sábado, 14 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Sul Fluminense dá início à vacinação contra gripe

Sul Fluminense dá início à vacinação contra gripe

Matéria publicada em 4 de maio de 2015, 21:09 horas

 


Unidades de saúde disponibilizarão doses para os grupos prioritários até o dia 22; meta é imunizar 80% do público-alvo

Prevenção: Campanha busca reduzir complicações, internações e mortalidade causadas pelo vírus da gripe (Foto: Felipe Vieira)

Prevenção: Campanha busca reduzir complicações, internações e mortalidade causadas pelo vírus da gripe (Foto: Felipe Vieira)

Sul Fluminense

Começou nesta segunda-feira a campanha nacional de vacinação contra a gripe, com distribuição de 54 milhões de doses para os chamados “grupos prioritários”. Em Barra Mansa, Resende e Volta Redonda, por exemplo, a campanha se estenderá até o dia 22, e a expectativa é vacinar cerca de 120 mil pessoas, correspondente aos 80% definidos pelo Ministério da Saúde nas três cidades. Em todos os municípios, as unidades de saúde estarão preparadas para vacinar a população.
A indicação é que a vacina seja aplicada em crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes e mulheres com até 45 dias após o parto; idosos acima de 60 anos; profissionais da área da saúde; povos indígenas, portadores de doenças crônicas, além de detentos e funcionários do sistema prisional.
O médico e vice-presidente da Sociedade de Pneumologia do Rio de Janeiro, Gilmar Zonzim, que também é professor do curso de Medicina do UniFOA (Centro Universitário de Volta Redonda), explicou que a vacina gera um aumentos dos anticorpos, protegendo assim o indivíduo imunizado contra o vírus influenza, que causa a “verdadeira gripe”, quadro de maior gravidade do que o resfriado comum.
– A gripe verdadeira tem que ser diferenciada dos resfriados comuns, pois ela traz mais riscos ao paciente, facilitando o desenvolvimento de complicações respiratórias, como por exemplo, a pneumonia – destacou Zonzim, reforçando a importância dos portadores de doenças crônicas buscarem a imunização.
– Pessoas que portam alguma doença crônica como: diabetes, insuficiência renal, insuficiência cardíaca, asma, enfisema pulmonar, entre outras, devem tomar a vacina – orientou.
Já o coordenador do Programa de Atenção à Saúde do Idoso, da secretaria de Saúde de Volta Redonda, Geraldo Cardoso, ressaltou a importância da imunização aos idosos, que podem ficar vulneráveis a outras doenças quando gripados.
– A gripe não mata, mas ela gera complicações que podem até levar à morte. Então, para o idoso essa vacina é importantíssima, ela vai prevenir o vírus e livrar ele de todas as outras doenças que poderiam vir em consequência – afirmou.
O aposentado Afonso Fonseca esteve ontem de manhã em uma unidade de saúde no bairro Conforto. Ele contou que não deixa de tomar nenhuma vacina antiviral para não deixar que a doença não se instale, ainda mais depois dos 60 anos.
– Fiquei sabendo dessa vacinação ontem (domingo) pela TV e hoje de manhã eu e minha esposa já viemos tomar. Além disso, avisei todos os meus conhecidos para tomarem também – falou o aposentado.

Cuidados e contraindicação

A vacina contra a gripe é contraindicada somente para pessoas com histórico de reação anafilática prévia ocorrida em doses aplicadas anteriormente. Não devem ser vacinadas também pacientes com alergia grave relacionada ao ovo. Para serem imunizadas as crianças deverão apresentar, nas unidades de saúde, caderneta de vacinação. Já os trabalhadores do setor da saúde, deverão estar munidos de documento atestando atividade profissional, podendo ser crachá, carteira do órgão representante de classe, entre outros.
Para as gestantes o documento necessário a ser apresentado no ato da vacinação é o cartão de pré-natal, com informações sobre a data do parto. Portadores de doenças, que não estejam em tratamento nas unidades de saúde, devem obter a prescrição da vacina a ser apresentada no momento da vacinação.

Dia D

No próximo sábado (9), em todo o território nacional acontece o Dia D da campanha, onde as unidades de saúde funcionarão das 8h às 17h. A exceção na região é Volta Redonda, que promove a mobilização no sábado, dia 16.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Iniciou a vacinação??? Até agora não chegou vacina no Cps Retiro Doutor Jader Boechat!!!!!!

Untitled Document