>
quarta-feira, 10 de agosto de 2022 - 17:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Unidades de saúde de Porto Real montaram protocolo que prioriza atendimento

Unidades de saúde de Porto Real montaram protocolo que prioriza atendimento

Matéria publicada em 10 de abril de 2015, 11:15 horas

 


Porto Real –

A Secretaria de Saúde intensificou os trabalhos de prevenção e tratamento da dengue. Foram adquiridos através da Secretaria Estadual de Saúde: cinco cadeiras de hidratação, suportes para soro, longarinas, purificadores de água, medicamentos diversos, mais de 3 mil litros de soro e sais de hidratação. Esse material está na Unidade de Saúde da Família do Freitas Soares e será usado para o tratamento de pacientes com dengue.

Segundo o diretor de Atenção Básica, Rogério Novais, os pacientes com dengue ou com suspeita da doença devem procurar a Unidade de Saúde da Família (USF) de seu bairro. “Os pacientes são atendidos e passam por um acolhimento e classificação de risco. Na unidade é feita a coleta do sangue e o mesmo é levado ao laboratório do Hospital Municipal. O tratamento é iniciado imediatamente na própria Unidade e segue o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde. O acompanhamento da doença é feito na própria unidade”.

“Gostaria de agradecer a todos os profissionais de saúde pelo empenho e dedicação integral ao trabalho. É notável a preocupação em manter um bom nível de atendimento em prol de nossos usuários, principalmente no que se refere ao tratamento dos pacientes com dengue”, parabenizou o diretor.

A subsecretária de Saúde, Vanila Rocha, disse que foi montado um protocolo de atendimento que dá prioridade a esse tipo de paciente. “A secretaria de Saúde está profundamente envolvida no trabalho de prevenção e tratamento da dengue. Nós montamos um fluxo específico de atendimento a pacientes acometidos pela doença. É um atendimento prioritário. Temos coletas de sangue em todas as unidades de saúde e ainda um trabalho intenso dos agentes de endemias. Toda a equipe está com atenção focada nesse trabalho, visando minimizar os danos causados pela doença”.

De acordo com o secretário de Saúde Renato Ibrahim, é imprescindível que a população se mobilize e mantenha os imóveis limpos, livres de possíveis focos do mosquito transmissor da dengue “Mesmo com o trabalho intensivo dos agentes da vigilância sanitária, que fazem visitas constantes, é fundamental que cada morador colabore. Só prevenindo é possível controlar a propagação da dengue que pode levar a morte”.

“É extremamente importante dar suporte às ações que favorecem o tratamento desses pacientes. Para isso não mediremos esforços e vamos buscar reforço onde for necessário, redobrando a atenção no trabalho de prevenção e também no cuidado do paciente. Contamos com o apoio da população para que possamos evitar a proliferação do mosquito da dengue, evitando assim futuros transtornos”, concluiu a prefeita Cida.

 

Sintomas da Dengue:

– febre alta com duração de até 7 dias;

– dor de cabeça;

– dor atrás dos olhos;

– dores musculares;

– dores nas juntas;

– desânimo;

– vermelhidão no corpo.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document