terça-feira, 23 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Bastidores e Notas - Por Aurélio Paiva / Polêmica: Secretário de Barra Mansa afirma que Volta Redonda tomou terras ilicitamente

Polêmica: Secretário de Barra Mansa afirma que Volta Redonda tomou terras ilicitamente

Matéria publicada em 30 de agosto de 2015, 10:00 horas

 


Ronaldo Alves diz que o então 8º Distrito de Barra Mansa, que era Volta Redonda, não incluía nem a CSN e nem a Vila Santa Cecília. Será?

wp-coluna-bastidores-e-notas-aurelio-paiva

Ex-secretário de Planejamento de Volta Redonda e atual secretário de Planejamento de Barra Mansa, o arquiteto Ronaldo Alves incendeia a História destas duas cidades com uma revelação polêmica: a de que os poderosos políticos ligados a Volta Redonda, quando da emancipação da cidade (em 1954), tomaram na mão grande de Barra Mansa uma enorme área de terra que inclui toda a CSN, a Vila Santa Cecília e daí até a Ponte Alta, passando pelo São Lucas.
Segundo Ronaldo, a área do 8º Distrito, quando da emancipação, eram aquelas definidas pelo Decreto-Lei 1.056 de 31 de dezembro de 1943, que assim define os limites:
“Começa no marco existente na serra do Amparo; segue em retas sucessivas definidas por marcos, até o Rio Paraíba; desce por este, numa distância de 3.200 metros até a confluência com o Ribeirão Brandão; continua por este até as divisas com o Município de Piraí”.
O mesmo Decreto-Lei indica qual a divisa com Piraí:
“Parte da confluência do Ribeirão dos 3 Poços no Rio Paraíba; sobe pelo ribeirão, até sua nascente principal; daí, em reta, vai à nascente principal do córrego Serenon, afluente da margem direita do ribeirão do Brandão”.
Ronaldo tomou os mapas e concluiu que o decreto-lei federal é claro ao colocar a CSN e diversos bairros fora de Volta Redonda:
– Dessa descrição completa – diz ele – salta aos olhos de imediato quando observamos que o Rio ou Ribeirão Brandão, bastante conhecido dos voltarredondenses, só na área urbana corta até hoje toda a Vila de Santa Cecília, vindo do Bairro Siderópolis; todo o bairro 60, Tiro de Guerra, Rua 41; passa defronte o Hospital Vita (antes CSN), mergulha sob a ponte dos Correios e atravessa um trecho da Usina da CSN frontal ao Bairro Nossa Senhora das Graças e chega ao Rio Paraíba pela margem direita, defronte ao ex-Colégio Novo (Jardim Primavera), este na margem esquerda.
A descrição cartográfica do secretário mostra-se correta.
Neste caso, por que Barra Mansa não protestou?
Protestou e muito. Foi uma guerra, como veremos a seguir.

Barra Mansa venceu primeira batalha

Ronaldo Alves foi fundo nas pesquisas sobre aquele momento histórico da emancipação de Volta Redonda. Descobriu que a coisa não foi pacífica, ao contrário do que até agora se conta na História.
Na verdade, quatro meses depois da emancipação, ocorrida em 17 de julho de 1954, o então prefeito de Barra Mansa, João Chiesse Filho, pediu ao atual IBGE (então IGB, Instituto Brasileiro de Geografia) uma certidão definindo os limites de Volta Redonda.
Estava tocado o rebu.
O IBG não tinha outra alternativa a não ser informar o que estava na lei. E assim o fez, em 22 de dezembro do mesmo ano, quando efetivou a certidão confirmando que a CSN, entre outras áreas, ficava em Barra Mansa.
Seria um Natal feliz em Barra Mansa, se não fosse um detalhe: o IBG só divulgou a certidão seis meses depois, em 1º de junho de 1955, quando a publicou no jornal “O Estado”, de Niterói.
Foi tempo suficiente para que, neste intervalo, Volta Redonda contra-atacasse. Com muita força.

O contra-ataque de Volta Redonda

Os políticos de Volta Redonda contra-atacaram com artilharia pesada. Um petardo atômico explodiu sobre Barra Mansa: a Assembleia Legislativa do Estado do Rio aprovou, em 5 de abril de 1955, a Lei 2.185 estabelecendo quais seriam os limites do município recém-emancipado.
Nesta lei os limites originais foram alterados, criando a atual geografia da cidade: a CSN em seu território, assim como os bairros da Vila à Ponte Alta, passando pelo São Lucas.
Ronaldo Alves acredita que houve uma tramoia:
– Concluímos que o IBG demorou propositadamente a publicar a resposta ao questionamento de Barra Mansa, muito provavelmente por interferência política, e só a publicou  após a lei de esclarecimento de limites haver sido sancionada: lei com origem na Assembleia Legislativa onde pontuou o então deputado Vasconcellos Torres em três tentativas sucessivas, só logrando êxito na terceira.
Lei sancionada pelo governador Miguel Couto Filho.
Uma mostra da força política do líder da emancipação: Sávio Gama, primeiro prefeito de Volta Redonda.
Sem poder político para fazer frente à força de Volta Redonda na Assembleia Legislativa e no governo do Estado, Barra Mansa jogou sua última cartada:
Recorreu à Justiça.

Clima de revolta em Barra Mansa

Várias ações contra a lei estadual que ampliou os limites de Volta Redonda foram encontradas por Ronaldo Alves no arquivo-morto de Barra Mansa.
Em um mandado de segurança impetrado no Tribunal de Justiça, a prefeitura de Barra Mansa afirmava que a lei sancionada pelo governador “usurpou arbitrariamente porção do território da Impetrante para atribuí-las ao município de Volta Redonda.”
A Câmara, como litisconsorte no mesmo processo, foi até mais enfática. Chamou a definição dos novos limites de “espezinhamento” e “arbítrio” em um “mar de trevas” que “reduziu a farrapos princípios constitucionais”.
Disse ainda mais:
– A sanha iconoclasta das autoridades estaduais entendeu de bom arbítrio partilhar o território barramansense, doando o trecho espoliado ao agora município vizinho. A vítima da espoliação não foi consultada. Ao ato malsinado se deu efeito retroativo para maior injúria e maior dano a Barra Mansa.  (…). E assim se fez e assim se consumou o ato usurpativo, nunca dantes registrado em anais políticos e administrativos no Brasil.
Era a última batalha.
No fim, Barra Mansa não conseguiu vencer na Justiça.

Quais as terras originais do distrito?

Até o momento a impressão é de que Volta Redonda roubou terras que eram de Barra Mansa. Inclusive a área onde está instalada a CSN.
Mas ficam algumas perguntas no ar:
Por que todos chamavam a área em litígio de Volta Redonda?
Por que a própria CSN na época era conhecida como Usina de Volta Redonda.
Por que o projeto de construção da CSN se chamava Volta Redonda?
Em que pese Ronaldo Alves estar certo sobre os limites do 8º Distrito na época da emancipação, o fato é que antes não era bem assim.
Volta Redonda, desde que foi criada como distrito, em 1926, englobava sua área atual – inclusive a área onde está a CSN.
Vejam o que diz o instituto que criou o Distrito de Volta Redonda: o decreto estadual no 2.019, de 23 de outubro de 1926, aprovado a partir de um projeto do deputado Homero Leite, de Barra Mansa:
“A Leste, seguirá a margem direita e esquerda do Rio Paraíba com o Município de Piraí; ao Norte, com a Fazenda da Caieira e Roseira, de propriedade dos Srs. José Fortes & Rocha, Fazenda da Cachoeira, de propriedade de Dª Maria R. De B. Amorim, Fazenda de Santa e Três Barras, do Major Manoel Ferreira Da Silva, e Cachoeira, do Sr. José De Barros Amorim; a Oeste, com a Fazenda de S. Tiago, do Sr. Donato Pereira Leite, Sítio dos Carvalhos de propriedade do Sr. Maximiniano Cavassoni, Fazenda do Jardim, de propriedade do Dr. Mário De Oliveira Ramos, e Fazenda do Retiro, de propriedade do Dr. Alberto Roesch; ao Sul, com a Fazenda Ponte Alta, de propriedade do Sr. Manoel Barbosa, Fazenda S. Lucas, de propriedade do Dr. Carlos Haasis, Fazenda Santa Cecília, de propriedade do Cel. José Andrade Junqueira, e Fazenda do Guarda Mor, de propriedade do Sr. Sérgio Teixeira.”
Ali estão a Fazenda Santa Cecília (onde fica a CSN), a Fazenda Retiro, a Fazenda São Lucas e a Fazenda Ponte Alta, entre outras. Ou seja, a Vila Santa Cecília, e os bairros São Lucas e Ponte Alta.
Todas originariamente pertencentes do distrito de Volta Redonda.
O que aconteceu? Vamos ver a seguir.

Quem usurpou quem?

Na verdade, tudo indica que foram os políticos de Barra Mansa que primeiro conseguiram, diante da construção da CSN, em silêncio mudar os limites, passando para aquela cidade terras que eram do distrito de Volta Redonda, se precavendo de uma inevitável emancipação.
Sem que ninguém soubesse, conseguiram retirar do distrito original a área da CSN e as terras da Vila Santa Cecília até a Ponte Alta. Inclusive o Retiro.
Uma vez emancipado o distrito, os políticos barramansenses correram para a Justiça acenando os novos (e desconhecidos) limites que haviam conseguido enfiar em um decreto-lei de 1944, mudando a configuração original do distrito estabelecida em 1926.
Por este motivo a Assembleia Legislativa aprovou e o governador sancionou, em 1955, após a emancipação, a lei restabelecendo as terras originais de Volta Redonda.
Ou seja, não há santo nesta história em nenhum dos dois lados.
Nem heróis nem vilões.
Só a velha política em ação.

Rivalidades vão se acabando

Hoje Barra Mansa e Volta Redonda vivem quase que como uma única cidade. As fortes rivalidades do passado são hoje meros resquícios de feridas que não devem ser reabertas.
Por fim, o propósito da coluna – e também do secretário – em levantar tais acontecimentos é o resgate da História.
Ninguém pretende começar, pela região, a Terceira Guerra Mundial.

mapa

 

 

 

 

 

 

AURÉLIO PAIVA | aurelio@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

60 comentários

  1. Avatar

    Esse cidadão podia ter levantado essa questão quando estava na prefeitura de Volta Redonda, vive pulando de galho em galho e não é levantando polêmicas que vai ajudar a cidade de Barra Mansa.

  2. Avatar

    >>>>>>> FREQUENTO A CIDADE DE BARRA MANSA…. ADORO O SEU POVO E ESTA CIDADE MARAVILHOSA… E AOS FRUSTRADOS ….. ACHO QUE ESTES QUERIAM TER NASCIDO NESTA CIDADE E ESTAR MORANDO POR LA MORO EM NOVA IGUAÇU E NUNCA VI NINGUEM FALAR MAU DAS CIDADES VIZINHAS…. GOZADO NE !!!!!! O ODIO POR ETNIAS POR AI E MUITO GRANDE

  3. Avatar
    Alfredo José Brandt

    Muito bom saber a história da região. Como diz o velho ditado ” O mundo é dos mais espertos”, alguém foi naquela época. Assim como várias outras demandas, foi esquecida, esse não é o x da questão, como se diz, “agora já era”, mas é bom saber que poderia ser diferente, a incógnita é, seria melhor ou pior?

  4. Avatar
    André luiz de Oliveira

    Barra Mansa, é igual o Paraguai,a única coisa que vai pra frente é o atraso.

  5. Avatar

    Ronaldo, voce era mais inteligenteKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  6. Avatar

    Ronaldo, voce era mais inteligenteKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  7. Avatar
    Preguiça do Parque

    SAAE de VR é responsável pelo abastecimento de água da região leste. Sem falar nas escolas municipais da PMVR que recebem muitos alunos da região leste, segundo matéria veiculada hoje na imprensa local a UPA da região leste tá passando por problemas de falta de luz.

  8. Avatar

    Telefone é ramal de VR, água é comprada do SAAE/VR. Não é uma situação normal para um bairro de uma cidade… Imaginem a Ponte Alta tendo a maioria dos ônibus indo para Barra Mansa, a água sendo fornecida por Barra Mansa e o número de telefone sendo 3322-xxxx? Seria no mínimo estranho… Fato é que a Periferia Leste é um enclave

  9. Avatar

    Mais uma matéria sensacionalista sem pé nem cabeça . VR e BM são cidades irmãs seus cidadãos deveriam parar
    com este bairrismo idiota. Eu mesmo tenho inúmeros amigos em BM. Cada cidade tem a sua característica , suas qualidades e também suas deficiências.

  10. Avatar
    RICARDO MELO (ATERRADO VR)

    Barra Mansa é uma cidade mais evoluída, não querem a maior poluidora do Brasil em suas terras.

    • Avatar

      A poluição que Barra Mansa expõe ao Brasil é a poluição visual. Eta cidadezinha feia sô ! Feiura plena !

    • Avatar

      É tão mané que pensa que vão acreditar que ele é de VR por usar esse nome. Sonha não, barramansuíno sem shopping! Quem é tubarão não se passa por sardinha… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

    • Avatar

      ISSO AI. TANTAS COISAS MAIS IMPORTANTES PARA RESOLVER… APESAR QUE, BARRA MANSA NÃO DÁ CONTA NEM DO SEU ESPAÇO DIREITO, A CIDADE É INFELIZMENTE MUITO FEIA E MAL CUIDADA. MUITO DIFERENTE DE VOLTA REDONDA.

  11. Avatar

    podia passar um trator em BM e fazer campo de futebol, autódromo, etc etc !!! O lugar ridículo

  12. Avatar

    “MORADOR ANO BOM” vc disse tudo, esse Individuo devia é se preocupar com o Futuro da Cidade ao invés de ficar remexendo no passado. Porque não se preocupa com os moradores da região leste, que dependem de VR pra tudo só o IPTU que é “roubado” pela BM.

  13. Avatar

    A rivalidade entre as duas cidades terminou devido à insignificância barramansense.

  14. Avatar
    Para Al Fatah e leitor

    E mais ou nenos o que querm fazer com Barra do Piraí (Califórnia) agora, sem plebicito na caneta apenas por interreses políticos

  15. Avatar

    “Sem poder político para fazer frente à força de Volta Redonda na Assembleia Legislativa e no governo do Estado(…)”… Já naquela época?!

  16. Avatar

    PELO VISTO FALTA SERVIÇO PARA ESSE SECRETÁRIO !

  17. Avatar

    Caramba Aurélio, viu a polemica que vc arrumou com essa matéria? De qualquer modo toda discussão sobre o tema e mto válido. Assim as pessoas revelam suas paixões pelas suas cidades. Mas não esqueçamos meus caros tudo isso e BRASIl antes de qualquer coisa. Parabens ao DV.

  18. Avatar

    Observando o mapa da reportagem, o limite em branco do rio Brandão parece mais original e coerente e não uma tentativa de englobar a CSN em BM. O limite em vermelho é muito artificial, estranho e parece sim uma tentativa de separar a CSN de BM. Geralmente no Brasil, quando há rios próximos, eles são utilizados como limites, dificilmente excetua-se algum pequeno território como na foto e cria-se uma limite com linha imaginária próximo do rio. Muito estranho, na foto parece uma clara tentativa de separar a área de interesse, não fosse a CSN, esse limite vermelho imaginário não tem lógica nenhuma mesmo.

  19. Avatar

    E Santa Rita de Cassia .

  20. Avatar

    Os bairros Roma I e II receberam calçamento nas ruas quando o Pezão era prefeito de Piraí, que também construiu a pequena estrada que facilitou a circulação de ônibus do lado de lá da Dutra, aquela via onde hoje está a obra do Hosp. Regional. Água tratada tinha e era da Cedae até mesmo durante um tempo depois que o prefeito Neto foi obrigado pela justiça a assumir aquele território. As coisas melhoraram por lá sim, mas em troca de receber lá a Cadeia Pública e a tal instituição para jovens infratores, únicas grandes obras que foram construídas rapidamente, ao contrário das demais. Até cobertura de ponto de ônibus demora…

  21. Avatar

    Emancipação no Estado democrático é algo patético! A soberania de um município deveria ser respeitada, assim como a comunidade internacional respeita a soberania de cada país em seus territórios. A ALERJ, que é na realidade pessoas (deputados) de vários municípios do Estado, não deveria poder impor divisão de municípios. Imagina se a comunidade internacional impusesse a divisão do Brasil, não pode, pois somos soberanos. A ALERJ também não deveria poder retalhar municípios, pois esses deveriam serberanos e não pertencem as demais municípios do Estado e seus deputados.

    • Avatar

      Emancipação, no estado democrático, é nada mais que democracia, desde que todas as partes sejam consultadas, diferente do que muitas vezes ocorreu. Soberania vale para o país, não para seus entes federativos… Convém lembrar que a Constituição naquela época não era a mesma que vigora hoje (desde 1988). Aliás, a grande maioria das emancipações coincidiu com períodos democráticos, como no final dos anos 40/meados dos 60 e final dos anos 80/meados dos 90, até que foi promulgada uma lei que dificultou o processo, tornando-o mais rigoroso…

      No mesmo período que VR, inúmeros municípios foram instalados. Só no RJ podemos citar alguns, como Mendes, Paracambi, Paulo de Frontin, Miguel Pereira, Meriti e Caxias…

    • Avatar

      Tudo bem, hoje em dia está certo, todos os habitantes do município devem ser consultados se ele deve ser divido ou não, isso é democrático. E a decisão se haverá ou não consulta deveria partir do governo municipal e não externamente. E outra coisa os municípios do Estado deveriam ser unidos e não totalmente subordinados aos outros através da ALERJ, pois isso não é democrático e liberal. Todos os municípios emancipados que você citou, a população toda não foi consultada e lesou de algum modo os municípios antigos do Estado autoritariamente. No passado o município não podia receber uma indústria grande um pouco afastada do Centro que logo havia uma emancipação. Qual era o objetivo, incentivar indústrias no centro das cidades?

  22. Avatar

    Se continuar reclamando, vamos mostrar o estado em que vivem os barramansenses e vamos levar o resto também.

  23. Avatar

    Pelo visto o municipio de BM deveria entregar sua terras aos vizinhos.

  24. Avatar

    Quem era o prefeito na época da emancipação de VR. Ontem como hoje os políticos são mal visto.

  25. Avatar
    Morador de Barra Mansa

    Um ótima oportunidade para a Região Leste mudar para Volta Redonda,
    o que seria mais que justo, pois eles não gostam de Barra Mansa,
    não estudam, não trabalham, não compram e o pior não votam em
    Barra Mansa. Nem a água é de Barra Mansa.
    O custo para manter aquele região digna é muito alto para a cidade, visto
    que a arrecadação deve ser muito baixa.
    As duas cidades ficariam felizes para sempre.

    • Avatar

      Sou morador da região leste, sou professor e já ensinei muito metido a besta como você a ler e escrever. Suas afirmações são sem fundamento, de uma pobreza infinita. O que a região leste precisa é de gente com visão empreendedora, que saiba gerar recursos e que não fique sentado em uma cadeira esperando o povo pagar o IPTU para desviar verbas públicas.

  26. Avatar

    Em tempo: deve esta faltando serviço para fazer em Barra Mansa, pois o nobre secretário bastardo fica remoendo arquivos mortos em pleno horário do batente.

  27. Avatar

    É um arquiteto frustrado. Não conseguiu nada, politicamente falando, dentro de Volta Redonda. Daí se refugiou em Barra Mansa. Aqui na Cidade do Aço se juntou ao grupo do ” só Jesus Cristo é honesto” e como sempre será derrotado, fica puxando saco de Barra Mansa inventando besteirol, quem sabe para proteger cargos.

  28. Avatar

    Parabéns pela matéria Aurélio!

  29. Avatar

    Na verdade, as terras originais, que haviam sido restabelecidas em 1955, foram erroneamente modificadas em 1984, num acordo entre limites que tirou a atual região do 9 de Abril de Volta Redonda. Cabe lembrar que ela está, justamente, na área da antiga Fazenda São Lucas, de propriedade da família Haasis, cuja sede, hoje, fica no bairro Jd. Guanabara. Que se respeite a legislação correta, de 1926.

    • Avatar

      Sim. O correto é a linha limítrofe seguir pelo córrego Ponte Alta e dali até as cabeceiras do Brandão. O limite atual é muito confuso, não há marcos físicos visíveis delimitando…

  30. Avatar

    Nunca é demais lembrar que foi o Sr. Ronaldo Alves que provou que os bairros Roma I e II e outros daquela região pertencem à Volta Redonda e nunca foram território de Piraí, este sim um invasor. E a administração do Sr. Neto nada fez na época. Depois de tudo resolvido pela justiça, o local virou moeda de negociação política do prefeito, com instalação de cadeia pública, instituição para jovens infratores, amontoado de moradias populares e pouca contra-partida para os moradores em geral.

    • Avatar

      Veja como está o Roma agora e compare como era antes, quando pertencia a Piraí. Repare a bobagem imensa que vc está dizendo… Pra começar, os terrenos mais que decuplicaram de valor de lá para cá. O bairro recebeu praças, asfaltamento, calçadas, escola, UBS, água encanada (era de poço antes), CRAS e mais horários de ônibus, enfim, é um outro bairro, que agora pode desenvolver seu potencial estando vinculado a um município mais desenvolvido e melhor administrado…

  31. Avatar
    Odorico Paraguaçú

    Esse secretário é tão bom,que mudou de Volta Redonda para Barra Mansa,porque apenas lá,suas bobagens são aceitas.Continue em Barra Mansa secretário,o IPTU,é mais barato,e os serviços são excepcionalmente compatíveis com a política e a cidade.Sem mais,cidadão de Volta Redonda com orgulho!Não queremos a periferia leste de BM,pode ficar para vocês!

  32. Avatar
    Cidadão Voltarredondense

    Ótima matéria do Sr Aurélio Paiva.
    Barra Mansa sempre querendo dar um jeitinho de tomar pra ela o que na verdade é nosso.
    Bem que na matéria, o jornalista poderia falar sobre os distritos de Santa Rita de Cassia, Nossa Senhora do Amparo e a questão da Periferia Leste de Barra Mansa. Li reportagens anos atrás de que o limite entre as duas cidades seria a rodovia Presidente Dutra. Ou seja, toda a Periferia Leste de BM, seria parte do território voltarredondense.

    • Avatar

      Vc tá sabendo mais que o IBGE. Essa discussão, sobre a Região Leste, já foi feita entre os anos 70 e 80, onde o IBGE fez um estudo, e concluiu que o atual limite daquela região, é o atual… Não diga besteira que não sabe!

    • Avatar
      Cidadão Voltarredondense

      Caro Smith. Quem sou eu pra saber mais que o IBGE?
      Estou apenas comentando uma notícia de anos atrás.
      Esta notícia foi baseada em cartas topográficas realizadas pelo IBGE em 1973, onde se constava que a periferia leste de Barra Mansa pertenceria a Volta Redonda.
      Inclusive a própria prefeitura de Volta Redonda em um de seus mapas inclui esta região.
      Aqui esta o link do mapa.
      http://www.portalvr.com/geo/index.php

    • Avatar

      Brasileiros são tudo uns bostas mesmo! Em vez de compartilhar a riqueza que a CSN trouxe à região, para um desenvolvimento mais igualitário, não! Cria-se um pequeno lugar com todos os recursos, e a vizinhança fica à míngua. Fizeram com VR, o que fizeram com Porto Real, um lugar pequeno, mas com muitas indústrias, onde os recursos ficam concentrado em um pequeno lugar, e o resto fica praticamente abandonado!!!
      Riqueza só pra alguns, os demais pão e água!
      Os brasileiros são muito “espertos”…

  33. Avatar

    O choro é livre,e se encher o saco iremos tomar Amparo e São José do Turvo também!Secretário idiota,aliás,Barra Mansa tem tantas terras,mas,resolveu se instalar ao lado da linha de trem,muito progresso!Cuide do que você possui,antes de querer reivindicar alguma coisa!

  34. Avatar

    E Barra Mansa, há poucos anos, mudou arbitrariamente os limites do distrito de Floriano, que antes englobavam bairros como Vila Ursulino, Vila Maria e outras partes que ficam na margem esquerda do Rio Bananal, anexando-os ao distrito-sede. Deve-se lembrar que houve um movimento latente de anexação do distrito ao município, que não sei se ainda existe, mas certamente foi o pivô dessa mudança…

  35. Avatar

    Na série Volta Redonda Toma-Tudo o próximo alvo será a região leste de BM… até a Dutra de baciada. Depois de Piraí e Barra do Piraí as conquistas arigós continuarão século XXI a dentro.

  36. Avatar

    Volta Redonda, terra de gente boa.

  37. Avatar

    Aurélio, parabens pela matéria a divulgação e questionamentos oportunos. Gostamos do nosso vizinho é claro. Mas amamos VR.

    • Avatar
      ABRAHAM JASPER...( O EX: APOSENTADO), LIVRANDO-SE DO CLONE¹

      Por falar em jagunço, quem irá fazer a declaração de guerra. Nesse conflito armado, sou mais VR.

  38. Avatar

    Perdeu Barra Mansa! Deu o golpe primeiro, mas levou um contra-golpe. Já vi foto antiga do terreno da Usina onde o Rio Brandão passava mais a oeste do traçado canalizado atual, ou seja, no mínimo aqueles almoxarifados da CSN, próximos aos bairros Jardim Paraíba e N.Sra. das Graças, seriam de V. Redonda e o restante da Usina pertenceria à B. Mansa. Quanto à mais da metade da Vila e o Conforto estariam bem pior hoje, depois que a CSN entregou a administração para a administração pública. Imagine aquele território administrado por Barra Mansa nos últimos 50 anos?

  39. Avatar

    “Ex-secretário de Planejamento de Volta Redonda e atual secretário de Planejamento de Barra Mansa, o arquiteto Ronaldo Alves”. POR QUE NÃO LEVANTOU ESSA POLÊMICA QUANDO ERA SECRETÁRIO DE PLANEJAMENTO DE VOLTA REDONDA?

  40. Avatar

    Deus nos livre fazer parte de Barra Mansa ! ô lugar feio ! kkkkk

  41. Avatar
    Preguiça do Parque

    Há… mas, bem que podiam entregar Barra Mansa inteira de escritura passada e tudo para Volta Redonda. Seria tudo de bom!

    • Avatar

      fala bosta nao. sempre morei em bm e a pouco (2 anos) vim pra vr… sempre trabalhei em vr, mas desde que me mudei pra cidade passei a utilizar os serviços… da uma saudade de bm, a upa tem medico, pediatra… demora, mas funciona, nao como a upa em vr a ultima vez q fui tava marcando tempo medio de espera de 6 horas e alguns minutos (o monitor que chama as pessoas na parte de baixo tem o tempo d espera), escola cheia de ratos (moro em frente a uma e ja mostrei pra diretora da escola q me pediu tempo pra resolver essa semana estou levando imagens da minha camera ao mp), alem de minha esposa gravida que tem 2 meses que nao consegue uma consulta de pre natal. ou seja fala merda nao… vr, cidade bonita, mas os serviços “públicos” nao funcionam.

    • Avatar

      kkkkkkkk então por que esta infeliz aí não volta para a “maravilhosa” Barra Mansa ? Diz que os serviços públicos da Cidade do Aço não funcionam mas se esquece de dizer que os serviços públicos executados nos bairros limites da periferia leste, que pertencem a Barra Mansa, provém de Volta Redonda. Assim como os serviços públicos realizados no complexo Califórnia, cuja origem é Barra do Piraí, são realizados por Volta Redonda. Quem fala merda ? Também, já é pobre vinda de Barra Mansa….imagine que bairro ela teve que escolher em Volta Redonda.

    • Avatar

      Cantinflas, os serviços públicos da Região Leste são feitos pela PMBM! Nâo diga o que não sabe!!!

Untitled Document