sábado, 31 de julho de 2021 - 01:53 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Secretaria de Saúde mobiliza lideranças comunitárias em Barra Mansa

Secretaria de Saúde mobiliza lideranças comunitárias em Barra Mansa

Matéria publicada em 4 de setembro de 2015, 08:13 horas

 


Barra Mansa – Com a proximidade do verão, a secretaria de Saúde de Barra Mansa decidiu convocar lideranças comunitárias para ajudar no trabalho de combate à dengue. Somente este ano, de janeiro a agosto, foram confirmados 856 casos da doença no município, com um óbito. Este número é 1.156% maior que o registrado durante todo ano de 2014, quando os casos confirmados de dengue foram de 74. O trabalho de sensibilização começou anteontem. O secretário de Saúde, Luiz Antônio Viana, acompanhado das equipes da gerência de Atenção Básica, Epidemiologia e Vigilância em Saúde Ambiental, se reuniu com membros de associações de moradores, representantes de igrejas e de entidades sociais no bairro Vista Alegre.

Durante o encontro, realizado na sede de associação de moradores do bairro, Luiz Antônio reforçou a importância do envolvimento da comunidade para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

– O combate à dengue exige ação contínua e envolve diretamente a população. Os agentes da dengue não podem estar em todos os bairros, vistoriando todas as casas ao mesmo tempo. Por isso, precisamos que haja mudança de hábitos dos moradores de maneira urgente. Se cada um fizer a sua parte e sensibilizar seus amigos e vizinhos para fazer os 10 minutos semanais contra a dengue, vamos ter um verão mais tranquilo – ressaltou o secretário de Saúde.

A médica Elisabeth Alves, gerente do setor de Vigilância em Saúde da prefeitura, reforçou as palavras do secretário.

– A prevenção e controle da dengue dependem do combate ao vetor. A participação ativa da comunidade é essencial para a eliminação do criadouro do mosquito. A prefeitura está fazendo a sua parte para evitar uma epidemia da doença e é preciso que os moradores colaborem – disse a profissional, destacando que um terço dos casos de dengue neste ano foram registrados em bairros localizados na margem esquerda do Rio Paraíba do Sul.

Segundo dados da secretaria estadual de Saúde, o estado do Rio registrou este ano 55 mil casos confirmados de dengue e 13 óbitos provocados pela doença.

– Nosso município teve uma morte causada por dengue. Temos que ficar muito atentos, principalmente com idosos que já apresentam algum tipo de doença. A dengue traz muitas complicações e, para aqueles que já estão debilitados, contrair a doença piora consideravelmente o quadro de saúde – argumentou a médica.

O presidente da associação de moradores da Vista Alegre, Jânio Viana, elogiou a iniciativa da secretaria de Saúde.

– Combater a dengue e defender a vida. É muito importante a comunidade estar envolvida nesse trabalho. A nossa associação vai mobilizar os moradores para que todos, desde já, comecem a fazer os 10 minutos semanais – garantiu Janio.

A próxima reunião de sensibilização acontecerá no dia 9 de setembro, às 18h, no Colégio Municipal Antônio Pereira Bruno, no bairro Boa Sorte. Outros encontros estão marcados na Igreja Católica do bairro Nove de Abril (16 de setembro) e no CEI Vieira da Silva, no Centro (23 de setembro).

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document