sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Rio Rural chega ao distrito de Rialto em Barra Mansa

Rio Rural chega ao distrito de Rialto em Barra Mansa

Matéria publicada em 5 de fevereiro de 2016, 11:08 horas

 


rural

Barra Mansa- A secretaria de Desenvolvimento Rural de Barra Mansa realizou na noite de anteontem o sorteio dos produtores de Rialto que serão beneficiados com ações do Programa Rio Rural. Desenvolvido pela Secretaria Estadual de Agricultura e Pecuária, tendo como parceira as prefeituras, o programa é financiado pelo Bird (Banco Interamericano de Desenvolvimento), e tem como foco o desenvolvimento socioeconômico e sustentável em microbacias hidrográficas. Ao todo, foram sorteados 36 produtores e os 20 primeiros já começaram a receber apoio aos projetos que serão implementados na comunidade.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural, Carlos Roberto de Carvalho, o Beleza, os PIDs (Planos Individuais de Desenvolvimento) serão elaborados neste primeiro trimestre do ano.

– Estamos organizando os projetos das comunidades rurais do distrito de Rialto e do final da Colônia Santo Antônio em torno de quatro grupos de interesse: gado de leite, olericultura orgânica, turismo rural e artesanato. Além da preservação ambiental, que é o principal foco do programa, nossa expectativa é continuar estimulando e melhorando a agricultura familiar, além de manter as famílias e os jovens no campo, fomentar o comércio local e gerar postos de trabalho a partir dos resultados dos projetos – declarou o secretário.

Beleza também destacou a organização do Cogem (Comitê Gestor da Microbacias).

– O comitê está se fortalecendo e se consolidando como um importante espaço de discussão das necessidades da população local, como coleta de lixo, melhorias na saúde e educação, entre outros. Essa dimensão coletiva dos benefícios é um dos focos do Programa Rio Rural – falou.

O supervisor local da Emater-RJ (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural), Antônio Paz Guiscafré, explicou que as atividades rurais e a preservação do meio ambiente garantem a remuneração dos produtores rurais.

– Os trabalhos realizados junto aos agricultores participantes do Rio Rural nas microbacias do Rio Bananal vão oportunizar o acesso ao PSA (Pagamento por Serviços Ambientais) com valores que variam entre R$ 7 mil e R$ 15 mil/ano. O recurso é proveniente do Bird, a fundo perdido, e os produtores precisam fazer a prestação de contas para manter o benefício. É importante ressaltar que o recurso financeiro tira a pressão econômica das áreas a serem preservadas, que poderiam ser destinadas a outras atividades – observou.

A região Sul Fluminense, segundo Antônio Paz, foi a última a ser contemplada pelo programa devido ao IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). As localidades mais carentes foram as primeiras a receberem as ações do Rio Rural.

Roger Maxuel Tavares da Silva foi um dos produtores sorteados. Ele pretende realizar melhorias no curral. Com 20 cabeças de gado, Roger atinge a produção de 150 litros de leite/dia.

– Minha expectativa é dobrar esse número e ajudar a interferir positivamente na política de preços praticada atualmente sobre o produto – concluiu.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document