>
quinta-feira, 11 de agosto de 2022 - 05:42 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Smac implanta Comitê Municipal para População de Rua

Smac implanta Comitê Municipal para População de Rua

Matéria publicada em 24 de maio de 2016, 13:47 horas

 


Comitê será instalado nessa quarta-feira (25), às 14h30, no Auditório da Smac, com cerca de 10 integrantes titulares da sociedade civil e governo

superacao

Volta Redonda- A Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac) realiza nesta quarta-feira (25) a cerimônia de implantação do Comitê Municipal Intersecretarial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Nacional para a População em Situação de Rua. A cerimônia será realizada às 14h30, no Auditório da Smac (que fica no prédio do antigo Fórum de Volta Redonda).

– A composição do conselho será paritária, ou seja, com integrantes do Governo Municipal e da sociedade civil. O principal objetivo é que o Conselho Municipal seja um instrumento de fiscalização das políticas públicas voltadas para a população de rua, baseadas na Política Nacional para a População de Rua, instituída pelo Governo Federal por meio do decreto 7.053, de dezembro de 2015 – explicou a diretoria do Departamento de Proteção Especial da Smac, Denise Carvalho.

De acordo com Denise, a princípio o conselho terá 10 integrantes, com mais 10 suplentes.

– A ideia é que a sociedade civil tenha uma participação grande, para que essa fiscalização das políticas públicas ocorra de forma persistente – afirmou.

Segundo a diretora, estão sendo convocados para participar do Comitê Municipal Intersecretarial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Nacional para a População em Situação de Rua, igrejas, ONGs, entidades empresariais – CDL-VR e Aciap-VR – Narcóticos Anônimos (NA), SOS (serviço assistencial), pastorais das igrejas católicas, igrejas evangélicas, além de grupos de pessoas que fazem trabalho voluntário com pessoas em situação de rua.

Apoio

Entre os serviços realizados pela Smac para a população em situação de rua – que é monitorada constantemente pela secretaria – estão o Abrigo Municipal Seu Nadim e o projeto Superação, que já está atendendo cerca de 30 usuários que eram resistentes aos tratamentos oferecidos pela Smac.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Espero sinceramente que isso funcione. A população de RUA em Volta Redonda,
    é simplesmente uma VERGONHA. Perambulam principalmente pela Vila Santa Cecilia,
    sujos, maltrapilhos, com fome e sem um lugar para tomar banho, dormir, alimentar-se
    isso numa cidade RICA que recebe muitos impostos e só fica FAZENDO FESTAS, trazendo
    ESCOLA DE SAMBA, PASSEIOS,ETC.

  2. Parabéns ao Projeto da Smac de inserção a população de rua
    em atividades de manutenção de serviços em prol da cidade,
    além de diminuir esta população que em muitas vezes traz
    transtornos a muita gente, contribuir para resgatar a dignida-
    de dessas pessoas. Nota 10.

Untitled Document