;
quarta-feira, 2 de dezembro de 2020 - 06:15 h

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Hoje é Dia do Poeta

Hoje é Dia do Poeta

Matéria publicada em 20 de outubro de 2020, 06:30 horas

 


Túnel
Do Tempo

*É registrada a passagem de um dos maiores furacões da história de Cuba (1926).
*Brasil rompe relações com a URSS (1947).
*Golpe Militar de 1964 no Brasil: é editado o AC 23 estabelecendo recesso parlamentar até 22 de novembro (1966).
*A Embratel e a Companhia Telefônica da Espanha assinam convênio para a implantação de um cabo telefônico submarino entre o Brasil e a Espanha (1970).
*Inauguração do Sydney Opera House (1973).
*A peça de teatro Calabar, de Chico Buarque de Holanda e Ruy Guerra, é proibida pela Censura Federal (1974).
*O avião que levava a banda Lynyrd Skynyrd cai no Mississipi matando 3 integrantes (1977).
*Surgimento da MTV Brasil (1990).
*Ayrton Senna vence em Suzuka, no Japão, o seu terceiro campeonato mundial de Fórmula 1 (1991).
*Morre Burt Lancaster, ator norte-americano (1994).
*A África do Sul vence a Copa do Mundo de Râguebi de 2007 (2007).
*Morre Muammar al-Gaddafi, ex-ditador da Líbia (2011).

Sala
Vip

*Hoje: Dia do Poeta, Dia Mundial do Controlador de Tráfego Aéreo, Dia Mundial do Combate a Osteoporose, Dia Mundial da Estatística, Dia da Construção Civil, Dia Internacional do Chef de cozinha.
*O empresário Antônio Braga, depois de sete meses em Angra, dedicados a sua empresa Prioex, veio no sábado para Volta Redonda, rever a família.
*À noite, ele resolveu dar uma esticada no Vitória Restaurante e Choperia, onde, além de descontrair um pouco, teve também espaço para ‘business’ com o contador Walter Miguel Mariotini de Alcântara que estava acompanhado da advogada Fernanda Lima (ambos residentes em Barra do Piraí).
*Despertando hoje com sua mais nova idade, Maria Alice Rolim.
*Ganha os primeiros abraços de sua mãe, Maria da Graça Rolim, dos demais familiares e depois muitas homenagens.
*Sônia Aebi Barbosa, também trocando de idade hoje.
*Os primeiros abraços e beijos serão de seu bem amado, o advogado Ronaldo Barbosa. Depois à distância, dos familiares e inúmeros amigos.
*Outros queridos aniversariantes do dia: Ju Fróes; a promoter Eliana Lima; a advogada Fernanda Müller; Márcia Oliveira; José Luiz Hott; Júlio Rodrigues; Carla Freitas.

 

 

Referência
Nacional

*A Fundação Oswaldo Aranha (FOA) e o Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) completaram 54 e 22 anos, respectivamente, neste dia 18 de outubro.
*A data, especialmente este ano, em meio à pandemia, representa um momento de renovação.
*O cenário da educação tem se reinventado dia após dia ao longo de 2020.
*No UniFOA, a tecnologia tem sido forte aliada na condução dos 21 cursos de Graduação, mais de 25 cursos de Especialização e nos dois Mestrados Profissionais.
*Recursos como o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e o Microsoft Teams já fazem parte do dia a dia dos alunos.
*Além disso, neste ano, alguns cursos já começaram a desfrutar do ensino híbrido.
*A nova forma de aprender promove maior flexibilidade e autonomia para os estudantes, já que nesse modelo o aluno aprende de acordo com as suas possibilidades, exercendo maior liberdade para consumir o conteúdo disponível.
*A intenção é garantir maior independência e uma postura proativa e engajada ao longo da formação.
*Os estudantes têm a oportunidade de construir o próprio cronograma de aulas, definindo as próprias prioridades.
*Dessa forma, o professor assume a função de supervisor das pesquisas, orientando-os pelos caminhos mais adequados para exploração do conhecimento.
*“Nos deparamos com desafios que nos estimulam a melhorar nossas práticas todos os dias, a fim de cumprir a missão de formar para a vida. Toda a experiência e maturidade da instituição tem contribuído para chegarmos até aqui com sabedoria e passos firmes”, destacou o presidente da FOA, Dauro Peixoto Aragão.
*A Fundação Oswaldo Aranha – FOA foi criada em 1967, em Volta Redonda, a partir da união de diversos profissionais e segmentos da sociedade e teve em sua história nomes importantes como o do então prefeito Sávio Cotta de Almeida Gama e Paulo Monteiro Mendes
*O nome da fundação é uma homenagem ao ministro das relações exteriores do Governo de Getúlio Vargas, personagem importante na construção da cidade.
*“Não podemos deixar de agradecer a todos os participantes instituidores, institucionais e beneméritos que participaram ativamente da história da FOA, ao longo dos seus 54 anos. Pessoas que sempre dedicaram o seu tempo de maneira gratuita sem qualquer interesse que não fosse destinado a educação e a formação de jovens para um futuro melhor de Volta Redonda, do estado e do nosso país”, finalizou presidente da FOA, Dauro Peixoto Aragão.

A Fundação Oswaldo Aranha (FOA) e o Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) completaram 54 e 22 anos, respectivamente, neste dia 18 de outubro

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document