Saúde lança campanha pelo Dia da Aids, em Volta Redonda

by Diário do Vale
hiv

Alerta: População que passou próximo ao Sider Shopping, na Vila Santa Cecília, recebeu materiais informativos
(Foto: Divulgação PMVR)

Volta Redonda- A Secretaria de Saúde de Volta Redonda lançou ontem o Movimento de Luta Contra Aids. O evento, que distribuiu preservativos e materiais educativos orientando a população sobre a doença, aconteceu na parte da manhã no Sider Shopping, na Vila Santa Cecília.

A coordenadora do CDI (Centro de Doenças Infectocontagiosas), a enfermeira Sandra Coutinho, aproveitou a ação para conversar com a população, alertando sobre a importância do teste rápido para detectar a Aids e de medidas preventivas como uso de camisinhas durante a relação sexual.

– O uso abusivo do álcool e outras drogas é outro fator que nos preocupa quando o assunto é Aids, uma vez que os usuários destas substâncias deixam de adotar, entre outros fatores, medidas preventivas durante sua relação sexual – ressaltou a enfermeira, lembrando que homens jovens, solteiros e heterossexuais estão entre a maioria dos casos diagnosticados com Aids em Volta Redonda.

Quase 120 novos casos em 2015

E os números não param de crescer. Entre janeiro e outubro deste ano, foram registrados 118 novos casos da doença, uma média de 12 pessoas/mês com resultados positivos para o HIV. E para alertar a população sobre esta realidade as programações pelo Dia Mundial de Luta contra a Aids, comemorado hoje, dia 1º, continuam durante toda a semana.

Hoje, equipes da Secretaria de Saúde realizam teste rápido de HIV. O evento acontece na Praça do Retiro, Avenida Sávio Gama, s/n, das 8h às 16h. Seguindo a programação do Movimento de Luta contra a Aids, ainda nesta terça-feira, haverá distribuição de material educativo e encaminhamentos para realização do teste rápido de Aids a ser realizado nas seguintes Unidades de Saúde: Açude II, Siderlândia, Retiro II, Santo Agostinho, São Geraldo, Vila Rica/Tiradentes. Esta ação também acontece entre às 8h e 16h, na Praça Sávio Gama, no Retiro.

O CDI, localizado no Aterrado, também terá ação em função do dia 1º de dezembro. A unidade estará entre 8h e 17h, realizando teste rápido para HIV e vai se estender até esta sexta-feira, dia 4. O teste rápido faz parte da rotina de procedimentos do CDI.

Na quarta-feira as atividades ficam por conta da “Roda de Conversa: Diagnóstico e Tratamento do HIV”, no auditório da Câmara Municipal, das 17h às 20h. Este evento será mediado pela médica Márcia Rachid e será destinado, em especial, ao público jovem.

No mesmo dia, no auditório da Secretaria de Saúde, no Aterrado, das 13h às 16h, será debatido outro tema “Aids: Discutindo o Diagnóstico e Tratamento”. Este evento será direcionado a médicos, enfermeiros da rede municipal.

Número de jovens com HIV aumenta também em Resende

Como em Volta Redonda, o número de jovens portadores do vírus HIV vem aumentando em Resende. Segundo a coordenação do Serviço de Atenção Especializada DST/HIV/Hepatites Virais, da Secretaria de Saúde, a negligência é o maior causadora do crescimento no número de infectados.

– Eles acham que ninguém mais morre de Aids hoje e que, se pegar o vírus, é só tomar o remédio que acabou e que está tudo bem. O HIV ainda não tem cura e o tratamento não é tão simples como parece. Os novos medicamentos melhoraram muito as condições de vida dos portadores do vírus, mas a doença enfraquece a pessoa, pois o HIV destrói as defesas naturais do organismo, deixando-o mais suscetível a doenças como pneumonia e tuberculose – explicou a coordenadora do SAE, Paula Carolina Peixoto.

Nesta terça-feira, Dia Mundial de Luta Contra a Aids, o SAE realizará uma campanha educativa e preventiva, das 10h às 16h, no Calçadão de Campos Elíseos. Haverá distribuição de preservativos e folders informativos.

A Aids é transmitida por meio de relações sexuais sem preservativos, pelo compartilhamento de seringas contaminadas e de mãe para filho durante a gestação e amamentação. Há muitos soropositivos que não apresentam sintomas da doença, mas podem contaminar outras pessoas.

Por isso, a coordenadora do SAE destaca que o diagnóstico precoce da doença é fundamental, até para aumentar a eficácia do tratamento. Em Resende, o serviço realiza testes rápidos que detectam os anticorpos contra o HIV em até 30 minutos com a coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo.

Para fazer o teste, não é necessário ter encaminhamento ou solicitação médica, basta comparecer ao Serviço de Atenção Especializada, que fica no Posto Resende, no Centro Histórico, antigo Posto do Estado, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O SAE atende crianças e adultos com DST/HIV/Hepatites virais individualmente ou em grupos. A equipe é formada por assistente social, psicólogo, técnico de enfermagem, enfermeiro e médicos (pediatra, infectologista, clínico geral e hepatologista), oferecendo aconselhamento e solicitação de testes, ações educativas para a prevenção de DSTs, entre outras.

 

You may also like

4 comments

Al Fatah 1 de dezembro de 2015, 07:53h - 07:53

o jeito clássico de se chamar atenção para uma causa: criança miserável ou mulher bonita. Sempre dá certo!… Chique essa loirinha aí…

Querosene 1 de dezembro de 2015, 09:04h - 09:04

eu vi primeiro !!!

lila 1 de dezembro de 2015, 17:48h - 17:48

Al Fatah, a moça sem dúvida é linda mas nunca dá certo, olha como aumentou a quantidade de pessoas infectadas e leia os comentários, será que ele sabe qual é o assunto?

Querosene 30 de novembro de 2015, 15:54h - 15:54

e gata essa loira heim ?!?!?!?!

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996