quarta-feira, 24 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Bastidores e Notas - Por Aurélio Paiva / Como gastar dinheiro para perder eleitores

Como gastar dinheiro para perder eleitores

Matéria publicada em 29 de novembro de 2015, 09:00 horas

 


Sem entender muito bem como funcionam as mídias sociais, o PT acaba financiando o ódio contra ele mesmo

wp-coluna-bastidores-e-notas-aurelio-paiva

No futuro os pesquisadores sobre comunicação certamente ficarão pasmos com o que ocorre no Brasil da internet e da política partidária. Tentarão entender como um partido majoritário e de massas, como o PT, conseguiu gastar tanto dinheiro em comunicação digital e obter o resultado inverso do que pretendia: perder possíveis eleitores, ao invés de conquistá-los.

Nos blogs governistas, nas áreas de comentários dos sites, nas redes sociais, impressiona como qualquer pessoa que manifeste um único pensamento contrário ao partido vire “coxinha”, defensor da ditadura, agente da CIA, portador de “complexo de vira-latas”, imbecil, burro, burguês, elitista, reacionário e outros inúmeros adjetivos mais contundentes.

A situação se agravou a partir de 2011, quando o PT contratou os MAVs (militantes em ambientes virtuais), muitos deles remunerados, para fazer este tipo de ataque.

Só que os MAVs não são apenas intelectualmente despreparados: são também jihadistas. Qualquer um que não manifesta a totalidade da sua crença é um infiel a ser abatido. Com isso vão transformando a imagem do partido em uma espécie de Estado Islâmico da política nacional.

Blogs remunerados com dinheiro de estatais – em alguns casos até por dinheiro de origem duvidosa – muitas vezes usam argumentos em defesa do governo ou do partido que chegam a ser engraçados, de tão grotescos.

Mas o pior: incrivelmente, gente do próprio governo e do partido não só acredita nos argumentos sem pé nem cabeça, como acha que influenciam alguém a seu favor.

É uma coisa muito estranha.

O Pensador Coletivo que pensa tudo errado

MAV significa Militância em Ambientes Virtuais. O movimento e a sigla foram criados em um congresso do PT em 2011. Uma excelente definição do que é este movimento foi feita pelo sociólogo Demétrio Magnoli, em artigo publicado na Folha de São Paulo:

– São núcleos de militantes treinados para operar na internet, em publicações e redes sociais, segundo orientações partidárias. A ordem é fabricar correntes volumosas de opinião articuladas em torno dos assuntos do momento. Um centro político define pautas, escolhe alvos e escreve uma coleção de frases básicas. Os militantes as difundem, com variações pequenas, multiplicando suas vozes pela produção em massa de pseudônimos. No fim do arco-íris, um Pensador Coletivo fala a mesma coisa em todos os lugares, fazendo-se passar por multidões de indivíduos anônimos. Você pode não saber o que é MAV, mas ele conversa com você todos os dias.

Pois é. O projeto parecia interessante, mas trouxe alguns problemas. Primeiro, os militantes (na maioria das vezes remunerados) que atuam na linha de frente praticamente só conseguem reproduzir respostas que lhes vieram prontas. Segundo, os formuladores do topo mostram que, em termos de estratégia digital, são meros fanfarrões.

Resultado: comentários fora do contexto das conversas, textos sem nenhum nexo e argumentos tão tolos quanto patéticos.

Tudo isso seria até engraçado se não fosse por um detalhe: o recheio deste bolo mal feito é ainda pior. Ele vem recheado de um ódio contra tudo e contra todos que não façam parte da jihad.

Quando o inimigo passa a ser qualquer pessoa

Especulo que, a princípio, a cúpula do MAV tenha distribuído os discursos de ódio para que os militantes virtuais da ponta atacassem os inimigos do partido e do governo.

Parecia uma boa ideia.

Mas foi o mesmo que entregar armas de destruição em massa nas mãos de jihadistas radicais e esperar que eles identificassem quem é o inimigo. Como não sabem como fazê-lo, o inimigo é… qualquer um.

Se você postar em um grande portal, por exemplo, uma crítica ao atendimento em um hospital federal já corre o risco de ser massacrado. Se usar palavras como “mensalão” ou “Lava-Jato” você certamente vai ser massacrado.

É uma espécie de sharia (lei islâmica) petista: cometa o mais leve “pecado” e vão lhe apedrejar.

Com isso, diariamente milhares de pessoas que não eram contra o PT ou o governo – muitos até simpáticos a ambos – se viram sob uma artilharia de ataques, calúnias e ódio que certamente jamais presenciaram em toda a história de sua vida.

Querer atrair simpatia com ódio e apoio com repulsa é algo que desafia qualquer raciocínio minimamente lógico.

Uma igreja que prega só para os seus já convertidos

Outra coisa interessante é a quantidade de sites e blogs que, a exemplo dos MAVs, reproduzem o mesmo discurso e, muitas vezes, os mesmos artigos e as mesmas notícias. E na mesma linha errática: argumentos toscos e discurso agressivo contra qualquer possível opositor.

Por ter na ponta da linha gente mais intelectualizada que no MAV, estes blogs produzem textos mais elaborados, mas também muitos textos igualmente risíveis, incapazes de converter uma só alma ao projeto do partido e do governo.

Financiados normalmente por estatais federais, nestes blogs os articulistas parecem estar em um concurso sobre quem mais defende o governo e o partido e quem mais ataca qualquer um que os desagrade.

Por exemplo, qualquer juiz, procurador ou delegado que tome a mais ínfima decisão que desagrade ao governo ou ao partido é imediatamente desqualificado não só com xingamentos, mas com calúnias, enxovalhamento e depreciação do seu caráter.

Acreditar que este tipo de ação pode convencer algum indeciso a posicionar a favor do governo ou do partido é uma ilusão primária. O que estes blogs fazem é pregar para os próprios convertidos. Pescam todos no mesmo aquário. Não convencem a ninguém. O máximo que conseguem é o resultado final do MAV: criar inimigos que não existiam.

A única diferença é que o MAV cria inimigos entre os eleitores em geral, enquanto os blogs escolhem como inimigos do governo e do partido pessoas ou categorias com poder de decisão.

É um jogo muito perigoso.

Uma cegueira coletiva atinge a comunicação

Em 1960 houve o primeiro grande debate presidencial transmitido pela TV nos EUA. O debate entre Nixon e Kennedy. Neste caso ocorreu algo curioso: Nixon ganhou entre os que ouviram o debate pelo rádio, mas Kennedy arrasou entre os que o assistiram pela televisão.

Ou seja, o discurso de Nixon pode até ter sido melhor, mas estava ali uma nova mídia, a televisão, e nem Nixon nem a maioria dos políticos e profissionais sabiam direito como usá-la.

O resultado, na TV, um Kennedy alto, bonito e elegantemente vestido debatendo com um Nixon mais baixo, com a barba por fazer, amarrotado e, sem maquiagem, expondo seu crônico problema de sudorese.

Foi a partir deste debate que os especialistas entenderam que a TV era uma mídia totalmente diferente daquelas até então conhecidas.

A comunicação do governo e do PT age como Nixon diante desta nova mídia chamada internet. Seus formuladores atuam nela maciçamente sem entenderem que estão atuando de forma equivocada. Para tentar melhor resultado, ampliam a cobertura equivocada. Quanto mais ampliam o equívoco, piores os resultados.

Nenhum profissional de comunicação ligado ao governo ou ao partido vai dizer isto aos seus líderes. Mesmo porque seria suicídio econômico: a maioria deles vive exatamente deste sistema tão ineficaz quanto milionário.

Ou seja, o rei vai continuar achando que está exibindo uma linda e moderna roupagem de comunicação, quando na verdade caminha pelado pelas redes sociais.

Mas os súditos do seu séquito de mídia jamais mostrarão ao rei sua nudez, pois são todos alfaiates que se sustentam adornando esta roupa imaginária.

Consideração final

O presente artigo é sobre comunicação. Não é sobre política partidária. Nem sobre o discurso de ódio na internet, que se espraia entre pessoas das mais variadas tendências partidárias, políticas, ideológicas, sociais e culturais. É sobre um projeto de comunicação digital de dimensão inédita cujos efeitos são contrários aos pretendidos.

 

g - duende

Despreparado, o responsável por postar os comentários do MAV acaba atacando quem é e quem não é inimigo do partido e do governo

g - presidentes

Primeiro debate presidencial dos EUA transmitido pela TV , em 1960, foi vencido por Kennedy, enquanto na transmissão do mesmo debate por rádio Nixon venceu. Uma nova mídia tem que ser usada com habilidade ou vira um desastre


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

42 comentários

  1. Avatar

    Me parece que ocorre exatamente ao contrário, com requinte de preconceito disparado contra os petistas,PTralhas, pão com mortadelas e uma infinidade de ofensas publicado em meio de comunicação de primeira grandeza, tudo aceito por uma sociedade que sendo antiPT, se sente em um nível social acima dos que eles chamam de pobres e analfabetos, e em gera nordestino eleitor do PT.
    Não sei como esse ódio foi construído, mas que foi planejado foi.

  2. Avatar

    Fora PT ! Fora Dilma ! Fora PT ! Libertemos o país deste mal que vem sendo expurgado da América Latina.

  3. Avatar

    Pelo palavreado nota-se que a cultura é rasteira, daí não devemos levar em conta as besteiras ditas.
    Está perdoado.

  4. Avatar

    Este senhor é só mais um que usa sua posição para fazer ataques ao PT, nada de novo é só ver matérias anteriores publicadas neste jornal, como nós não temos jornal e apoio da mídia temos que gritar nós mesmos.O mais engraçado é ele ter a cara-de-pau de dizer no final que o artigo não é sobre política é sobre comunicação.Tá de brincadeira.

  5. Avatar

    Enfim, quer dizer que pegaram o pensamento e temperamento do nosso ex-presidente e atual pai de de filhos gênios, e espalharam pela internet. Tem que ser coisa desse partido criado por sindicalistas.

  6. Avatar

    A avaliação do colunista é tecnicamente perfeita.
    Radicalizar o voto anti-pt , tratando seus críticos de coxinha,reacionários,golpistas e etc… é cristalizar o voto desses críticos na oposição.
    Num país onde as eleições quase sempre se decidem em dois turnos quem tem a menor rejeição leva vantagem.
    Não é atoa que os votos no Aécio,na última eleição, foram em sua grande maioria, votos anti-pt/Dilma. Dos 49% de votos que o Aécio teve, 33% foram votos anti-pt/Dilma ( fonte IBOPE).
    Uma grande parte dos hoje denominados,coxinhas, reacionários, golpistas e etc…foram eleitores do Lula e do PT, que hoje se sentem traídos e discriminados pelo partido dos trabalhadores e seus blogs e fakes.

    • Avatar

      Criaram o nós (mocinhos PeTralhas) ) contra eles (bandidos – nós partidarios da meritocracia e competência) e deram literalmente um tiro no pé, concordo totalmente contigo, quando carimbam de coxinha, golpista, etc só conseguem semear o sentimento anti bolivariano !!! Os MAVs pioram em mjuito esse cenário
      Et, já fiz essa lambança de votar nesse grupo, ainda bem que desisti na 1ª vez que fiz isso (2º mandato do CHEFE do grupo)

    • Avatar

      Os melhores colocados nas pesquisas são financiados pelos empreiteiras, desvios do lava jato, Petrobrás, etc

      Eles jorram dinheiro no primeiro e tbm no segundo colocado nas pesquisas para o POVINHO escolher. Assim qualquer um que ganhar será obediente às empreiteiras.

      Todos sabem votar; só não sabem escolher. rsrsr

  7. Avatar

    Bom e informativo texto.

    Confesso que nunca procurei saber o que é MAV.
    infelizmente as reações ao texto mostram como as pessoas, ou algumas pessoas, ainda estão no clima de “Nós contra eles”, sendo que não achei o texto ofensivo ao PT, mas explicativo sobre uma estratégia falha.

    Não porque vc mostra um erro de uma pessoa ou organização que vc a está ofendendo.

    Por mim, comecei, nas últimas eleições, a criticar excessos de ambos os lados mas como a maioria de meus amigos virtuais eram Petistas (como eu ERA, diga-se de passagem) eram eles a mais se ofenderem.

    Eu votei na Dilma (como antes) e tinha eaperancas de um governo melhor. Mas com certeza, mesmo tendendo à esquerda, acho que tem muito radical defendendo o partido mais com ódio que com argumentos.

    E achar que qualquer crítica é uma ofensa é um primeiro sinal dessa radicalização que só traz prejuízos.

  8. Avatar

    A realidade descrita no artigo condiz muito mais com a militância antipetista nas redes socias, que despeja ataques incessantes de todo o tipo contra o PT e os governos petistas mas se mostra completamente incapaz de travar um debate político minimamente qualificado. A maior evidência do que digo é a derrota dos antipetistas nas quatro últimas eleições, em que pese apoio de quase toda a grande mídia aos candidatos da oposição. Comparar o poder de fogo da grande mídia hostil ao PT com os “blogs governistas” é risível. Fico a pensar o que leva o experiente jornalista Aurelio Paiva a escrever um texto tão inconsistente quanto o que se apresenta.

  9. Avatar

    O colunista foi parcial. Só por exemplo, cito a avalanche de ofensas dirigidas à população nordestina no Facebook, assim que foram divulgada a vitória de Dilma. É difícil crer que uma suposta falta de habilidade de um partido no uso das redes sociais possa despertar, de per si, o ódio dos adversários, inimigos e detratores.
    É igualmente pouco aceitável a noção de que estes também não tenham seus MAVs, agressivos e pródigos em inventar boatos e notícias falsas para que as pessoas simples as propaguem sem o mínimo critério: vide o delinquente líder do “movimento” Revoltados online…

  10. Avatar

    Assim o MAVs religiosos já estão aderindo o movimento para 02/10/16. Um padre que recebeu Título de cidadão voltaredondense já se antecipou e criou uma página promovendo o petista que lhe indicou o título.

    Em janeiro entram tbm os MAVs dos assessores, cargos comissionados e RPAs de politiqueiros. Eu estou combatendo eles, mas preciso de ajuda porque em janeiro até 02/10/16 entrarão muitos e muitos.

    Até meses atrás os MAVs dos assessores promoviam o voto NULO, voto em BRANCO e para DEIXAR DE VOTAR. Vamos ver qual será a próxima deles.

    OBS. Eu estou esperando qual será a deles para trocar de apelido para combatê-los.

  11. Avatar

    É Aurélio, gostava dos seus textos sobre história da nossa região, acho até que você deveria continuar nessa linha. Depois que li seu texto sobre os Ateus e esse texto sobre “Comunicação”, a DECEPÇÂO foi total, pelo único motivo de ver você, um jornalista conceituado, escrever com tamanha PARCIALIDADE. Usa de um veículo de comunicação para expressar suas crenças pessoais e não cita com honestidade a enorme quantidade de intelectuais e cientistas Ateus que realmente fizeram trabalhos fundamentais para a humanidade. Não informa, como deveria, que os blogs e sites dos opositores aos Petistas são doentes conservadores e são os verdadeiros propagadores de ódio na rede, aqueles que divulgam inverdades e satanizam qualquer ação de cunho social desse governo. Seus dois textos apenas contribuíram para o preconceito e o analfabetismo político que assolam esse país.

  12. Avatar

    A mídia manda neste país por décadas (a morte de Getúlio teve pressão midiática) e posso lhes garantir que ela não é favorável ao governo atual. Recomendo o livro “O quarto poder” de Paulo Henrique Amorim”.

  13. Avatar

    Gosto muito de ler suas publicações, independente de concordar ou não com elas. São mais aprofundadas, mostram um cuidado maior em buscar um histórico, uma fonte e geralmente trazem uma informação ou algo que o leitor desconhece. Na presente publicação o foco foi a crítica a uma estratégia digital partidária e suas possíveis consequências. Seria interessante saber o que se passa do outro lado. Vide o blogueiro Gravataí, que por vias tortuosas também era remunerado pelo Governo do Estado de São Paulo. Nessa guerra digital não tem santo, nem de um lado, nem do outro.

  14. Avatar

    Interessante que o ETA BOBINHO (que é um MAV aspone de um candidato derrotado) destila diariamente seu mal humor e suas noites sem namorar sempre com a mesma ladaínha sobre os 95 mil eleitores nunca conseguiu convencer ninguém pois não tem a capacidade de debater pois é típico de MAV não apresentar argumentos,propostas, soluções e apenas fazem oposição kamikaze. Todo cidadão tem o dever de fiscalizar os cargos eletivos porém sempre pensando no interesse coletivo.

    • Avatar

      Caro pagodeiro, aponte ao menos um comentário que achas que foi fruto de invenção de minha parte.

      Concordo contigo que devemos pensar sempre no interesse coletivo, mas não no interesse de 95 mil eleitores que escolheram um prefeito corrupto que não cumpre as leis, incluindo a lei contra nepotismo nomeando o próprio irmão como secretário, além de não cumprir o que promete (a rodovia do contorno e “Regularizar o PCCS até 31/10/13” são algumas delas)

  15. Avatar

    Acertou mais uma vez. Só acrescento que parte do que era esperado está se cumprindo, ou seja, transformar o país num eterno fla-flu. Um povo dividido entre classes sociais, cor da pele, profissão, sexo, religiosidade. Eles erraram, mas nem tanto.

  16. Avatar

    Caramba, bastou uma pequena isca e a pescaria foi farta,,,,,,concordo totalmente, não aceitam críticas, acreditam estar acima do bem e do mal e a estratégia nazista de propaganda se exauriu

  17. Avatar

    Os fundamentalistas de direita também têm os seus “MAV’s”, só não foram bons de voto até 2014, pelo menos. Se comentar, mesmo em um blog democrático, que os principais partidos de oposição têm históricos de corrupção tanto quanto o PT e seus aliados, a agressão dos reacionários é imediata, e é chamado de “petista” e “comunista” mesmo sem ter votado no PT ou qualquer partido de esquerda. Mas o povo que decide uma eleição majoritária não está nem aí para essa discussão. O que faz um governo perder eleição é a falta de dinheiro no bolso do eleitorado, mas conferir mesmo só em outubro de 2016 e de 2018.

  18. Avatar

    É como dizia o síndico: isso aqui não pode dar certo. Aqui, traficante se vicia, cafetão se apaixona, prostituta tem orgasmo e pobre é de direita…

  19. Avatar
    Coxinha de cidade-operária

    Essa menção à TV lembrou-me a edição do “jornal” Nacional à véspera das presidenciais de 1989. O debate entre Lula e Collor foi criminosamente editada para favorecer este último (Boni recentemente admitiu isso).

    Agora, o que dizer de gente que ainda acredita que Lula é bilionário da Forbes, Lulinha é dono da Friboi, Bolsa-Família deixa o beneficiário vagabundo, vivemos numa ditadura comunista bolivariana, Dilma doou dinheiro para Cuba, FHC criou o Plano Real, Lula ganhou triplex no Guarujá, na ditadura não havia corrupção, se houvesse impeachment Aécio assumiria, não existiu mensalão tucano, a Petrobras faliu, que somos milhões de Cunha?
    Aí, eu peço a fonte da “informação” e os coxinhas esperneiam e dão resposta do tipo “tá em todas as revistas, saiu na internet”.

    • Avatar

      Amigo, o texto é claro na concepção, e as reações mostram que acertou em cheio

    • Avatar

      Suas declarações demonstram que o Brasil hoje está repleto de pessoas sérias sábias e não manipuláveis por uma mídia ditatorial.

    • Avatar

      A realidade descrita no artigo condiz muito mais com a militância antipetista nas redes socias, que despeja ataques incessantes de todo o tipo contra o PT e os governos petistas mas se mostra completamente incapaz de travar um debate político minimamente qualificado. A maior evidência do que digo é a derrota dos antipetistas nas quatro últimas eleições, em que pese apoio de quase toda a grande mídia aos candidatos da oposição. Comparar o poder de fogo da grande mídia hostil ao PT com os “blogs governistas” é risível. Fico a pensar o que leva o experiente jornalista Aurelio Paiva a escrever um texto tão inconsistente quanto o que se apresenta.

  20. Avatar

    Os “seguidores ideológicos do PT” são os idiotas úteis. Toda e qualquer ideologia política que não lê vá em consideração seus erros, tende a se autodestruir. Exatamente o que vemos hoje com o PT.

  21. Avatar

    Ridículo este seu texto. Sou petista, ainda não filiado, mas sou. Defendo os meus pontos de vista, à esquerda, mas sempre de maneira saudável. Doença, ódio irracional eu vejo muito é nesses grupos de direita, dos quais você deve fazer parte da maioria. Foi lindo acompanhar a página dos Revoltados ONLINE no período da “ocupação” de 50 barracas vazias e meia dúzia de gatos pingados. O Marcello ONLINE REVOLTADOS Reis dizendo, em um vídeo: “Não sei como vai ser, porque nós somos pouco mais trinta, e dizem que a Marcha das Mulheres Negras mais a CUT estão vindo pra cá e somam mais de trinta mil pessoas, vamos ver se a polícia defende a gente. kkkkkkkkkkkkkkkk”. Eu adoro ver páginas direitistas. È melhor do que Chaves.

  22. Avatar

    descoberta a profissão do ETA POVINHO….kkkkkkk

    • Avatar

      Se combater os 95 mil eleitores corruptos do prefeito corrupto for uma profissão da MAV, então eu sou o número 1. E digo mais: sou assim com muito orgulho.

  23. Avatar

    Aurélio Paiva eu ti admirava, até ouvir tamanha alienação de tua parte.

    • Avatar

      Não se discute o valor de uma pessoa apenas concordando-se ou não com o que ela diz, mas sim pela forma que é dito e com que intenção… Ninguém vai pensar igual a vc e falar o que vc quer ouvir todo o tempo, a não ser que sejam bajuladores, mas estes não se admira…

    • Avatar

      futurista, no final do texto o Sr Aurélio coloca claramente que a intenção do mesmo é sobre comunicação, se comunicar da forma escrita, falada, etc, é saber se expressar com educação e respeito com a maneira de pensar e agir dos outros, essa mania que alguns tem de impor e obrigar que o mundo tem de obedecer os seus caprichos e se não o fizer são tachados de bandidos, corruptos e por aí afora, já deu, isso é ridículo, por favor já chega.

  24. Avatar

    Tio Èta povinho, eu dedico do fundo do meu coração este texto pra você.

    • Avatar

      Vc conseguiu ler tudo???? Parabéns então!

      Talvez se controle na defesa dos 95 mil eleitores corruptos e aprenda como eles são guiados pelos assessores, cargos comissionados e RPAs de politiqueiros. E digo mais: a partir de janeiro não será fácil combatê-los aqui e nas demais mídias.

      Por isso que VR precisa de sua ajuda e de todos que puderem estar nas mídias enfrentando esse batalhão que entrará em ação, afinal descobriram que é mais barato agir através dos MAVs do que comprar voto por R$ 50,oo.

    • Avatar

      Tio Êta povinho, li sim como todos os outros textos e entendi direitinho nas entre linhas o que estava escrito e não senti nenhuma vontade de comentar antes nada sobre a maldade do Sr Aurélio, simplesmente por achar de uma pobreza tamanha, diferente de você e o autor que aproveita qualquer oportunidade para fazer exatamente a mesma coisa que PT e todos os outros partidos fazem. Só te peço que não me ofenda ao pedir que te ajude a ironizar, humilhar, debochar dos moradores de Volta Redonda.

Untitled Document