Volta Redonda fecha primeiro trimestre do ano com Economia em destaque

Município ganhou recentes reconhecimentos pelo trabalho em áreas como empreendedorismo, geração de empregos e menor dependência fiscal

by adrielly ribeiro

Volta Redonda – A economia foi destaque em Volta Redonda nos três primeiros meses de 2024, nesse período, com dois reconhecimentos do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) pelo trabalho em prol do empreendedorismo, o município também foi destacado em ranking independente como um dos que têm menor dependência fiscal no país, foi líder na geração de empregos no Sul Fluminense, e ainda concedeu reajuste salarial e de benefícios ao funcionalismo público.

“O cenário em 2021, quando reassumi a prefeitura, era de finanças com problemas, salários do funcionalismo atrasados, dívidas, uma cidade arrasada. Tivemos que fazer um planejamento e trabalhar muito para começar a ‘colocar a casa em ordem’. Sempre buscando parcerias, seja com o Governo do Estado ou as empresas e instituições da cidade, que tiveram papel fundamental na reconstrução. E a Economia vem mostrando o quanto esse trabalho tem sido positivo”, afirmou o prefeito Antonio Francisco Neto.

Empreendedorismo

A mais recente conquista foi o “Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora”, no qual Volta Redonda conquistou como “Cidade Empreendedora” no estado, e foi finalista entre os municípios que disputaram no quesito Inclusão Produtiva. O prêmio reconhece e divulga as boas práticas municipais, dando visibilidade aos gestores que acreditam e investem em programas e ações que buscam o desenvolvimento das cidades que governam, valorizando os pequenos negócios locais.

“A prefeitura desenvolve estratégias para geração de soluções com base na Inovação e Sustentabilidade, com alguns objetivos: contribuir para a diversificação da matriz econômica, visando sustentar a competitividade, a capilaridade dos novos negócios, o desenvolvimento humano e a geração de riquezas no município. Queremos buscar a valorização dos diferenciais e potenciais da região para atrair investidores, empresas e visitantes em setores econômicos estratégicos como a Inovação, Serviços, Turismo e outros”, explicou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Sérgio Sodré.

Ainda no campo do empreendedorismo, o trabalho do governo municipal em apoiar e desenvolver esse setor ganhou mais um reconhecimento do Sebrae. A Casa do Empreendedor da cidade recebeu o troféu que confere o “Selo Ouro” de Referência em Atendimento, a mais alta honraria no âmbito do estado do Rio de Janeiro, inclusive sendo um dos três municípios, entre 68, que conseguiram a nota máxima na avaliação.

“Passamos por avaliações, como número de atendimentos; cliente oculto, quando uma pessoa enviada pela entidade se passa por cliente para analisar o atendimento; palestras para os microempresários; e treinamento da equipe, entre outras. Ao todo, são 24 tarefas”, contou a coordenadora técnica da Casa do Empreendedor e administradora do Regin, Cristina Moura.

“É um trabalho feito por profissionais da prefeitura com o apoio do Sebrae. É importante assa parceria para levar orientação e capacitação a um número cada vez maior de empreendedores no estado”, frisou a coordenadora regional do Sebrae, Paola Tenchini, lembrando que o objetivo do prêmio é reconhecer e valorizar a qualidade dos serviços prestados pelos parceiros da entidade.

Geração de empregos

O incentivo ao empreendedorismo vem aliado ao trabalho da administração municipal para incentivar e fomentar a geração de empregos na cidade. E tem dado resultado, já que o município, em janeiro e fevereiro deste ano, liderou esse quesito na região Sul Fluminense, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgados em março. Foram 853 novos postos de trabalho criados nos dois primeiros meses do ano, aponta o levantamento.

“A indústria tem sido a que mais contribui para nossa cidade gerar mais empregos, mas o município busca sempre oferecer um ambiente bom para o comércio e outros setores, seja por meio de parcerias ou com ações próprias. Queremos que novas empresas invistam em Volta Redonda, assim como as que já são daqui possam crescer cada vez mais. Quem ganha é a população, com uma economia ativa, em desenvolvimento, gerando emprego e renda”, destacou o prefeito Neto.

Finanças em dia

Com a geração de empregos em alta e o empreendedorismo sendo fomentado, o município também vem atuando no sentido de recuperar, reorganizar e melhorar as finanças públicas. Dentre as estratégias adotadas pela administração municipal, está a ampliação da arrecadação própria, desenvolvida ao longo dos últimos três anos.

O efeito foi tão positivo que ganhou, neste início de ano, o reconhecimento do Centro de Liderança Pública (CLP), que divulgou nova atualização do Ranking de Competitividade dos Municípios. Em recente publicação pelas redes sociais, a organização independente aponta Volta Redonda como a primeira do Sul Fluminense com menor dependência fiscal, sendo a nona cidade no país.

De acordo com a Secretaria Municipal de Fazenda (SMF), para isso foi feito um trabalho de inteligência fiscal, redução de custos, planejamento estratégico e alinhamento entre os órgãos municipais para uso mais eficiente dos recursos. E, consequentemente, a cidade consegue trabalhar receita própria, e o recurso é revertido da melhor forma para o município.

Esse trabalho de inteligência fiscal aliado a outras ações contribuiu, inclusive, para que a administração municipal pudesse propor e ter aprovado agora em março o Projeto de Lei que concede reajuste salarial de 7% ao funcionalismo público, além de ampliar em valor e número de servidores atendidos pelos benefícios de alimentação.

“Importante destacar que esses reconhecimentos vêm de instituições independentes, com uma avaliação que mostra que estamos no caminho certo. Quero a agradecer aos servidores que tanto nos ajudam a tornar Volta Redonda cada vez melhor para todos, aos parceiros que nos ajudam nessa caminhada, e dizer: sabemos que ainda falta muito o que fazer, mas a trilha tem sido de muito trabalho, com resultados positivos, e a tendência é fazermos de Volta Redonda o lugar que sempre sonhamos em viver”, disse o prefeito Neto.

You may also like

Leave a Comment

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996