segunda-feira, 13 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / O eterno país do futuro

O eterno país do futuro

Matéria publicada em 12 de julho de 2016, 08:05 horas

 


Como um caranguejo, nosso Brasil sempre frustra as expectativas e anda para trás

wp-coluna-espaco-aberto-jorge-calife

A crise atual me lembra quantas vezes o nosso país adiou o seu prometido futuro. O Brasil é como um caranguejo, sempre andando para trás e quando achamos que vai dar certo ele frustra nossas expectativas. É assim desde os meus tempos de criança. Na escola aprendíamos que o Brasil era o país do futuro, e que ia virar uma potência no século XXI. Esse século XXI que estamos testemunhando atualmente. Juscelino Kubitschek acreditou nisso e mudou a capital, do Rio de Janeiro para o planalto central. Na época as revistas americanas, como a Life, mostravam a nova capital em construção. Um exemplo de cidade do futuro, com amplos espaços abertos e torres de concreto e vidro.

Mal foi inaugurada a nova capital e o país entrou na ditadura militar. E a cidade construída para sediar os governos democráticos, do país do futuro, virou o quartel central dos generais presidentes. Que também sonhavam com um futuro grandioso. Durante os vinte anos de ditadura gastou-se uma fortuna em obras como a rodovia Transamazônica. Que hoje é um enorme atoleiro.

Os militares também queriam que o Brasil fosse uma potência atômica. Com um submarino e uma bomba nuclear. O projeto da bomba foi enterrado pelo ex-presidente Collor que tapou o buraco, na serra do Cachimbo, onde o artefato ia ser detonado. O projeto do submarino atômico já se arrasta por quatro décadas. Também tínhamos as três usinas nucleares, Angra 1 comprada nos Estados Unidos e Angra 2 e 3 compradas na Alemanha. Isso foi na década de 1970 e até hoje os brasileiros ainda não terminaram de construir Angra 3. Foi outra ideia que não deu certo. O projeto do Brasil Grande da ditadura terminou com o país endividado e sofrendo uma hiperinflação histórica. Sem falar que os governos militares desmontaram a malha ferroviária e acabaram com nossa marinha mercante.

Com o fim da ditadura veio a Nova República. Que também ousava sonhar que o futuro era agora. Collor de Melo deu todo apoio ao programa espacial brasileiro e queria terminar o projeto do foguete lançador de satélites VLS. Sofreu um impeachment bem antes diss,o mas seus sucessores continuaram apoiando a ideia do espaço porto brasileiro em Alcântara no Maranhão. O sonho acabou quando o foguete tupiniquim pegou fogo e explodiu em 2003, matando umas vinte pessoas.

O PT…

O século XXI chegou e com ele Lula e o PT no poder. Com outros projetos grandiosos para a nação. O pré-sal ia transformar o Brasil em uma nova Arábia Saudita. Nossa região ia transbordar de riquezas que seriam repartidas entre todos os estados e municípios. Um trem bala de última geração faria a ligação Rio-São Paulo substituindo os obsoletos aviões da ponte aérea. O sonho acabou no segundo governo da Dilma e restou o buraco, o enorme rombo nas contas públicas, municípios e estados falidos e 13 milhões de desempregados.

Acho que o principal erro em todos esses projetos é esquecer que antes de um futuro grandioso é preciso cuidar do presente. Cuidar das coisas básicas como o trem comum, os portos e navios, a redução da estrutura do governo, a desburocratização, a redução da carga tributária, o aumento da qualidade de vida. Sem isso não tem futuro grandioso e o resultado é o caos em que o país está mergulhado.

A curto prazo nosso futuro é negro. O presidente interino avisa que vai adotar medidas impopulares para combater a crise. Medidas impopulares sugerem novos aumentos de impostos. O que só vai sufocar a indústria e aumentar o desemprego. E aumentar a insatisfação do povo com o “novo” governo. Aí fica tudo preparado para a volta do Macunaíma petista em 2018. E então estaremos recuando duas décadas no tempo e voltando a mesma situação do início do século. Para começar tudo de novo, mais uma vez.

 Sonho: Brasília, a capital do futuro que não chegou


Sonho: Brasília, a capital do futuro que não chegou

 

JORGE LUIZ CALIFE | jorge.calife@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Avatar

    E o Renan ?

  2. Avatar

    Calife você mostrou apenas o que os militares fizeram e não deu certo. Porque não falou sobre a ITAIPU (sem ela hoje não teríamos energia elétrica, pois o País cresceu muito. Porque não citou a Ponte Rio Niteroi feita pelo Batalhão de Engenharia Militar ( se fosse nos últimos tempos as empreiteiras iriam deitar e rolar ).A Roodovia Presidente DUTRA foi DUPLICADA pelos militares, sabia disso ? Por que não falou sobre a EMBRATEL criada pelos militares e o FHC doou, para grupos estrangeiros como fez também com a CSN (grupos brasileiros ). Porque não citou a segurança que existia no País, hoje a bandidagem manda e desmanda. Outra coisa importante os Presidentes GENERAIS viveram até morrer com o salário que recebiam ( nenhum ficou milionário ). QUEM ACABOU COM As FERROVIAs FOI O SR JUSCELINO PARA BENEFICIAR A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA ( é só vc estudar um pouquinho que verá tudo isso.)

  3. Avatar

    Prezado Calife o unico ser que andou para trás foi Michael Jackson o caranguejo anda de lado.

  4. Avatar
    CIDADÃO VR - O Original

    – Vantagens e desvantagens de cada sistema de geração de energia elétrica:

    1. Usinas Hidrelétricas: ocupam grande área ambiental; dependem das condições climáticas (chuvas). Mas

    produzem energia limpa e segura. E em grande capacidade.

    2. Usinas Termoelétricas: ocupam pequena área ambiental. Mas produzem uma energia suja (poluem o meio-

    ambiente) e cara (os combustíveis utilizados encarecem a produção). Capacidade média de geração.

    3. Usinas Eólicas: ocupam pequena área ambiental. Mas prejudicam as comunidades vizinhas com o ruído do

    som do vento batendo nas pás. Dependem da intermitência dos ventos. Prejudicam o curso das aves.

    Produção mínima, se comparada às outras formas de geração de energia. Mas produzem energia limpa e

    segura também.

    4. Usinas Termonucleares: ocupam pequena área ambiental. Quando Angra 3 ficar pronta, produziremos

    energia elétrica para suprir o Estado do RJ inteiro, ocupando um espaço de uma praia apenas. O lixo nuclear é

    todo armazenado de forma segura. Aqui no Brasil, esse lixo é estocado na planta nuclear mesmo. As nossas

    usinas possuem várias barreiras de proteção física contra ataques externos, catástrofes naturais e acidentes

    internos. E as nossas condições climáticas são favoráveis. Os riscos são mínimos. A geração de energia é muito

    mais barata do que as termoelétricas.

  5. Avatar
    CIDADÃO VR - O Original

    O grande problema do Brasil é a corrupção. Está entranhada na cultura do brasileiro. Desde o mais simples até os grandes políticos de Brasília. Todos os grandes projetos aqui elencados poderiam ter dado certo e trazido progresso ao país (com raras exceções). Mas por causa da ganância desenfreada foram prejudicados. Angra 3 está paralisada por causa de corrupção. Mas podem torcer o nariz: só fala mal de energia termonuclear quem não conhece as vantagens e desvantagens da mesma. Posso garantir que as vantagens superam todas as desvantagens. E produz-se uma energia limpa e segura. Vamos ver se todas essas ações que estão sendo tomadas surtirão algum efeito positivo. Corrupção nunca deixará de existir, pois é inerente ao ser humano. Mas aqui no Brasil chegamos a níveis absurdos. Espero que melhore a situação. Há muitas famílias desempregadas e desesperadas! O aumento da violência não é por acaso.

  6. Avatar

    Verdade. Mesmo os governos mais progressistas como o PT mantiveram o ro.a-la-da-ca de governo passados. Seremos eternamente o país o futuro. E esse futuro dourado nunca chegara. Estamos acostumados com a derrota. Triste país.

  7. Avatar

    Sempre esse coxinhas disfarçado de” jornalista”. Não postou nada sobre o PSDB de FHC que fez muita lambança nesse País.Todos os partidos ajudaram de uma forma ou de outra a destruir o Brasil,Todos os partidos são corruptos ate que se prove o contrário, que tal voce voltar com suas viagens espaciais ?

  8. Avatar
    Pagador de impostos

    Somos, isso sim, a terra do nunca. Nunca teremos escolas decentes, hospitais que nos atendam, rodovias bem pavimentadas, segurança para ir e vir pelas cidades, políticos com remuneração compatível com o restante da população, etc….Até quando ?

  9. Avatar

    Na esteira do Complexo de Vira-latas do Donald Trump do brejo: gente que passa o semestre economizando para ir a Mambucaba, e não fala nem português direito, falando em viver em Miami em 3, 2, 1…

Untitled Document