segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / A nova crise iraniana e suas consequências

A nova crise iraniana e suas consequências

Matéria publicada em 10 de janeiro de 2020, 13:23 horas

 


Assassinato de general iraniano por drone americano provoca especulações bizarras na internet

Minha vizinha anda com medo da Terceira Guerra Mundial. E veio me perguntar se corremos o risco de sermos atingido por algum míssil lá em Pinheiral. Tudo por causa das bobagens que andam circulando pela internet depois do assassinato do general iraniano Qasem Soleimani no dia 3 de janeiro. Meu pai, que vivenciou a Segunda Guerra Mundial, costumava dizer que “em tempo de guerra, mentira é como terra”. E naquele tempo não tinha o WhatsApp e outras redes sociais para espalharem boatos e fantasias criadas pelas mentes mal informadas. Tentei explicar para minha vizinha que nem os mísseis Hellfire americanos nem os petardos da Guarda Revolucionária Iraniana têm autonomia para atingir Pinheiral se forem disparados lá do Oriente Médio.
A ideia de uma nova guerra mundial, “a terceira e última”, vem dos tempos da Guerra Fria. Quando Estados Unidos e União Soviética acumularam um arsenal de armas termonucleares suficientes para destruir o planeta várias vezes. Isso aconteceu no período que vai de 1950 até o governo Ronald Reagan nos anos de 1980. Os tempos mudaram. Hoje em dia a ameaça de um novo conflito mundial ficou muito distante. O futurólogo israelense Yuval Harari acha que a guerra se tornou obsoleta. Ela prejudica a economia e os negócios de potências como a China e não traz vantagem nenhuma para os países envolvidos.
É por isso que hoje em dia as atividades bélicas estão reduzidas a conflitos regionais, guerras civis dentro de países e ataques terroristas. Que podem ser do tipo terrorismo de grupos radicais e o terrorismo de estado. Vejamos o caso da atual crise Estados Unidos-Irã. Donald Trump, o presidente americano que ordenou a morte do general iraniano, enfrenta sérios problemas em seu próprio país.
Recentemente o Congresso dos Estados Unidos aprovou um processo de impeachment contra Trump. Devido a suas relações com governos estrangeiros, como o da Ucrânia. O processo ainda precisa ser aprovado pelo senado, onde o Partido Republicano de Trump tem maioria. Mas, mesmo que o impeachment de Trump seja bloqueado pelo senado, ele vai prejudicar muito os planos do presidente de se reeleger para um novo mandato no final do ano. Sempre que um presidente americano enfrenta problemas domésticos ele tenta criar uma ameaça externa. Uma crise capaz de desviar a atenção da mídia e dos eleitores.
Daí o ataque contra o comboio do general iraniano no aeroporto de Bagdá. Qasem Soleimani foi aliado dos Estados Unidos durante a luta contra o Estado Islâmico. Mas, era acusado por Trump de planejar ataques contra “alvos americanos”. Uma situação semelhante aconteceu em 1986, quando o então presidente Ronald Reagan ordenou um ataque contra a Líbia do coronel Muamar Kadafi. O ataque seria uma represália contra um ataque terrorista a uma discoteca frequentada por militares americanos em Berlim. Em 1986 não existiam aeronaves de controle remoto e dezenas de aviões tripulados participaram do bombardeio.
Kadafi alegou que o ataque tinha causado a morte de sua filha adotiva. E jurou vingança contra os Estados Unidos. A vingança veio em dezembro de 1988, quando terroristas líbios explodiram um Boeing 747 da empresa americana Pan American sobre Lockerbie na Escócia. Matando 270 pessoas. Foi o início do isolamento e do enfraquecimento da ditadura Kadafi. Dificilmente o Irã dos aiatolás vai repetir o mesmo erro. E mesmo no caso de um ataque terrorista iraniano as opções americanas são muito limitadas. Uma invasão do Irã e uma guerra em grande escala provocariam centenas de mortes americanas. E Trump sabe que suas chances de reeleição cairiam para zero ante a visão de militares americanos retornando para casa dentro de sacos plásticos.

 

Destroços: O ataque no aeroporto de Bagdá


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

15 comentários

  1. Avatar

    GUTO PARABÉNS, VOCÊ É A LUZ NESTA ESCURIDÃO ESQUERDOPATA, AGORA SE ALGUÉM ESCREVE CERTO OU NÃO, NÃO IMPORTA, O QUE IMPORTA É O CARÁTER, COISA QUE OS VERMELHOS NÃO TEM.

    • Avatar
      Dilatador Esfincteriano

      Mais um que fugiu do colégio, arrumando desculpa pra sua.burrice. Pobre de direita é o Suíno festejando o frigorífico.

  2. Avatar

    A esquerda apoia o Irã, pois no Irã as mulheres são apedrejadas se pulam o muro e não acontece nada com os homens; os gays são assassinados; os ladrões são enforcados em praça pública para o povo ver o desespero e o horror de uma pessoa morrendo nessas condições! Além do mais o Irã apoia o terrorismo internacional enviando milhões de dólares para grupos terroristas na Ásia e na África! E no Irã eles explodem avião antes para perguntar depois se era avião inimigo ou não!
    O PT e os partidos de esquerda apoiam o Irã e são contra os EUA! Eu sou à favor dos EUA e contra o Irã, pois sou cristão e democrata!
    O que dizer do PT que apoia países anticristãos?!
    Como diria o jornalista Boris Casoy: “Isso é uma vergonha!”…

  3. Avatar

    Se antes Trump já era favorito à reeleição, com essa jogada de mestre vai ganhar de lavada.

  4. Avatar

    Onestidade.? Kkkkkkkkkkk, cala boca burro. Antes de escrever asneira vá fazer um curso de lingua portuguesa e bons modos, talvez assim vc tenha mais respeito pelas pessoas.

  5. Avatar

    Manda ela fazer arminha e dizer deus salve bolsotrump

  6. Avatar

    Para esse Jorge assim como para tido esquerdista, tudo deveria ser resolvido no toma lá dá cá. Para ele as coisas deveriam ser feitas como fez Obama(enviou alguns milhões para acalmar o Irã). Para o Jorge dinheiro vale mais que a vida das crinacas, pais e mães mortas pelos terroristas do Irã. Pobre Jorge, Já um senhor de cabelos brancos que chegará ao fim de uma vida inteira sem valores morais, honra, onestidade. Que vida mais miserável deve ter sido a sua. Digno de pena.

    • Avatar
      Dilatador esfincteriano

      Tudo bem latino-americano odiar o Irã pra lamber bolas do Trump, mas precisa cometer atentados terroristas ao idioma como escrever “onestidade”?

    • Avatar

      Digno de pena és tu, que tem dificuldade c a língua portuguesa..

    • Avatar

      Onestamente, vc fugiu das aulas de português…

    • Avatar

      Kkkkkkkkk esses idiotas úteis são hilários. A única coisa que sempre conseguem questionar quando alguém lhes mostra como são imbecis, é procurar algum erro de escrita kkkkkkkkkk. Serão sempre idiotas úteis kkkkkkk

    • Avatar

      Xarle, esse monte de “kkkkk” é excitação de argola? Vc é um pobre coitado “ilário”.

    • Avatar

      Meu DEUS, esse povo é memso doente. Osmar tem.que desenhar para vc? Questione com argumentos amiguinhos, agir como criancinha é que te faz ser esse idiota útil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document