>
segunda-feira, 27 de junho de 2022 - 17:49 h

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Cada dia conteúdos menos relevantes nas redes sociais, de quem é a culpa?

Cada dia conteúdos menos relevantes nas redes sociais, de quem é a culpa?

Matéria publicada em 22 de junho de 2022, 17:57 horas

 


Quando trabalhava aqui no Diário do Vale, sempre me perguntava porque as pessoas só curtiam, compartilhavam e comentavam notícias ruins, fofocas ou escândalos de qualquer assunto. Até hoje confesso que não consegui uma resposta de um psicólogo, psiquiatra ou outros, para entender o motivo dessa busca incessante por assuntos tão pesados.

Já vi profissionais renomados perdendo horas criando conteúdos valorosos para ganharem pouquíssima notoriedade, muitas vezes levando informações importantes, que pudessem agregar muito valor na vida das pessoas e profissionais, mas quase ninguém dá importância para conteúdos assim.

O número crescente de usuários e conteúdos nas redes sociais fez com que a qualidade despencasse, afinal, ter criatividade todos os dias não é para todo mundo certo? Imagine postar de duas em duas horas, que é o que normalmente os “feras” da internet orientavam fazer até alguns dias atrás.

A cada dia que passa os vídeos menos elaborados, mais leves, memes, tem caído na graça da maioria das pessoas, e devido a queda do engajamento e visualizações por conta das atualizações do Instagram, o algoritmo mudou novamente e lá vamos nós correr atrás dele de novo.

A imprensa normalmente é julgada em postar na capa reportagens de homicídios, escândalos políticos e acidentes. Mas a pergunta é, se tiver uma reportagem fofinha na capa com casais apaixonados, você compraria? Todos os veículos também precisam de visualização, venda, e etc, e os influencers ou os “buscadores da fama”, ficam o dia todo pensando em burlar a sua mente com estratégias para prender a sua atenção por pelo menos 3 segundos, que é o tempo que o algoritmo precisa para contabilizar a sua visualização.

São milhares de usuários atualizando stories do instagram, do facebook, feeds, reels, tiktok, status do whatsapp, linkedin, fora todos os diversos aplicativos que são criados diariamente. Que todo mundo está conectado, isso sem dúvida, cada vez mais desesperados tentando buscar vender seus produtos e ganhar dinheiro na internet como milhares de pessoas tem conseguido, mas a pergunta é: até onde isso vai? Você está consumindo qual informação? O que você está buscando para a sua vida?

Enquanto estivermos dando engajamento para os conteúdos de péssima qualidade, continuaremos em queda com as visualizações e engajamentos, pois a cada dia estamos perdendo o que há de mais importante para uma sociedade que busca qualidade de vida, cultura, educação e informações relevantes.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. A desgraça do mundo é política e religião e quando falamos a verdade você só encontra inimigos a mentira é o maior alimento do mundo.

  2. Dragão do Voltaço

    As pessoas de hoje acabam optando por mexer com coisas reais, buscando ser descoladas no contexto social. Muitos não querem saber de histórias criadas, elaboradas, o que exigiria pensar. E pensar não é uma coisa que se encaixa no perfil do brasileiro, de uma forma geral. O brasileiro gosta das coisas fáceis, inúteis; é o famoso bordão Gersoniano “gosto de levar vantagem em tudo”. Pobres dos artistas de verdade, que hoje em dia morrem de fome por não conseguirem expressar sua arte, mesmo depois de anos de estudo, ensaio e talento empregados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document