terça-feira, 10 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Secretaria de Educação realiza “Prêmio Merenda Nota 10”

Secretaria de Educação realiza “Prêmio Merenda Nota 10”

Matéria publicada em 6 de novembro de 2015, 21:11 horas

 


Degustando: Prefeito de Piraí, Dr.Luiz Antonio provou as comidas e destacou a importância do prêmio (Foto: Divulgação PMP)

Degustando: Prefeito de Piraí, Dr.Luiz Antonio provou as comidas e destacou a importância do prêmio (Foto: Divulgação PMP)

Piraí – A Secretaria de Educação realizou o ‘Prêmio Merenda Nota 10’ na manhã desta sexta-feira (6) no auditório da pasta. Com a participação de 19 escolas do município, a vencedora deste ano foi a Creche Kelma Tavares R. Reis com ‘Doce de Colher da Casca da Melancia’. Em segundo, a E. M. José Juarez Reis Franco com ‘Fubazinho à Moda Juarez’; e em terceiro, o Ciep 158 – Prof. ª Margarida Thompson com ‘Suflê de Chuchu com Cenoura’.
O objetivo do evento é promover a reflexão sobre alimentação saudável na escola, sem deixar de ser prazerosa, além de motivar a criatividade das merendeiras. As receitas vencedoras entram como sugestão para compor o cardápio da merenda escolar.
A secretária de Educação, Sandra Simões, parabenizou o envolvimento das escolas, em especial às merendeiras, na alimentação diária dos alunos da rede.
– É um dos projetos que mais gosto na secretaria e tenho o prazer de ver toda a dedicação das escolas – afirmou.
Como médico, o prefeito Dr. Luiz Antonio enfatizou a necessidade do empenho em uma merenda escolar saudável, visto que há uma epidemia mundial de obesidade, inclusive em crianças. O prefeito avaliou de forma positiva o prêmio.
– A ideia de ter um prêmio para o trabalho diário das merendeiras é fundamental. As merendeiras são importantíssimas para o nosso município. Em um ano, um milhão de refeições são ofertadas nas nossas escolas – ressaltou Luiz Antonio.

Vencedora

E foi com muita emoção que a merendeira Ana Maria da Conceição e a diretora Cibele Miller, da Creche Kelma Tavares R. Reis, receberam o prêmio das mãos do prefeito. Elas contaram que por pouco não participaram, porque, segundo elas, “não tinham receita boa o suficiente para competir”. O ‘Doce de Colher da Casca da Melancia’ é uma adaptação de uma receita da Pastoral da Criança e faz sucesso há seis anos com as crianças da creche.
– Estou muito emocionada, nem acreditei quando a gente foi chamada. Eu estava até pensando qual dos pratos que experimentei ia ganhar, não imaginava que seria o nosso. O nosso coração até dispara – declarou a merendeira Ana Maria, com lágrimas nos olhos.
De acordo com a diretora Cibele, a receita foi implantada na creche porque além de agradar as crianças, tem grande valor nutricional, além de reaproveitar a casca da fruta.
– A casca da melancia tem as vitaminas A, B6 e C e é hidratante. A gente já faz bastante coisa com a casca da banana também, sempre buscamos reaproveitar tudo para as crianças – relatou Cibele também emocionada.

Avaliação

O nutricionista Alden dos Santos Neves, um dos jurados do concurso, admirou a importância atribuída à merenda escolar em Piraí.
– A iniciativa é fantástica e valoriza quem está na ponta, a merendeira – enalteceu.
Segundo ele, a alimentação deve ser planejada e atender às necessidades dos alunos, de acordo com a saúde e paladar, além de respeitar as tradições da comunidade. O nutricionista disse ainda sobre o valor da criatividade na merenda escolar.
– Não adianta ser só saudável, se não for gostoso e atrativo – sintetizou.
Os jurados avaliam os pratos apresentados pelas escolas de acordo com a viabilidade e execução da preparação, conforme os gêneros alimentícios fornecidos pela merenda escolar; apresentação, criatividade e originalidade; boa aceitação dos alunos; e o valor nutricional.
Além do nutricionista Alden, a comissão julgadora foi composta pela Secretária de Agricultura e bióloga Carla Di Carli; Ana Paula Hack Teixeira Campos, especialista em gastronomia; Lúcia Maria Alves Montenegro, vencedora em três categorias do 14º Piraí Fest; e Hudson Valle, consultor em gastronomia.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document