>
quinta-feira, 7 de julho de 2022 - 04:30 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / SMI-VR realiza dragagem de dois córregos em Siderópolis

SMI-VR realiza dragagem de dois córregos em Siderópolis

Matéria publicada em 27 de maio de 2021, 10:04 horas

 


No local foram encontrados troncos de árvores caídos que estavam obstruindo o fluxo de água

Segundo informações da SMI, as equipes estão dragando as laterais do córrego – Foto: divulgação PMVR.

Volta Redonda- Como parte do cronograma de serviços de limpeza e manutenção pelos bairros, as equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI) de Volta Redonda realizaram nesta semana a dragagem do entroncamento do córrego Cafuá com o córrego Brandão, localizados no bairro Siderópolis.

Segundo informações da SMI, as equipes estão dragando as laterais do córrego, onde foram encontrados troncos de árvores caídos e que estavam obstruindo o fluxo de água. Foi necessária a utilização de uma retroescavadeira. Também foi feita a remoção de entulho jogado no local e o serviço contou com apoio de um caminhão.

“Mapeamos e definimos um cronograma para atender áreas que demandam urgência, realizando ações específicas. Os esforços estão intensificados para manter nossa cidade limpa”, afirmou o secretário municipal de Infraestrutura, Jerônimo Telles.

Vila Rica/Três Poços

Outro local que já recebeu esse tipo de serviço neste ano foi o Córrego Três Poços, no bairro Vila Rica-Três Poços. As equipes fizeram a dragagem no trecho ao lado da Rua 9, próximo ao Instituto Médico Legal (IML).

Desde o início do atual governo, a prefeitura, por meio da SMI, tem realizado mutirões de limpeza e manutenção, removendo mais de 21,5 mil toneladas de entulhos que foram removidos de ruas, terrenos e outras áreas públicas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Fernando Ghirlinzoni de Carvalho

    O Rio Brandão que vive enchendo e tem seu leito e margens com entulhos vai receber quando o mesmo tratamento?

  2. Pelo volume de água que corre na Vila atualmente não corresponde a um Córrego e sim a Ribeirão. Esta é a primeira vez que vejo alguém batizando o Brandão de córrego.

    Devido a esse serviço na primeira chuva de dezembro esse barro será carregado para a Vila.

    Quando vamos aprender que não se deve mexer no terreno das cabeceiras e margens de córregos e ribeirões?

    Na últimas chuvas as enchentes carregaram para a Vila todo o mato aparado nas margens do ribeirão Brandão. Será que eles querem fazer o mesmo com esse barro todo? Ainda mais um serviço orientado por um engenheiro e não por um ambientalista.

Untitled Document