sábado, 31 de julho de 2021 - 02:16 h

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Volta Redonda registra primeira morte por dengue

Volta Redonda registra primeira morte por dengue

Matéria publicada em 27 de janeiro de 2016, 19:12 horas

 


Cidade já registra 140 casos da doença este ano e prefeitura promove megaoperação para combater focos do mosquito

Ação de emergência: Prefeitura de Volta Redonda planeja visitar todas as casas do município em busca de focos do aedes aegypti (Foto: Divulgação PMVR)

Ação de emergência: Prefeitura de Volta Redonda planeja visitar todas as casas do município em busca de focos do aedes aegypti
(Foto: Divulgação PMVR)

Volta Redonda – A cidade registrou oficialmente a primeira morte causada por dengue em 2016. A vítima é um homem de 55 anos, que morreu em um hospital particular. Ele tinha feito uma cirurgia de redução de estômago, o que representa um fator de risco, mas um teste rápido de dengue com resultado positivo confirmou a infecção com o vírus da dengue.
A cidade tem 140 casos confirmados de dengue em janeiro, número quatro vezes maior do que os 35 registrados em janeiro de 2015. Até o momento, não há casos suspeitos de chikungunya, mas há dois registros de gestantes que tiveram bebês com microcefalia. Ainda não há confirmação de que os casos tenham sido causados pelo zika vírus.
De acordo com os dados apresentados na reunião, o último LIRAa apontou infestação de 4% do mosquito Aedes aegypti, índice considerado de alto risco para dengue. A maior parte dos criadouros do mosquito continua sendo encontrada dentro das residências, com 39,3% das ocorrências em pratos e vasos de plantas e 21,7% em depósitos fixos (calhas, ralos e sanitários em desuso).
Uma das explicações para o aumento no número de casos de dengue em relação ao início do ano passado está ligada à volta das chuvas. O início de 2015 foi muito seco, o que faz com que as larvas do mosquito aedes aegypti, que transmite dengue, zika e chikungunya, fiquem incubados. A volta das chuvas fez com essas larvas eclodissem, aumentando os índices de infestação.

Esforço conjunto

Os números relacionados à dengue fizeram com que a prefeitura convocasse um esforço conjunto do Poder Público e toda a sociedade para a ação Volta Redonda Unida Contra a Dengue, que deve mobilizar nesta sexta-feira (29) mais de duas mil pessoas, em toda a cidade, no combate ao mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus – esta última associada ao grande aumento dos casos de microcefalia no Brasil.
O plano foi apresentado à Imprensa em entrevista realizada nesta quarta-feira (27), no gabinete do prefeito Antônio Francisco Neto, que contou ainda com a presença da coordenadora da Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, Janaína Soledad, da assessora técnica da SMS, Rosa Maria Silva, e do diretor executivo do Saae-VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Paulo Cezar de Souza, o PC.
— Todos estão acompanhando a situação da dengue no Brasil, e nós resolvemos nos antecipar e fazer uma coisa que ainda não foi feita: vamos colocar mais de 2 mil pessoas na rua na sexta-feira, entre as 8h e 11h, visitando todas as casas do município, convocando as pessoas para a luta contra dengue”, disse o prefeito Neto. “Temos cerca de 500 casas fechadas, mapeadas pelo Saae-VR porque não apresentam consumo de água, e vamos tentar entrar nestas casas para verificar a situação, se há a necessidade da retirada de algum material”, acrescentou o prefeito, ressaltando que uma lei municipal permite a entrada do Poder Público, em casos específicos, em casas fechadas, para verificar situações relacionadas à dengue.
“A ideia é mobilizar toda a PMVR e a sociedade, porque não é um problema isolado só do Poder Público, é preciso a participação de todos”, disse PC, lembrando que em uma reunião anterior, na segunda-feira (dia 25), várias entidades foram convocadas pelo prefeito Neto para participar da campanha, entre elas o 28º Batalhão de Polícia Militar; o 22º Grupamento de Bombeiro Militar; Aciap-VR (Associação Comercial Industrial e Agropastoril de Volta Redonda), CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas), AAP-VR (Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda), Sindicato do Comércio Varejista, Sindicato dos Metalúrgicos, Sider Shopping, e Falcões de Aço Motoclube.

Participação

PC explicou que a população pode participar da ação se inscrevendo no endereço eletrônico da PMVR – portalvr.com – onde poderá escolher o bairro que deseja participar.
“Cada bairro terá uma equipe e um líder, e quando a pessoa se inscrever no site vai receber essas informações – o ponto de encontro, o horário e quem ela deve procurar. A participação de todos é fundamental”, afirmou o diretor executivo do Saae-VR, ressaltando que esta é a primeira de uma série de mobilizações que irão ocorrer para combater o mosquito Aedes aegypti. As equipes também preencherão um relatório com as demandas de capina, limpeza e recolhimento de entulho e outros detritos que forem encontradas ao longo das visitas. “Isso será repassado posteriormente para as secretarias municipais de Serviços Públicos (SMSP) e de Obras (SMO)”, explicou PC.
“Se não conseguirmos visitar todas as casas, queremos chegar a pelo menos 70% delas, e iremos anotar o que não visitamos, para fazermos uma nova ação nestes locais”, salientou o prefeito Neto.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

14 comentários

  1. Esse pessoal tem mania de ter uma bagulhada no quintal.

  2. Mais uma vez, VR em Primeiro Lugar!!! Parabéns, prefeito Neto!!!

    • Realmente, Vicentinho…. Segundo os noticiários essa é a primeira morte do Estado!!!!

    • Volta Redonda está abandonada como na época do Wanildo.
      Diz o prefeito que não tem dinheiro para arrumar a casa, mas para bancar festinhas e viagens tem.
      A população quer saúde e educação de qualidade, quer uma cidade arrumada e não festinhas populistas.

  3. ENQUANTO ISSO, NO BAIRRO BELA VISTA, ENTRE AS RUAS 17-B E 17-F, TEM UM CHAFARIZ ABANDONADO CHEIO DE ÁGUA HÁ MAIS DE SEIS MESES E A PREFEITURA NADA DE PROVIDÊNCIAS. COMO DIZ O PROVÉRBIO: “EM CASA DE FERREIRO, O ESPETO É DE PAU.” SE A MANUTENÇÃO É DE RESPONSABILIDADE DA PMVR E ELA NÃO CUMPRE SUA OBRIGAÇÃO, COMO QUERER FAZER COM QUE OS OUTROS CUMPRAM A SUA PARTE?

  4. A prefeitura não cuida da cidade que está um matagal e cheia de buracos.No Belvedere só sabem cobrar iptu caríssimo, mas o bairro fica largado com matos no meio fio de 2 metros, a praça principal além do matagal tem galhos que caíram das chuvas.Se não vão fazer manutenção das praças para que plantam gramas…
    Sem contar que quando fizeram a reforma da praça principal tiraram todos os brinquedos que estavam bons …
    Para que serve praça sem brinquedo se é criança que frequenta a praça…

  5. As pessoas querem é que a prefeitura faça faxina na casa delas.Não adianta blá blá blá tem que punir , pois não limpam por preguiça.

  6. E os 500 buracos no asfalto de Volta Redonda que estão cheios de água não tapar não!

    • Já estourei um pneu em frente ao Portal da Saudade , ali tá cheio de buracos por sorte não ocorreu uma batida.
      Mas não é só lá que tem crateras é na cidade toda , tem que andar em zig zag tentando fugir dos buracos.Mas tem hora que ou você cai no buraco ou bate em um carro…

  7. E OS CONCURSADOS DA PMVR DE 2014

    Podia aproveitar e convocar os aprovados no concurso de 2014

  8. Cadê o carro fumacê?

  9. Todos na prefeitura ficam quietinhos até o momento que não dá mais para esconder o problema. Aí a coisa já espalhou. Número 4 vezes maior que janeiro do ano passado: tem sido assim, de 2 em 2 anos e mesmo assim as autoridades e o povo “come mosca” toda vez e não evitam a procriação dos mosquitos. E quem fiscaliza a sujeira acumulada no interior da usina da CSN, por conta dos dias chuvosos desse mês? A economia porca do Benjamin vai sair caro se os empregados acumularem licenças médicas.

  10. E os tais mosquitos de laboratório que já estão sendo soltos em Mato Grosso?São mosquitos modificados geneticamente que ao se acasalar com a fêmea do Aedes normal causa a morte das larvas,impedindo a proliferação do inseto.Vamos correr atrás disso prefeitura!Esperar toda a população se conscientizar não rola.Tem que procurar outras maneiras de incrementar o combate ao Aedes.

    • Uma boa sugestão para político corrupto também. Não sei o que está proliferando mais, se o mosquito ou os corruptos.

Untitled Document