>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 14:23 h

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Está faltando pouco para que se retorne os pacotes de turismo

Está faltando pouco para que se retorne os pacotes de turismo

Matéria publicada em 17 de junho de 2020, 06:00 horas

 


Túnel Do Tempo

*A Letônia, Lituânia e Estônia são ocupadas pela União Soviética (1940).
*Declaração da Assembleia Nacional Constituinte da Revolução Francesa (1789).
*O Theatro José de Alencar foi inaugurado oficialmente em Fortaleza (1910).
*O Brasil conquista o segundo título da Copa do Mundo (1962).
*O.J. Simpson é absolvido das acusações de assassinar sua esposa, Nicole Brown, e do amigo dela, Robert Goldman (1994).
*O Santos Futebol Clube disputa sua primeira partida internacional contra uma equipe do Reino Unido, no estádio Urbano Caldeira, Vila Belmiro, Santos (SP), diante a representação do Portsmouth, vencendo o jogo pelo placar de 4X0 (1951).
*O São Paulo Futebol Clube conquista o primeiro título da Taça Libertadores da América (1992).

Zig – Zag

*Hoje: Dia Mundial de Luta contra a Seca e a Desertificação – Adotado pela ONU; Dia do Funcionário Público Aposentado.
*Mesmo super agasalhado quem de nós, ainda não foi pego de surpresa, e acabou tendo a sensação de sentir muito frio. Terrível, não é mesmo?
*Agora, imagine, quem não tem agasalho nenhum, e dos muitos sem tetos, que perambulam pelas ruas.
*É de partir o coração. Por isso é importante, participarmos de todas as campanhas voltadas para estas pessoas.
*E tem sido grande as campanhas de entidades respeitadas preocupadas com este drama humano. Não custa ser solidário.
*Da mesma forma as campanhas dos ‘Bancos de Sangue’.
*Quase todos sempre passam por níveis bem abaixo do desejado.
*Quem puder doar, estará ajudando a salvar uma vida.

Vai Passar

*O Índice de Confiança do Empresário Industrial Fluminense (Icei-RJ), divulgado no mês passado, pela Firjan, apresentou nova queda em maio e atingiu 32,8 pontos, o segundo pior resultado da série iniciada em 2010.
*O pior foi em dezembro de 2015 (32,7 pontos).
*A pesquisa varia de zero a cem pontos.
*Os resultados acima de 50 representam melhora ou otimismo e, abaixo, indicam piora ou pessimismo.
*Em abril, o Icei-RJ tinha registrado queda de 25,5 pontos, a maior em um único mês, e atingido 33,9 pontos.
*“Nesse mês de maio, foi registrada uma nova queda, muito influenciada pelos resultados relacionados ao indicador de condições atuais da economia brasileira, do estado e da empresa. Mais uma vez os dados refletem os impactos e as incertezas provocados pela pandemia do coronavírus”, ressalta o gerente de Estudos Econômicos da Firjan, Jonathas Goulart.
*O indicador de Condições Atuais da pesquisa reduziu 5,7 pontos em relação a abril e fechou em 24,9 pontos.
*No acumulado de 2020, a queda foi de 31,3 pontos.
*Os três itens que compõem o indicador – Condições da Economia Brasileira, Condições do Estado, Condições da Empresa – apresentaram retração de abril para maio.
*O item relacionado às Condições do Estado fechou em 14,1 pontos, o mínimo histórico.
*O indicador de Expectativas para os próximos seis meses também registrou pessimismo ao fechar em 36,7 pontos.
*O indicador se mantém próximo do mínimo histórico (35,6 pontos) registrado em abril, apesar de apresentar uma leve melhora.
*O resultado é influenciado, principalmente, pela melhora nas expectativas relacionadas à empresa, que passou de 39,5 pontos em abril para 41,7 em maio.
*Dentre os três itens analisados – Expectativa da Economia Brasileira, Expectativa do Estado, Expectativa da Empresa – apenas o que se refere ao estado seguiu trajetória de queda, chegando a 23,7 pontos, também o menor patamar da série.
*A Firjan reforça que o pessimismo registrado no Icei-RJ de maio segue retratando a dificuldade encontrada pelos empresários desde o início do isolamento social, com problemas no fluxo de mercadorias, na circulação de trabalhadores e no consumo da população.
*Ressalta ainda que a falta de confiança influencia de forma negativa a recuperação das atividades econômicas e os novos investimentos.

Sala Vip

*Aos agentes de viagens, notícia para oxigenar a crise mundial, está faltando pouco para que se retorne os pacotes de turismo.
*A Europa, por exemplo, já tem vários países que estão retornando as atividades turísticas.
*A Organização Mundial do Turismo (OMT) emitiu chamado para que as lideranças internacionais incluam o turismo como prioridade em seus esforços de recuperação econômica pós-pandemia.
*O turismo de natureza, há muito tempo negligenciado pelo poder público brasileiro, se mostra como uma ferramenta útil em curto prazo, utilizando o que o Brasil tem de melhor: sua natureza e a cultura de um povo resiliente e alegre, para reconstituir e melhorar a teia socioeconômica do país.
*Aos empresários do setor, é hora de observar a oportunidade de utilizar as linhas de crédito abertas, para além de salvar o seu negócio, investir acertadamente e em conjunto.
*Realizar reformulações, incentivar a capacitação de funcionários, reunir-se com os outros empresários para trocar experiências e desenhar cenários.
*O ‘caminho das pedras’ será fazer tudo o que sempre faltou tempo e recursos financeiros para fazer.
*Ter essa visão agora os livrará do desespero de meses sem operar e vender, colocando adiante, numa situação capaz de reverter todas as perdas do atual momento.
*Conforme apontam especialistas do setor, o caminho para micro e pequenas empresas que geram milhões de empregos no país, é atender as novas demandas dos viajantes brasileiros e estrangeiros e as principais tendências das viagens no pós-pandemia.
*E o melhor de tudo, as tendências apontam para o fortalecimento do turismo de natureza dos interiores do Brasil e unidades de conservação.
*Aniversariantes do dia: Guilherme Pereira; Sílvia Cury; Norma Sueli Pereira; Rhaissa Barbosa; Sheila Marques Sampaio; Gyovane Nitro; Cláudia Reis; Marcela Couto; Rafael De Oliveira Gottas; Valeska Fagundes; Joscelaine Santos; Goretti Braz Ferreira; João Fernando Sobrinho; Márcia de Almeida Tartari; Camila Campos; Maria Amélia Melinha.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document