segunda-feira, 17 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Faltam só 84 dias para os Jogos Olímpicos

Faltam só 84 dias para os Jogos Olímpicos

Matéria publicada em 13 de maio de 2016, 07:00 horas

 


Jovem morre no acesso ao aeroporto e islâmicos fazem ameaças; imaginem o que vai acontecer mais perto dos jogos

wp-coluna-espaco-aberto-jorge-calife

Faltam menos de três meses para o início dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. E a situação na ex Cidade Maravilhosa fica cada vez mais preocupante. Não vou nem falar na queda daquela ciclovia, que foi um vexame internacional tão grande quanto a tentativa do deputado Valdir Maranhão de barrar o impeachment na canetada. O que deixa este cronista preocupado é a criminalidade que continua a aumentar. No dia 7 de maio passado uma jovem de 17 anos, Ana Beatriz Fraga, morreu fuzilada por assaltantes em um dos acessos ao aeroporto internacional Tom Jobim. Era de se esperar que no ano em que a cidade vai sediar um evento internacional, pelo menos as imediações dos aeroportos tivessem um mínimo de segurança.

Não tem. Ana Beatriz queria fazer uma surpresa para a mãe dela, que estava chegando de viagem. No lugar de abraçar a filha a mãe recebeu a notícia de que ela tinha sido morta na Saída 4 da Linha Amarela, ali na altura de Del Castillo. Onde quadrilhas de bandidos armados costumam emboscar os carros que passam. Se não tem segurança nos acessos ao aeroporto era de se esperar que tivesse pelo menos perto do Maracanã, palco da cerimônia de abertura dos jogos no dia 5 de agosto. Não tem. No dia 29 de abril a patinadora Larissa Yeda da Silva foi esfaqueada por assaltantes quando voltava de um treino no Maracanã. Ela e sua colega perderam celulares, laptop e dinheiro para uma gangue armada com facas e uma arma de choque. Larissa levou uma facada nas costas, mas felizmente nenhum órgão vital foi atingido e ela se recupera. E prometeu que não vai mais treinar no Maracanã.

Imaginem…

Imaginem o que vai acontecer mais perto dos jogos, quando a cidade receber as delegações estrangeiras e os jornalistas de outros países. A imagem do Brasil lá fora já anda péssima, mas vai ficar ainda pior se um atleta, treinador ou jornalista estrangeiro forem esfaqueados ou mortos nas ruas do Rio de Janeiro. E o problema dos assaltos e tiroteios na cidade, palco da 31ª Olimpíada dos tempos modernos, é só um dos lados do problema da segurança. O outro lado é a ameaça terrorista.

No dia 14 de abril, durante a Feira Internacional de Segurança Pública e Corporativa, o diretor do departamento de contraterrorismo da Abin, a Agência Brasileira de Inteligência (nossa CIA), Luiz Alberto Sallaberry fez uma revelação bomba. Ele confirmou a autenticidade de um perfil no Twitter que pertence a um membro do Estado Islâmico. Trata-se do francês Maxime Hauchard que fez ameaças contra o Brasil no final do ano passado. O Estado Islâmico estaria recrutando simpatizantes para agirem em um ataque ao Rio de Janeiro durante os jogos olímpicos.

Faz sentido. Em agosto teremos delegações dos Estados Unidos, França, Inglaterra, Bélgica e Rússia hospedadas na Vila Olímpica. Segundo a avaliação da Abin, o maior perigo vem dos chamados “lobos solitários”, terroristas que agem sozinhos e podem causar grandes estragos. Como foi demonstrado nos ataques no metrô e no aeroporto de Bruxelas. Segundo a espionagem brasileira houve um grande número de adesões ao Estado Islâmico entre brasileiros que vivem aqui e no exterior. O que facilitaria ainda mais um ataque no Rio de Janeiro.

Tomara que a segurança seja reforçada. Porque atualmente nossas autoridades não conseguem nem coibir os crimes comuns. Os ladrões “pé rapado” que atacam os motoristas na Linha Amarela e na Linha Vermelha. Com as facilidades que existem para uma pessoa entrar no Brasil pelo Paraguai, levando armas e explosivos, a chance de um atentado no Rio não é uma fantasia remota. Um homem bomba poderia se misturar com a multidão no entorno do Maracanã, como aconteceu em Paris durante aquela partida de futebol no Stade de France.

Esta semana o juiz Joaquim Barbosa comentou na internet que o Brasil virou motivo de riso no exterior. Vamos torcer para que o riso não se transforme em horror.

Alvo: Islâmicos ameaçam atacar Olimpíadas (Foto: Divulgação)

Alvo: Islâmicos ameaçam atacar Olimpíadas
(Foto: Divulgação)

 

JORGE LUIZ CALIFE | jorge.calife@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Nooooooooooooooooooooooooossa

Untitled Document