quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Aumenta o som

Aumenta o som

Matéria publicada em 25 de janeiro de 2020, 06:00 horas

 


A música é positiva para a saúde, proporcionando bem-estar, além de incentivar novas possibilidades, catarses e desenvolvimentos

Ontem eu aumentei o som e dancei na sala da minha casa com os meus filhos. Foi bom, e hoje tem mais. Como a música é capaz de nos fazer bem, como é capaz de nos fazer viajar, como nos potencializa a paz. De acordo com Bertold Brecht, “Todas as artes contribuem para a maior de todas as artes, a arte de viver”. Nesse sentido, a música colabora, em grande escala, para proporcionar bem-estar e redimensionar de modo benéfico a capacidade de reflexão das pessoas, principalmente, quando cumpre um papel crítico. Sendo assim, essa arte tem efeitos consideráveis para a sociedade, para cada um de nós, além de impulsionar alguns jovens brasileiros a transformarem suas vidas. Um menino e um violão podem mudar o mundo, ou pelo menos o mundo a sua volta.
Há um estudo da Universidade de Helsinque, na Finlândia, que aponta que o hábito de ouvir música clássica protege o cérebro de doenças neurodegenerativas, como Parkinson e Alzheimer. Nesse ínterim, buscar o contato cotidiano com melodias harmoniosas torna-se atividade importante, uma vez que abrange aspectos emocionais do indivíduo e fortalece seu sistema imunológico. Então eu ouço música e ainda me faço bem. Para o corpo, para o cérebro, para a alma. Bacana, não?
Para Arthur Schopenhauer, “A arte é uma flor nascida no caminho da nossa vida e que se desenvolve para suavizá-la”. Ademais, a música pode possibilitar ascensão social e mesmo trabalho para muitos artistas. Imaginemos uma educação que nos ensine a ouvir e a produzir música, imaginemos uma educação que contemple a qualidade de vida por meio da música. Utopia? Será mesmo?
Fica claro, portanto, que a música é positiva para a saúde, proporcionando bem-estar, além de incentivar novas possibilidades, catarses, desenvolvimentos. O que nos resta, a não ser ligar a vitrola e ouvir Bethoven, Belchior, Betânia ou Beyoncé. o importante é ser feliz, e, enquanto as escolas não promovem a revolução na educação, nós podemos promover a revolução dentro das nossas casas, que é, na verdade, onde tudo realmente começa. Inclusive um mundo melhor.
Aumenta o som, por favor.
Boa leitura,
TMJ!

Raphael Haussman. É professor, Coach, consultor e apaixonado por educação e desenvolvimento humano e, ainda, pai da Raphaela e do Theo.

Nosso dicionário:

*Bertold Brecht – Eugen Bertholt Friedrich Brecht (Augsburg, 10 de fevereiro de 1898 — Berlim Leste, 14 de agosto de 1956) foi um dramaturgo, romancista e poeta alemão, criador do teatro épico anti aristotélico.

*Reflexão – Segundo o dicionário, uma reflexão é o mesmo que uma meditação, pensamento ou análise detalhada sobre um assunto, sobre si próprio ou sobre algum problema ou sentimento.

*Universidade de Helsinque – A Universidade de Helsinque é a maior e a mais antiga universidade da Finlândia. Ela é multidisciplinar e oferece uma grande variedade de cursos de mestrado ministrados em inglês.

*Doenças neurodegenerativas – As doenças neurodegenerativas são doenças incuráveis e debilitantes que têm como consequência a degeneração progressiva e morte dos neurónios.

*Parkinson e Alzheimer – Ambas as doenças são neurodegenerativas, progressivas e sem cura, as quais afetam o sistema nervoso central.

*Sistema imunológico – O sistema imunológico, através de células específicas, atua no processo de defesa do organismo contra invasores, tais como microrganismos ou substâncias nocivas.

*Arthur Schopenhauer – Arthur Schopenhauer (Danzig, 22 de fevereiro de 1788 — Frankfurt, 21 de setembro de 1860) foi um filósofo alemão do século XIX, fez parte de um grupo de filósofos considerados pessimistas.

*Utopia – No sentido geral, o termo é usado para denominar construções imaginárias de sociedades perfeitas e, portanto, inexistentes e idealizadas.

*Catarses – Segundo Aristóteles, a Catarse era o estado de purificação da alma experimentada pela plateia através das diversas emoções transmitidas no drama.

*Vitrola – Vitrola ou Toca-discos é um aparelho eletrônico ou aparelho de som para tocar discos de vinil.

*Bethoven – Ludwig van Bethoven (Bonn, batizado em 17 de dezembro de 1770 — Viena, 26 de março de 1827) foi um compositor alemão, considerado um dos mais influentes compositores de música clássica no mundo.

*Belchior – Antônio Carlos Belchior (Sobral, 26 de outubro de 1946 – Santa Cruz do Sul, 30 de abril de 2017) foi um cantor, compositor, músico, produtor, artista plástico e professor brasileiro.

*Betânia – Maria Bethânia Viana Telles Velloso (Santo Amaro, 18 de junho de 1946) é uma cantora e compositora brasileira.

*Beyoncé – Beyoncé Giselle Knowles-Carter (Houston, 4 de setembro de 1981) é uma cantora, compositora, produtora musical e atriz norte-americana de música R&B e pop. A cantora é considerada a mulher do século no mundo pop.

*Revolução na Educação: Enquanto o sistema de ensino tradicional permanece com os padrões do século 19, a realidade do mundo moderno busca pessoas criativas, que consigam comunicar suas ideias e colaborar com os outros. Dessa forma, cada vez mais a necessidade de modernizar os modelos de ensino vem sendo discutida.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document