quinta-feira, 16 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Clarear os cabelos sempre foi um dos serviços mais procurados nos salões de beleza

Clarear os cabelos sempre foi um dos serviços mais procurados nos salões de beleza

Matéria publicada em 26 de março de 2015, 06:44 horas

 


Atualmente de tudo que tenho visto e que me tem sido pedido, são os loiros mais frios e uniformes, sem muito contraste

wp-coluna-diva-da-beleza-fabio-bittencourt

luzes

Platinado e frio quase de uma cor só

Se a escolha for essa, saiba que a tendência em cor de cabelo está a seu favor, mas você vai ter que considerar basicamente dois pontos que devem ser observados antes.

São esses: 1. O tom da pele – a maioria das brasileiras têm a pele amarelada e por isso não combinam com esse tom de cabelo, que segura o charme para as de pele clarinha/rosada.

  1. A textura dos fios – cabelos que necessitam de algum tipo de alisamento não resistem a ambos processos químicos. Devido também à manutenção frequente, se fará necessário optar por uma ou outra. Excessos de clareamentos e progressivas revelam um cabelo com pontas esbranquiçadas e esticadas, deixando um aspecto que não é bonito.

Para manter o efeito platinado frio dos fios, os produtos de pigmento violeta são bem-vindos e vão te deixar livre do amarelado, mas não podem ser usados sempre.

Já as máscaras de hidratação serão suas melhores amigas.

 

equipesalao

Nas fotos à direita: As gêmeas Gabriella e Rafaella Almeira e também Larissa Laborato

 Loiro natural uniforme

Os tons amanteigados são uma ótima opção para quem não busca um clareamento extremo. Vejo muitas meninas de quinze anos acertarem quando alcançam um clareamento perfeito e menos agressivo, mantendo a naturalidade tão própria dessa fase. Respeitar a beleza de cada idade é um princípio fundamental para garantir um resultado aprazível a longo prazo e tornar o dia-dia realmente mais luminoso.

Fábio Bittencourt | fabiobitten@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document