domingo, 26 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / De olho no teatro

De olho no teatro

Matéria publicada em 27 de janeiro de 2016, 07:30 horas

 


Peça ‘Corra que o cego vem aí’ estará em cartaz para uma curta temporada no Teatro Municipal Drº Câmara Torres, em Angra dos Reis

wp-coluna-em-cena-joao-vitor-monteiro-novaes
Com a frase “Nosso maior conceito é que a arte tem o poder de mudar vidas e o modo de olhar o mundo”, como motor criativo, a Cia de Teatro Eu Faço De Olhos Fechados apresentou em dezembro do último ano o espetáculo “Corra que o cego vem aí”, fruto de uma oficina de teatro ministrada pela atriz Kelly Oliveira, que também assinou a direção desse trabalho, junto com a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais de Angra dos Reis.

O espetáculo foi criado a partir do desejo desse grupo de deficientes visuais em utilizar o teatro como instrumento para mostrar a realidade deles de forma bem-humorada.

– É um espetáculo divertido e inteligente que leva o público as gargalhadas, no estilo stand up comedy coletivo, onde os integrantes do grupo contam de maneira bem-humorada as “pérolas” que acontecem no dia a dia de um deficiente visual – conta a diretora Kelly Oliveira.

A peça convida o público à reflexão sobre a deficiência e os limites que os deficientes estão condicionados na nossa sociedade, despertando um novo olhar para a pessoa com deficiência, sendo esse um olhar sem preconceito e com mais altruísmo.

É o teatro apontando uma realidade e mostrando como nós, que enxergamos, é que estamos cegos diante dos obstáculos e realidades que os deficientes enfrentam. A falta de conhecimento sobre essas dificuldades muitas vezes faz com que deixemos de ajudá-los por não saber como, outros tendo um olhar preconceituoso os achando incapazes, ou na pior das situações sentindo pena. Logo o espetáculo “Corra que o cego vem aí”, além de uma ótima diversão, acaba instruindo sobre as dificuldades e a resiliência que todos nós, seres humanos, temos.

O espetáculo volta em cartaz para uma curta temporada no Teatro Municipal Drº Câmara Torres, localizado no Centro Cultural Theóphilo Massad, entre os dias 18 e 21 de fevereiro de 2016, às 19h.

Estão em cena Carlos Baldassone, Drica Damazio, Edilia Carmo, Francisco Tomaz, Lene Mafort, Paulo Gomes e Welington Santos. A produção é de Edilene Vieira e Kelly Oliveira.

Em cena: Peça conta com Carlos Baldassone, Drica Damazio, Edilia Carmo, Francisco Tomaz, Lene Mafort, Paulo Gomes e Welington Santos no elenco

Em cena: Peça conta com Carlos Baldassone, Drica Damazio, Edilia Carmo, Francisco Tomaz, Lene Mafort, Paulo Gomes e Welington Santos no elenco (Fotos: Divulgação)

Palhaço Picolé anima a criançada

Os pais que estão procurando um programa divertido para seus filhos não podem deixar de anotar na agenda a apresentação do Palhaço Picolé – Glauter Barros no próximo domingo, dia 31, a partir das 19h, no Shopping Piratas, em Angra dos Reis.

O contador de histórias, que há quase 28 anos diverte a garotada de Angra e de outras cidades, promete muitas brincadeiras, músicas, mágicas e, é claro, as estripulias do palhaço.

Para Glauter Barros esses longos anos dedicados a palhaçaria é fruto de uma iniciativa de trazer para as crianças as brincadeiras do “tempo da vovó”.

– A primeira apresentação direcionada mesmo ao público infantil, eu fiz no Dia das Mães em 1988, com o grupo formado por integrantes de dois grupos que eu participava (Andaime, de teatro e Contos y Cantos, de música. Onde daí foi criado o Grupo Pé-de-Moleque). De lá para cá, foram várias ruas e praças de nossa cidade que receberam a alegria, o carinho, as peraltices e as brincadeiras do palhaço Picolé.

Palhaço Picolé: Contador de histórias há quase 28 anos diverte a garotada de Angra e outras cidades

Palhaço Picolé: Contador de histórias há quase 28 anos diverte a garotada de Angra e outras cidades

Remontagem de Rotação Do Amor

Parece que os pedidos feitos pelo ator Maykon Renan nas redes sociais surtiu efeito, pois o artista, que já trabalha a mais de 15 anos com teatro na cidade, havia comentado em sua página pessoal a falta de espaço público para ministrar uma oficina teatral.

Foi então que a atriz e diretora Márcia Brasil, responsável pela administração do Centro Cultural Theóphilo Massad (CCTM), propôs uma Oficina de Teatro de Férias para acontecer durante esse mês de janeiro junto do artista Maykon Renan.

A oficina foi um sucesso e levou para o teatro mais de 40 jovens e adultos, que mostrarão o resultado do curso com a remontagem do espetáculo “Rotação do Amor”, dirigido por Márcia em 2003, porém, agora com uma repaginada e com números, propagandas e personagens novos.

O resultado desse mergulho teatral de férias pode ser visto no CCTM nesta sexta-feira, dia 29, e sábado, dia 30 de janeiro, às 20h, com o valor simbólico de R$ 5. A montagem conta a história de uma família moderna que é seduzida por um programa de rádio vendo ganhar vida na sua frente todas as propagandas, personagens e músicas do programa Rotação do Amor.

Rotação do Amor: Peça será apresentada sexta-feira e sábado no Centro Cultural Theóphilo Massad, em Angra dos Reis

Rotação do Amor: Peça será apresentada sexta-feira e sábado no Centro Cultural Theóphilo Massad, em Angra dos Reis

JOÃO VITOR MONTEIRO NOVAES  | joao.vitor@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document