domingo, 19 de setembro de 2021 - 01:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Saúde implanta projeto ‘Cuidando de quem cuida’

Saúde implanta projeto ‘Cuidando de quem cuida’

Matéria publicada em 4 de abril de 2017, 20:46 horas

 


Atividade pioneira no Cais do Aterrado, em Volta Redonda, visa oferecer maior bem-estar para as equipes de enfermagem

Ginástica laboral: Objetivo é proporcionar melhorias físicas e bem-estar aos profissionais de Saúde; equipe do Cais Aterrado recebeu ações (Simone Freitas/Ascom VR)

Ginástica laboral: Objetivo é proporcionar melhorias físicas e bem-estar aos profissionais de Saúde; equipe do Cais Aterrado recebeu ações (Simone Freitas/Ascom VR)

Volta Redonda – Com o título ‘Cuidando de quem cuida’, a secretaria municipal de Saúde implantou um projeto pioneiro no Cais do Aterrado, que visa oferecer mais saúde e bem-estar para as equipes de enfermagem. Com a orientação de uma profissional de fisioterapia, funcionários vão participar de atividades ergonômicas duas vezes por semana.
A partir de um revezamento entre as equipes, durante 15 minutos, cada setor vai realizar o alongamento das musculaturas mais sobrecarregadas, além de receber importantes dicas sobre posturas corretas no ambiente de trabalho.

– Entre os benefícios à saúde, a prática dos exercícios ergonômicos melhora a condição física e psicológica dos trabalhadores. É capaz de favorecer a integração (quando praticada em grupo), corrige vícios posturais, melhora a disposição no trabalho e reduz patologias e casos de Ler/Dort (Lesões por Esforços Repetitivos/Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) – informou o coordenador de Fisioterapia Municipal, Vladimir Lopes de Souza, acrescentando que a prática de atividades ergonômicas também é capaz de reduzir os níveis de estresse e tensão em geral.

Em breve, segundo a prefeitura, o projeto também será implantado na sede da secretaria municipal de Saúde, onde o objetivo será avaliar todos os setores, equipamentos e postura dos profissionais. A fisioterapeuta Juliana Moreira Ribas é a responsável pela avaliação e prescrição dos exercícios laborais.

– A fisioterapia tem um papel importante neste processo, pois buscamos, por meio de análises e intervenções específicas, identificar os diferentes locais que por diversos fatores permitem o aparecimento de doenças ocupacionais, relacionadas ao trabalho. Esta intervenção no ambiente tem por objetivo melhorar a qualidade de vida no trabalho e, dessa forma, diminuir os casos de afastamento – destacou Vladimir.

– É uma iniciativa muito positiva e inovadora, que visa, principalmente, a qualidade de vida dos nossos funcionários. É muito importante a ergonomia no ambiente de trabalho, pois promove a saúde e ainda estimula a integração das equipes – destacou a secretária municipal de Saúde, Márcia Cury.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document