sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Resende fecha parceria para prevenção ao uso de drogas

Resende fecha parceria para prevenção ao uso de drogas

Matéria publicada em 2 de junho de 2019, 16:29 horas

 


Resende – A prefeitura de Resende firmou na manhã desta sexta-feira, dia 31, a parceria com a Associação Pró Coalizões Comunitárias Antidrogas do Brasil, para a formação do grupo de Coalizão do município. A Associação Pró Coalizões do Brasil, sediada no município paulista de Pindamonhangaba, é parceira da organização não governamental (ONG) Cadca (Community Anti-Drug Coalitions of America – Coalizões Comunitárias Antidrogas da América), com sede em Washington, nos Estados Unidos.

A cerimônia de formalização ocorreu no Plenário da Câmara Municipal de Resende, no Centro. Para a implantação da Coalizão da cidade, o prefeito Diogo Balieiro Diniz e a diretora-executiva da Associação Pró Coalizões Comunitárias Antidrogas do Brasil, Eliane Prado Marcondes, assinaram o termo de compromisso público, durante a solenidade presidida pelo consultor da ONG Cadca, Eduardo Hernández-Alarcón.

O termo de compromisso busca estabelecer a cooperação do Município no desenvolvimento e sustentabilidade da coalizão, fornecendo recursos e suporte para atividades com foco na redução dos índices de consumo de drogas. O prefeito Diogo Balieiro Diniz reforçou a importância sobre a Coalizão de Resende, que atuará de forma preventiva contra as drogas. “É uma alegria muito grande poder consolidar esta parceira, que será extremamente relevante para a nossa cidade. Hoje, nós temos os trabalhos desenvolvidos pelo Centro de Atenção Psicossocial em Álcool e Outras Drogas (CAPS ad) e Centro de Atenção Psicossocial para Infância e Adolescência (Capai), além dos leitos da Nova Santa Casa. A Coalizão vai agregar em relação à prevenção contra as drogas”, frisou.

De acordo com o prefeito, recentemente, outra boa notícia foi sobre o tratamento para usuários de drogas na esfera federal. “O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, a partir de agora, abrirá a oportunidade de convênio com as comunidades terapêuticas, que costumam ter o apoio de igrejas. Será mais um avanço na luta dos dependentes químicos, pois, muitas vezes, o tratamento tradicional falha e a comunidade terapêutica é outra opção. Com a possibilidade deste novo convênio ampliar o processo de recuperação do usuário, Resende também vai fazer a sua parte na busca deste benefício”, destacou.

A diretora-executiva da Associação Pró Coalizões Comunitárias Antidrogas do Brasil, Eliane Prado Marcondes, e o consultor da ONG Cadca, Eduardo Hernández-Alarcón, comemoraram por Resende ser a quarta cidade do Estado do Rio de Janeiro a aderir ao termo de compromisso. Os municípios de Itatiaia, Porto Real e Quatis já formaram seus grupos de trabalho. Atualmente, existem aproximadamente 5,3 mil coalizões em cidades de 30 países.

O grupo de trabalho da Coalizão de Resende é composto por: Vítor Lopes, do projeto “Na Medida” da ONG Singulares, que foi representado por Luiz de Oliveira Ramos, na solenidade; Camilla Silva, psicóloga dos Programas Consultório na Rua e de Controle e Combate ao Tabagismo; Ingrid Coelho, engenheira florestal do “Jovem Montanhista” da ONG Crescente Fértil; Andréia Cristina Gonçalves, assistente social da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos; e Manuela Teixeira de Melo, psicóloga do CAPSi.
Os cinco membros da Coalizão de Resende seguirão para o Treinamento de Líderes (TOL), realizado pela Cadca, que acontecerá entre os dias 5 e 9 de agosto, na cidade de Santos, no Estado de São Paulo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document