sábado, 31 de outubro de 2020 - 19:24 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / UniFOA retoma as atividades com aulas virtuais

UniFOA retoma as atividades com aulas virtuais

Matéria publicada em 30 de março de 2020, 22:36 horas

 


Volta Redonda- Diante dos efeitos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as instituições de ensino estão criando novos meios para que os estudantes continuem a produzir. Nesta linha, o Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) deu início às aulas virtuais. As atividades, que foram liberadas aos alunos nesta segunda-feira (30), tem previsão de ser utilizadas por um mês, podendo ser prorrogadas por mais 30 dias e sendo considerados ministrados e computados como dia letivo.
Em nota, a instituição informou ainda que os conteúdos disponíveis são referentes às disciplinas teóricas, mas que as disciplinas práticas, inclusive laboratórios, vão continuar suspensas e serão integralmente repostas e sem qualquer prejuízo aos alunos, assim que a situação da pandemia for normalizada.
Para dar a continuidade as atividades neste período, todos os universitários receberam, na área restrita do portal acadêmico, um plano de trabalho que oferece planejamento, execução, acompanhamento e avaliação referente às ações desenvolvidas exclusivamente por cada professor. A instituição reforça que, durante a pandemia, estará proibida a aplicação de provas, sendo estas substituídas por avaliações diversificadas (AVDs), com atribuição de pontos, local, forma e modo de entrega, contribuindo assim para a composição da nota do aluno, tais como, exemplificadamente: pesquisas; estudos de caso; resolução de situação problema; resenhas; produção de texto; mapa conceitual; dentre muitos outros produtos, de acordo com o perfil do componente curricular e da abordagem do momento.
O UniFOA reforçou ainda que o modelo excepcionalmente adotado pela instituição neste momento não corresponde aos modelos e práticas de Ensino à Distância (EAD) existentes, cujas regras e metodologias são diferentes do estabelecido temporariamente.
– A autorização do Ministério da Educação consiste em permitir que nossos cursos, que são genuinamente presenciais, utilizem o desenvolvimento das atividades acadêmicas por meio de mídias digitais e interação remota, estruturadas em modelo de ensino-aprendizagem, utilizando tecnologias de informação e comunicação – TICs, usufruindo ainda de todos os serviços já existentes em nossa instituição – diz um trecho da nota.

Medicina

Com relação ao curso de medicina, o UniFOA explica que irá promover as adequações apenas aos conteúdos teórico-cognitivos, do primeiro ao oitavo módulo do curso.
– Quanto aos alunos do internato, mais precisamente do nono ao décimo segundo módulo, a Instituição e o Núcleo Docente Estruturante do Curso de Medicina, em virtude dos parâmetros, critérios e exigências constantes nas Diretrizes Curriculares Nacionais e as limitações impostas pela mesma Portaria (MEC nº 345/2020), estão aguardando as novas orientações Governamentais para que imediatamente busquemos as soluções necessárias – esclarece a nota.
Outro ponto abordado pela instituição é referente as mensalidades, que deverão ser pagas normalmente.
– Importante também ressaltar, que os pagamentos referentes às mensalidades escolares deverão ocorrer normalmente na forma prevista no Contrato de Prestação de Serviços Educacionais e seu respectivo Termo de Adesão. Tal fato deve ser respeitado, vez que as obrigações trabalhistas dos funcionários e professores serão mantidas, bem como todos os investimentos em educação de nível superior já aprovado – disse.
O UniFOA finaliza esclarecendo que as aulas suspensas entre os dias 15 a 29 de março de 2020, serão integralmente repostas, conforme calendário acadêmico que será divulgado oportunamente, cumprindo com todos os dias letivos preconizados nas normas do Ministério da Educação e legislação em vigor.

Atividades da rede estadual, com plataforma online, já estão disponíveis

A Secretaria Estadual de Educação (Seeduc) e o Google For Education iniciaram, nesta segunda (30), as atividades na plataforma online. O tutorial para os alunos e professores foi divulgado, na última sexta-feira, dia 27, nas redes sociais da Seeduc (www.facebook.com/seeducRJ/ e no Instagram @SeeducRJ), além de ser distribuído por Whatsapp para toda a rede. Com isso, os estudantes e docentes puderam criar sua conta Google e começar a fazer o cadastro e login no sistema. Os conteúdos das aulas serão incluídos nas salas virtuais ao longo da semana que se inicia.
A primeira semana será de treinamento e adaptação, em que alunos e professores, com seus logins individuais, poderão conhecer a plataforma e entender seu funcionamento. Este período de formação e ambientação não vai afetar os 200 dias letivos, uma vez que o calendário da Seeduc contava com 220 dias letivos previstos e esses 15 dias de paralisação para minimizar os impactos do novo coronavírus (Covid-19) corresponderam ao recesso escolar de julho, que foi antecipado como medida de prevenção.
Para os estudantes que têm dificuldade ou não têm acesso à internet, a Secretaria de Estado de Educação vai imprimir e entregar o material didático. Além disso, a Seeduc conversará com a comunidade escolar para verificar a possibilidade e disponibilidade de abrir pontualmente algumas unidades de ensino para que alunos e docentes que não possuem computador e aparelhos de telefone celular para realização das atividades à distância tenham acesso aos laboratórios e equipamentos dos colégios. Livros e matérias didáticos das bibliotecas também poderão ser utilizados para ministrar os conteúdos das disciplinas.
– De forma complementar, também vamos recomendar conteúdo pedagógico que será exibido no Canal Futura. Além disso, divulgaremos links de sites educacionais para que os estudantes acessem e estudem o conteúdo nos respectivos portais – disse o secretário de Educação, Pedro Fernandes.
A paralisação das atividades nas escolas da rede estadual do Rio de Janeiro segue o protocolo estabelecido pelo Gabinete de Crise de prevenção ao coronavírus e pela Secretaria de Estado de Saúde.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Se não é presencial tem que dar desconto!
    EAD sempre é bem mais barato!

Untitled Document