segunda-feira, 19 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Cia da Lua passará por bairros de Angra dos Reis

Cia da Lua passará por bairros de Angra dos Reis

Matéria publicada em 20 de julho de 2016, 07:30 horas

 


Apresentações fazem parte de um projeto de conscientização ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente

wp-coluna-em-cena-joao-vitor-monteiro-novaes

O grupo angrense Cia da Lua fará, a partir de amanhã, dia 21 de julho, a circulação por cinco bairros distintos de Angra dos Reis, com o espetáculo “Chora Rio, Rio Chora”, com direção de Zequinha Miguel.

As apresentações fazem parte de um projeto de conscientização ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Angra dos Reis, que além do espetáculo, vai oferecer uma oficina teatral para as escolas e comunidades com o objetivo de preparar os alunos para atuarem junto ao elenco na apresentação.

– Com a certeza de que nenhum homem pode negar sua existência, como um rio, não nega o mar, o texto chama a responsabilidade do homem em cuidar do legado divino que temos em abundância, a água fonte de toda vida – explica o ator da companhia, Mauro Nask.

A circulação começará no dia 21 e fará seu encerramento no dia 30, e contará sempre com a mesma logística: após a realização da oficina teatral na escola, os artistas e os alunos sairão em procissão pelas ruas do bairro, portando velas, sinos e entoando uma ladainha que clama pela limpeza dos rios. Ao término da procissão é encenado o lamento do rio, que é clamado através de uma adaptação do texto bíblico Pai Nosso, que suas águas voltem a ser limpas.

O diretor Zequinha, que é um dos fundadores da companhia, destaca que “durante o cortejo várias pessoas que acompanham se emocionam ao relembrarem o passado com saudosismo”.

– Elas seguem o grupo e cantam junto, fazendo uma notável homenagem aos rios que banham a cidade e sofrem com poluição de lixos e esgotos – diz.

Programação:

Dia 21 – Bracuí – Escola Municipal Áurea Pires da Gama

Dia 25 – Campo Belo – Escola Municipal Mauro Sérgio da Cunha

Dia 28 – Jacuecanga – Escola Municipal Cornelis Verolme

Dia 29 – Frade – Escola Municipal Prefeito José Luiz Ribeiro Reseck

Dia 30 – Vila do Abraão – Ilha Grande – Casa de Cultura da Vila do Abraão

 Conscientização: Atores da companhia angrense Cia da Lua apresentarão o espetáculo ‘Chora Rio, Rio Chora’ (Fotos: Divulgação)


Conscientização: Atores da companhia angrense Cia da Lua apresentarão o espetáculo ‘Chora Rio, Rio Chora’ (Fotos: Divulgação)

foto 2

Grupo angrense Artêros é convidado para se apresentar no Uruguai

O grupo angrense Artêros foi convidado para participar do Festival de Escenas Breves (Cenas Breves) na cidade de Montevidéu, no Uruguai. O evento acontece por meio do Instituto de La Juventud, órgão máximo de representação dos jovens do país latino americano, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social do país.

A cena curta será “A Cabaça da Existência”, que fará sua estreia internacional. O grupo lançou na internet uma ação de financiamento coletivo afim de arrecadar fundos para custear a viagem e as doações podem ser feitas pela página  (benfeitoria.com/arterosnouruguai).

– Fazer parte de toda a história que “A Cabaça da Existência” está construindo para o grupo é completamente mágico. O convite veio em um momento de reforçar os planos do grupo e confirmar que estamos na trilha certa – celebra o diretor do grupo, Ramon de Souza.

Amanhã, dia 21, o grupo se apresenta na 2ª Feira MultiCultural do CEFET Angra, no Parque Mambucaba, e dia 24, apresentará no encerramento do Festival Cenáculo, no Teatro Raul Cortez, em Duque de Caxias.

A atriz Letícia Mendes ressalta que quem quiser participar do financiamento basta entrar no site (benfeitoria.com/arterosnouruguai) e participar.

– A campanha é clara e bem objetiva. O financiamento coletivo é uma troca, onde todos ganham ou ninguém perde. A cada colaboração há uma recompensa. Essa também é uma forma de todos ajudarem a realizar essa viagem e fazer parte desse sonho, com benefício – diz.

As viagens e trocas têm possibilitado ao grupo fortalecer seu trabalho, reafirmando a potência e a qualidade do teatro angrense nos palcos por onde passa.

 ‘A cabaça da existência’: Grupo angrense Artêros é formado por Beth Leite, Vitória Lopes, Ramon Souza e Letícia Mendes


‘A cabaça da existência’: Grupo angrense Artêros é formado por Beth Leite, Vitória Lopes, Ramon Souza e Letícia Mendes

Dia Mundial de Contar Histórias acontece em Angra dos Reis

A Red Internacional de Cuentacuentos (RIC), é uma rede de contadores de histórias que tem participantes espalhados pelo mundo inteiro, e na cidade de Angra dos Reis o representante da associação é o artista Glauter Barros, que realizou no mês de junho o evento “Histórias para mudar o mundo”.

Glauter, que sempre participou desde quando surgiu o evento em 2010, destaca que “a ideia é que nesta data, inúmeras pessoas no mundo todo contem histórias, criando assim uma grande rede de contadores”.

– É válido contar em casa, escolas, ruas, praças, teatros. A cada ano mais pessoas e países participam deste movimento. Em 2012, mais de 350 pessoas em 30 países de todos os continentes participaram contando histórias – conta.

O evento, que levou encantamento e magia através da oralidade, aconteceu para o Núcleo de Convivência da 3ª Idade, que funciona no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) no bairro do Frade.

 Frade: O ator, palhaço, diretor e produtor cultural Glauter Barros rodeado pelas participantes do Núcleo de Convivência da 3ª Idade


Frade: O ator, palhaço, diretor e produtor cultural Glauter Barros rodeado pelas participantes do Núcleo de Convivência da 3ª Idade

 

 

JOÃO VITOR MONTEIRO NOVAES  | joao.vitor@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document