terça-feira, 10 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Caindo na real

Caindo na real

Matéria publicada em 20 de junho de 2015, 07:00 horas

 


wp-coluna-entornando-o-papo-nelson-rodrigues-filho

 

Nada tão óbvio como falta um armador ou organizador no time brasileiro.
Quando a Colômbia passou a dominar na primeira fase, sentimos o quanto nossa seleção é fraca.
Olhávamos para nosso meio-campo e não sentimos nenhuma confiança.
O Willian, o melhor dos quatro que conduziam o setor, estava mal. Marcelinho (um novo Felipe Melo?), Elias e Fred são a marca registrada desse futebol que não aceita o Ganso. É muita forçação de barra.
Já tínhamos ido mal contra o Peru, mas um golzinho nos descontos “transformou”, como num passe de mágica, uma atuação razoável em uma excelente e vigorosa partida. Afinal, tínhamos vencido mais uma. Onze vitórias na nova era Dunga.
A mídia saudava como um grande feito, ainda que vários adversários eram fracos e nosso futebol bastante medíocre.
O Neymar, sim, faz a diferença.
E vivas à política de resultados!
Desta vez, no entanto, o craque não fez uma boa partida.
Muito marcado, sempre recebendo umas pancadas algo maldosas, nosso craque se enervou e como o diálogo com seus companheiros é de mão única, pouca coisa de bom ocorreu.
A Colômbia foi melhor, mas poderíamos ter empatado. E outra vez, teríamos sido enaltecidos.
Porém, o Firmino conseguiu perder um gol sem goleiro.
Neymar entrou na provocação e foi expulso. Ficará de fora pelo menos dois jogos.
Muitos erros de passe marcaram essa derrota que embolou o grupo que vai resolver quem sai e quem fica somente na próxima rodada.

Por Nelson Rodrigues Filhonelson.filho@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    A cada semana esta coluna fica cada vez mais irrelevante e curta. Só o DV ainda não percebeu.

    • Avatar

      Então pode esquecer, pois Vc e eu demos audiência. kkkkkkkkkkkkk Do mesmo jeito que clicam na foto do Lula (próximo presidente) dando audiência e mais audiência a ele e assim todos os jornais publicam, assim será com essa coluna.

      Por ser incompreensivo é melhor o Nelson Rodrigues falar de política. Certamente trará mais audiência e poderá liberar o Calife para narrar o que acontece pelo espaço e pelas nuvens, já que ele gosta de viver no mundo da lua. rsrsr. Mesmo assim penso que ele devia voltar e trazer as BELAS matérias do descaso em Pinheiral, sobre os interessantes “causos” acontecidos dentro do ônibus para Pinheiral e sobre Branco, seu cachorro amigo.

Untitled Document