segunda-feira, 16 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / De você pra você mesmo

De você pra você mesmo

Matéria publicada em 25 de agosto de 2015, 07:20 horas

 


wp-coluna-contos-e-cronicas-alexandre-correa-lima

Diz a sabedoria popular que se conselho fosse bom ninguém daria de graça.
Pois bem, mas que tal você dar conselhos pra você mesmo?
Foi essa a instigante proposta da Rádio CBS, do Canadá, que convidou pessoas normais para darem conselhos para elas mesmas mais novas, ou para seus pares mais jovens.
O projeto, transformado num vídeo de cinco minutos que já foi visto por quase quatro milhões de pessoas, vai desfilando personagens comuns, começando com uma menina de 7 anos que dá conselhos para crianças de 6, até um senhor de 93 anos que fecha o vídeo.
O assunto dá o que pensar: O que você sabe hoje que não sabia no passado, e como esse conhecimento faria você ser, viver ou agir de forma diferente?
Quantas cabeçadas evitaríamos se soubéssemos o que sabemos?
Ou muito ao contrário, quantas aventuras (loucuras?) nos permitiríamos, se não tivéssemos o medo que tínhamos?
O menino com um chapéu de Viking, do alto da sua experiência de 8 anos de vida, dá um conselho importante para os colegas de 7:
“Não importa o que todos digam, não tenha medo de ser quem você é. Continue esquisito”.
Conselho muito parecido com o da senhora de 47:
“Pare de se preocupar com o que os outros estão pensando. Eles não estão pensando em você”.
Os conselhos na maioria dos casos refletem os dilemas de cada faixa etária.
A garota de 9 (aprendiz de Maquiavel!) sugere que toda criança descubra o ponto fraco das babás para poderem usar contra elas (uau!, parece personagem de novela das oito). O adolescente de 16 convoca o de 12 a criar coragem e chamar aquela garota pra dançar. A moça de 30 diz que ser demitida pode ser uma benção disfarçada e forçar você a encontrar uma vida profissional mais gratificante.
Mas são os depoimentos dos mais “experientes” que reservam os melhores momentos, oscilando entre o humor sagaz e a sabedoria pragmática.
A aventureira de 72 anos diz que é preciso aprender uma coisa nova a cada fase da vida, e assim se renovar.
A de 85 recomenda que você gaste todo o seu dinheiro, porque se não fizer seus filhos e netos o farão.
A de 91 diz que é preciso fazer amigos mais jovens, antes que todos os seus contemporâneos partam, e o de 93, com toda sua sabedoria acumulada vaticina:
– Jamais escute o conselho das pessoas. Elas simplesmente não sabem  que estão dizendo!
O melhor conselho e uma prova de que quase um século de vida não retirou a lucidez de seus pensamentos.
E você? Que conselho daria para si mesmo alguns anos atrás?

 

ALEXANDRE CORREA LIMA| alexandre.lima@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document