e principalmente correr atras dos seus Objetivos , Nao vi Ninguem na frente da Prefeitura! Pra ver ae chega depois ao estado .Pois o colegio é estadual se eu nao me engano! neh?
    Precisam Rever o conceito entre uma melhoria, Pois a o lado de outros alunos ,os que nao querem reprovar um ano , pelo fato de aparecer!!!
    Nao é chamando um programa de TV que vai fazer o trabalho de voces!!!

    O colegio esta entre um dos melhores do estado !
    Voces acham que vale mesmo a pena ,manchar o nome da escola desta forma ,e ainda prejudicar a maioria dos alunos por conta disso?
    O que aconteceu com o Dialogo??

  3. retirou em sao paulo porque nao aki

  4. pezao socorro olhai por nos. tou indiguinado

  5. cade o governo do estado que nao toma uma atitude

  6. aiiiiiiiiiiiii que saudades dos mitares

  7. Emissário do Mestre

    Muita liberdade e pouca responsabilidade, sacanagem é a transferência da responsabilidade da desocupação que é do estado via polícia militar para os pais e alunos, esse movimento de ocupação é político e usa da educação como plataforma para seus devaneios. Daqui a 9 meses nascerão os filhos da ocupação!!!

  8. Coisas que eu gostaria muito de saber:
    1. Quantos dos que participam da ocupação são realmente alunos da instituição.
    2. Queria muito ver o boletim desses alunos (Deve ter só aluno nota 10 realmente engajados para melhorarem a educação).
    3. Já houve alguma votação para determinar alguma coisa?
    4. Porque na página deles não se vê sequer uma foto, vídeo ou relato de problemas da escola? Somente palestras e ‘rodas’ sobe homofobia, feminismo, debate racial e mais-valia de Marx?

    Será que somente eu percebi que não se trata de um movimento legítimo e democrático que não está empenhado em melhorar a educação? Será que somente eu que percebi que são um bando de garotos brincando de revolucionários sendo influenciados por professores que idolatram Che Guevara?

    • Não teve nenhum tipo de votação. Eles entraram lá e pronto.

    • Concordo plenamente com vc, Paulo.
      É um bando de desocupado sendo usado como massa de manobra política.

    • Bando de alunos bobões sendo influenciados pro professores socialistas do PSOL e dizem que tem militantes do PSTU no meio.

      Veja o perfil de um dos principais ocupantes no FACE (ele é de Pinheiral e foi abordado pela PM) verá qual o professor do Rio liderando eles.

  9. Lendo os comentários e as informações da matéria dá pra entender como chegamos ao nível atual de educação.

    Inicialmente eu era contra as ocupações porém depois, pensando melhor, entendi que se tudo continuar na mesma (com todos reclamando em casa, quietos, engolindo o que vem das televisões) tudo vai sempre ser igual.

    Ocupar não é necessariamente a solução, porém alguém tem que fazer algo pra chamar a atenção da população e o Sepe já se mostrou incapaz de lutar por melhorias (assim como todo sindicato).

    O povo brasileiro tem que aprender a lutar mais e reclamar menos, em casa, de frente à TV, não se pressiona os políticos. Reclamar na internet também não. Se não fizer algo diferente tudo vai sempre ser igual.

    • Até concordaria em certo ponto, Mais acho que essa ocupaçao acabou virando um circo, Foi vendo malhaçao que chegaram a essa conclusao ?
      Outra, Igual eu vendo facebook ,bateçao de bocas ,uns querendo estudar ,outros fingindo ,e alguns querendo melhoria… Acha que” Protestar ou ocupar “é apenas ficar na escola esperanndo uma resposta ?
      Buscar seus direitos requer Andar e principalmente correr atras dos seus Objetivos , Nao vi Ninguem na frente da Prefeitura! Pra ver ae chega depois ao estado .Pois o colegio é estadual se eu nao me engano! neh? Vi qie tambem , 60% dos “preocupados ” nao sao estudantes do Colegio…
      Precisam Rever o conceito entre uma melhoria, Pois a o lado de outros alunos ,os que nao querem reprovar um ano , pelo fato de aparecer!!!
      Nao é chamando um programa de TV que vai fazer o trabalho de voces!!!

    • E o que vc, seu babaca de [email protected] tá fazendo aqui?? Vai lá ocupar a escola e atrapalhar quem quer trabalhar e estudar! Otário!

    • Fora comunistas!

      Em 02/10/16 vamos mandar para casa todos os vermelhos comunistas com ninguém votando em partidários e partidos que tem vermelho na bandeira, incluindo os partidos aliados.

      Em 2014 VR votou em peso na Marina e a Dilma ficou em 3 lugar. Desta vez mudaremos por completo.

  10. A escola pública está ruim porque ninguém briga por ela, os pais e responsáveis querem colocar seus filhos delas pensando que é deposito de gente e que os professores tem que dar educação para seus filhos, cada vez mais temos professores largando a profissão se os alunos querem realmente estudar porque não respeitam os professores? Trabalhar sem salário não é trabalho escravo? Muitos profissionais estão com salários atrasados e não são só os professores, mais porteiros, faxineiros, cozinheiros… É triste mais estão acabando com o restinho que existia da educação estadual no Rio de Janeiro. Sem apoio da sociedade iremos continuar formando analfabetos funcionais.

  11. MÃE DE ALUNO DESESPERADA

    ja não sei mais o que fazer! estou desesperada! minha filha assim como tantos outros alunos vão fazer o enem este ano e não estão conseguindo se preparar.As pessoas que estão ocupando a escola só estão querendo baderna,estão se lixando pro estudo. Só não entendo como um grupo tão pequeno não pode ser contido quando praticamente a escola toda quer estudar. O que vai ser preciso fazer pra isso acontecer? DESOCUPA JÁ!

  12. gente a que ponto chegou nosso pais e um absurdo o que esta acontecendo e o pior de tudo e que as autoridades nao tomam as devidas providencias,que pais e esse pra quem vamos apelar.sera que tem que morrer alguen para que se tomen as devidas providencias, os professores que estao de greve e que estao participando desse movimento devem avaliar o mal que estao fazendo aos alunos que podem perder o ano letivo.nao sou contra a greve mais que se respeite os direitos dos que nao querem participar.99 por centos dos professores da rede municipal e estadual tem seus filhos estudando na rede privada emtao se deduz que os maiores projudicados sarao os alunos que os pais nao podem pagar uma escola particular para seus filhos,isso e uma corvadia dos professores que estao apoiando esse movimento,das autoridas desse pais que nao tomam uma providencia no final das contas quem vai pagar sao nossos filhos.QUE PAIS E ESSE

  13. Policia tem que entrar no local, com toda a educação, tirar um por um ! Acompanhou um “aluno” até a rua, tranca o portão ! Vai lá dentro, pega outro e faz a mesma coisa, até acabar ! Depois, PM protegendo o patrimônio do estado e garantindo as aulas ! Simples assim ! Baderna !!

  14. A Baderna de ocupação de São Paulo está acabando nesse exato momento,agora cabe a nossa polícia tomar a mesma providência aqui também.Com certeza nossos alunos voltam a estudar na segunda – feira.

  15. Tendencioso, porque parece que tinham apenas pais de alunos. A quantidade de alunos no movimento desocupa era muito maior que a de alunos na ocupação ( orquestrada por alunosda UFF, professores e partidos polícia). A pauta NÃO FAZ SENTIDO algum, isso é coisa de quem quer aparecer e viu muita Malhação. Não houve desvio de verba de merenda, nem fechamento da escola [pelo contrário, haverá se não desocuparem]. Isso é antidemocrático, imaturo e absurdo.

  16. O Manoel Marinho já atingiu as metas da SEEDUC prevista para 2020!!!!

    A pauta de reivindicações contém itens que não cabe a direção da escola resolver, como passe livre irrestrito e mais investimentos em tecnologia!

    Mais de 1000 alunos prejudicados por 20

    80 professores não aderiram a greve dos 120 da escola

    ABSURDO! ABSURDO! ABSURDO!

  17. Quero ressaltar que são os sujos falando dos maus lavados. Os sindicatos recebem bastante verba. Mas não querem fazer seu papel de lutar com sua classe de forma inteligente. Igual o governo agem na força sem debate político. Volto a dizer. Tenho certeza das mazelas do Estado e certamente de aplicações não adequadas, mas porque num estado democrático os sindicatos não perceberam isto. Eles tem economistas e advogados acompanhando isto sistematicamente. Estará o caldo entornar para fazer movimento político. Este governo é nojento, mas a ocupação que prejudica os alunos é o que?

  18. A ocupação é mais covardia contra o estudante. De fato o gasto público é péssimo e prejudica a educação. Mas deixa-los sem aula os ajuda em que? A liberdade e o poder passam pela educação! Os alunos que vão prestar vestibular contra aunos de escola particular já foram
    afetados e perderam este ano. Quanto aos sindicatos porque não acompanharam nos últimos anos com economistas competentes e bons advogados a execução do orçamento do estado? Os dados são públicos. Como os sindicatos aplicam suas gordas verbas para nós representar?

  19. Depois de todas as falas, queria saber só de uma coisa, onde estão os pais desses alunos que estão ocupando as escolas? Eu não deixaria nunca meus filhos fazerem uma coisa dessas, pois acho que protestar é uma coisa invadir é outra

    • Se olhar o perfil de um dos principais ocupantes do MM no FACE saberá. A princípio é um baladeiro de primeira. O que doi é saber que algumas professoras ainda diz que ele é bom e excelente aluno.

  20. Alguns pontos disso tudo:
    1 – Uma liminar impede que o Estado consiga reintegração de posse;
    2 – A Educação vem sendo sucateada, teve vários cortes de merenda, manutenção e funcionários nos últimos anos;
    3 – Existem escolas que os banheiros estão interditados sem condições de uso e vestiários;
    4 – Falta material básico em algumas escolas devido a tanto corte de verbas para manter a mesma.

  21. Tem que juntar país, alunos, professores e funcionários contra esse absurdo de ocupação e entrar na escola e solicitar auxílio da polícia encaminhando todos a delícia.

    Tem que dá um basta a essa invés ao de valores. Eu apoio o movimebto Desocupa Já

  22. Estas pessoas não estão se dando conta da total inversão de valores que está ocorrendo. Os alunos tem todos os direitos e quase nenhum dever. quero ver depois ” aguentarem” o nariz empinados destes estudantes quando isso tudo acabar. Aí é que não vai respeitar mais ninguém mesmo. DESOCUPEM AS ESCOLAS!!!

  23. ESSE NEGOCIO DE QUE OCUPAR ESCOLAS NÃO PASSA DE BAGUNÇA QUANDO SAEM DAS ESCOLAS PODEM SE COMPRAVAR A BAGUNÇA QUE SE FAZ,QUEBRAM TUDO.
    QUEM QUER UM PAIS SÉRIO TEM QUE DAR EXEMPLO, A ESCOLA É UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA E COMO TAL DE RESPONSABILIDADE DO GOVERNO , TEM MAS QUE RETIRAR TODO MUNDO MESMO , VÃO BRINCAR DE BAGUNÇA EM SUAS CASAS EXISTE MIL TIPOS DE MANEIRA DE PROTESTAR QUE FICAR INVADINDO ESCOLAS.

    • E por isso que eu digo, tem que voltar o exército na rua, tem que ter o golpe, mete o cacete nessa mulecada,
      quer fazer bagunça, faz na sua casa, na casa da sua avó

      GOLPE JÁ – EXÉRCITOS NA RUA
      Com era bom o regime militar…………………..

  24. O SEPE que me desculpe, mas ninguém está atrás de nós. Nós não precisamos de políticos ou de qualquer outra coisa para nos manifestar, não precisamos de “costa quente”. E quanto ao uniforme, os ocupantes garantiu a direção que não tinha invadido a sala de duração e o engraçado é que esses uniformes ficam na sala da direção. Agora eu pergunto, como eles sabem que lá dentro possuem uniformes? Dentro do colégio, de 20 ocupantes, 6 no máximo são realmente estudantes do Manuel Marinho, o resto são de universidades que nunca estudaram em escola pública e agora querem acabar com os direitos de estudar dos estudantes.

  25. Se a escola pertence ao estado cabe a polícia militar acabar com esta ocupação que não irá trazer nenhum benefício para ninguém. Onde já se viu o estudante mandando na escola, daqui a pouco vamos ver o poste mijando no cachorro também. Os valores estão totalmente invertidos. Sem educação não há futuro.

  26. Esse movimento tá uma bagunça; No CIEP do açude está acontecendo de tudo. Alunos saeem da ocupação para usar droga em um escadão proximo ao ciep. jovens passam na rua falando de sexo, drogra denro da escola. um absurdo. Quem vai resolver udo issso? Alunos não tem capacidade de fcar sozinho a noite denro de escola. Será que b=vai ter que morrer alguém para que uma atitude seja tomada, Os filhos das autoridades e dos professores estão em escolas particulares e os nossos?

  27. A educação no Estado do Rio recebeu 143% de reajuste nos últimos 6 anos,
    muito mais do que a maioria das categorias.
    Não estão satisfeitos, vão para Cuba ou façam outra coisa.

  28. Lá dentro da ocupação tem de tudo, menos alunos da escola. Movimento político promovido pele SEPE, PSOL e PSTU com a desculpa que querem melhorias. A verdade é que o SEPE não conseguiu organizar uma greve e está utilizando a ocupação para impedir o acesso dos alunos e professores que não aderiram a greve. Isso não é democracia. Os alunos não votaram a favor e a minoria tomou a escola na mão grande. Se é um movimento dos alunos, me digam o que o Sr. Tarcisio estava fazedendo lá. Nem professor o mizerável é. Não gosta de trabalhar e sempre quer viver de movimentos sindicais.

    • Gostaria de saber ate onde vai isto tudo porque ja estamos em maio; vão para o Sepe , a secretaria de Educação mas a escola não, temos o direito de escolher qual lado ficar queremos a escola funcionando porque nem transferencia nossos alunos tem direito no momento em que está. Pergunto que pais e esse. Espero uma atitude de alguém pra resolver isso, ta uma bagunça. muito insatisfeito com tudo tudo isso.

    • Ao insatisfeito: quem país é este? eu respondo: é um país de pais bobos de alunos bobos que aceitam que partidários dos vermelhos comunistas e SEPE ocupem uma escola de referência.

      Uma solução simples para acabar com isso tudo: ninguém votar em partido de bandeira vermelha em 02/10/16.

Untitled Document