sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Saae faz interligação da rede do Vila Rica com ETE Gil Portugal

Saae faz interligação da rede do Vila Rica com ETE Gil Portugal

Matéria publicada em 30 de julho de 2015, 16:59 horas

 


Volta Redonda- O Saae-VR está concluindo o processo de interligação da rede coletora de esgoto da região do bairro Vila Rica com a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Gil Portugal Filho, na Vila Santa Cecília, onde os efluentes passarão a ser tratados. Com a conclusão da operação, a ETE Vila Rica – onde o esgoto da localidade era tratado – será totalmente desativada.
O diretor executivo do Saae-VR, Paulo Cezar de Souza, o PC, afirmou que com a interligação, todo o esgoto produzido naquela área passa a ser dirigido para a ETE Gil Portugal Filho, e não haverá mais despejo de efluentes nos cursos d’água daquela região.
– É um processo muito importante, e mostra que estamos cumprindo nossos compromissos e fazendo a nossa parte. Mas isso de nada vai adiantar se houver despejo irregular de esgoto nos córregos e rios do local, com a ligação da rede de esgoto doméstica na rede de águas pluviais, o que é proibido – alertou PC, afirmando que conta com a colaboração da população para denunciar possíveis irregularidades.

Desligamento

O gerente de Tratamento de Água e Esgoto do Saae-VR, Patrick James Kent, afirmou que as bombas da ETE Vila Rica já estão sendo desmontadas, e a desativação total da estação – que tratava cerca de 4,3% do esgoto da cidade, atendendo 2.904 residências – só depende da conclusão da interligação da rede, que deve ser concluída ainda hoje.
– Com a desativação total da ETE Vila Rica, não haverá mais descarte de resíduos de tratamento de esgoto nos córregos no local. Esse resíduo é tratado e padronizado para ser jogado em cursos d’água, mas no período de seca, como agora, a vazão de água fica muito pequena, e pode haver mau cheiro, o que incomodava os moradores. A partir de agora isso não vai acontecer mais, a não que haja despejo irregular na rede fluvial, que a população deve denunciar – afirmou Patrick.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Vamos denunciar, gente!

    Ainda há muitos que jogam esgoto e gorduras nas redes colhedoras de chuva que acabam dentro dos córregos que vai para os rios.

    Essa manilha da Sessenta, que dá para ver da margem esquerda do Brandão, é uma delas. Ali desce muita gordura.

  2. Avatar

    parabens a essas boas noticias, esse rio brandão ja houve muitas especies de peixes, mas ainda tem esgoto sendo despejado no rio, uma manilha enfrente a praça da sessenta, com agua negra e mal cheirosa.

Untitled Document