sábado, 26 de setembro de 2020 - 22:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Secretaria de Saúde registra 20% de abstenção de pacientes em consultas, em Volta Redonda

Secretaria de Saúde registra 20% de abstenção de pacientes em consultas, em Volta Redonda

Matéria publicada em 3 de agosto de 2020, 16:43 horas

 


Volta Redonda– Desde que retomou a oferta de consultas para nove especialidades médicas no Centro Municipal de Saúde, há 20 dias, a Prefeitura de Volta Redonda vem fazendo um levantamento para detectar o número de faltas nas consultas agendadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). São altos índices de abstenção em praticamente todas as consultas com especialistas, o que prejudica outros pacientes que estão em filas de espera pelo mesmo serviço.

De acordo com o levantamento, nesses 20 dias foram 137 faltas, perfazendo um total de 20% de abstenção, somando todas as especialidades e as ausências no período analisados. Os dados foram coletados dos serviços de consultas nas nove especialidades que estão sendo disponibilizadas para a população: cardiologia, endocrinologia, gastroenterologia, neurologia, pneumologia, reumatologia, ortopedia, urologia e dermatologia, obedecendo ao critério de gravidade.

A coordenadora do serviço ambulatorial especializado do Centro Municipal de Saúde, Luciana Delgado, faz um apelo para que os usuários não faltem às consultas.

– É uma situação muito delicada. Além de ter que remarcar essas consultas, não conseguimos atender a população de uma forma geral mais efetiva – disse a coordenadora.

A dona de casa Beatriz Peregrine, de 67 anos, moradora do bairro Santa Tereza, não perdeu a oportunidade de retomar o seu tratamento com o gastroenterologista.

– Foi uma ótima surpresa quando recebi um telefonema dizendo que minha consulta tinha sido marcada e que eu poderia retomar o meu tratamento. Jamais iria perder essa oportunidade. Só tenho a agradecer por ter voltado às consultas com os médicos especialistas. Acho que todos deveriam comemorar e ter a consciência de não faltar – disse a usuária.

A secretária municipal de Saúde, Flávia Lipke, disse que o governo municipal não mediu esforços para voltar a ofertar essas consultas, mesmo durante a pandemia.

– E o Centro Municipal de Saúde permitiu esse retorno das consultas, evitando que esses pacientes tenham que ir em unidades emergências onde acontecem atendimento de casos de coronavírus – comentou.

O prefeito Samuca Silva destacou que o município criou uma estratégia para voltar a oferecer as consultas com especialistas.

– É importante que a população também contribua para que todos os usuários consigam ser atendidos. Se não puder comparecer a consulta que é marcada previamente, ligue e dê a oportunidade para outra pessoa – recomendou.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document