quinta-feira, 28 de outubro de 2021 - 10:32 h

TEMPO REAL

 

Capa / Ciência – Por Jorge Calife / O fim da ciência no Brasil

O fim da ciência no Brasil

Matéria publicada em 13 de outubro de 2021, 16:00 horas

 


Governo corta 90% do orçamento destinado a ciência e tecnologia

Ignorância: Sem ciência não tem vacina nem remédios

A comunidade científica brasileira foi surpreendida por uma notícia bomba na semana passada. O Ministério da Economia cortou 90% das verbas que seriam destinadas para a ciência e tecnologia. Dos 655 milhões de reais do orçamento previsto serão destinados apenas 7,2 milhões, ou seja, 1,10% do que tinha sido previsto. Uma pesquisadora resumiu bem a situação com a frase: “Nós recebíamos as migalhas, agora tiraram até as migalhas”. Entidades como a Academia Brasileira de Ciências, a SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência) e o conselho de reitores das universidades protestaram e tentam reverter a decisão no senado mas as perspectivas são péssimas.
Diante de um governo negacionista e anti-científico a situação da ciência no Brasil já era péssima. Em setembro do ano passado o Ipen, Instituto de Pesquisas de Energia nuclear chegou a parar a produção dos radioisótopos, usados no tratamento do câncer, por falta de recursos. Também em 2020 o supercomputador Tupã, que elabora os modelos de previsão do tempo no Brasil esteve ameaçado de desligamento, porque não havia dinheiro para pagar a conta da energia.
É o retrato de um país onde o governo condenou milhões de cidadãos a morte, tentando combater um vírus, o Covid-19, com vermífugos e remédios para matar protozoários. Um governo genocida que apostou na falácia da “imunidade de rebanho” que resultou nos 600 mil mortos computados na última semana. Mas apesar do negacionismo de Brasília a ciência brasileira sobrevive e nossos 600 mil mortos já teriam chegado a mais de um milhão se não fossem as pesquisas científicas em Institutos como o Butantã em São Paulo e a Fiocruz no Rio de Janeiro. Que permitiram a rápida produção de vacinas como a Coronavac e a Astrazeneca.
O dinheiro retirado da ciência irá para outros ministérios, como o do Desenvolvimento Social, que vai usar 150 milhões das verbas da ciência para a defesa civil e gestão de riscos de desastres. Acontece que a defesa civil e a gestão dos riscos de desastres precisam da previsão do tempo que depende dos supercomputadores e dos institutos de meteorologia. É uma história que se repete num país onde os governantes não conseguem ter uma visão geral dos problemas ou enxergar a longo prazo. Estima-se que as áreas científicas mais afetadas serão na área das bolsas de estudo e o Cnpq, o Conselho Nacional de Pesquisa Científica.
A consequência será mais uma “fuga de cérebros” para o exterior. Sem poder estudar e fazer pesquisas no Brasil, nossos jovens cientistas vão migrar para a América do Norte, para a Europa, para os países asiáticos. Onde seu talento e conhecimento irá fortalecer a economia dos países estrangeiros enquanto o Brasil continua eternamente adormecido em berço esplêndido.
Isso já aconteceu no passado, e vai acontecer de novo. Num mundo onde a inovação tecnológica e o conhecimento são fontes de poder econômico, o Brasil continua a apostar numa economia baseada na exportação de alimentos e de minérios. Que afundou o país na crise econômica atual, da inflação e do dólar nas alturas. O que é bom só para aquele ministro que tem milhões de dólares valorizando lá nas ilhas Virgens. Uma parte da nossa população voltou a passar fome. Somos o segundo maior exportador de alimentos do mundo, mas os brasileiros catam ossos e restos de peixe no descarte dos supermercados.

 

Jorge Luiz Calife

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

22 comentários

  1. Graças às pesquisas científicas temos hoje os avanços na tecnologia, temos os remédios e as vacinas que combatem as doenças e que estão livrando o mundo da pandemia. E os coxinhas adoradores de ‘mitos” ( ex-viúvas do covarde juiz ladrão Conjo Moro, do almofadinha Dória e do bravateiro Wintzel), que no início seguiam seu escroto líder, tomando supositórios de Cloroquina ou fazendo tratamento precoce de injeção de ozônio no traseiro, ao sentirem a força da “gripezinha”, mostraram o quanto são incoerentes em suas convicções; hipócritas, passaram até a brigar para tomar a picada salvadora, inclusive a comunista. Muitos deles furaram fila, arrumaram atestados falsos com os medicús bolsonaristas . Ora, deveriam deixar a vacina para os comunistas e seguirem o boçal-mor. Deveriam ser coerentes, já que aplaudem o investimento do Guedes em dólar em esconderijo fiscais, as rachadinhas e lavagens de dinheiro do Flavinho Chocolate , a inflação sem controle, a total falta de perspectivas para o país,etc.
    E para os bravateiros que só falam em armas, engolir armas, cuidem-se para não terem o mesmo tratamento que foi dado aos covardes picaretas Boçalnaro, Roberto Jefferson, Daniel da Silveira, Sarah Winters, o caminhoneiro Zé Cagão e outros que, inicialmente bravateiros, arregaram vergonhosamente diante das atitudes firmes do ministro Xandão, cria do vampiro golpista Temer, hoje assessor e escrevente de cartas de “mito” arregão . XANDÃO neles.

  2. Pois é , o presidente estava certo , fica em casa a economia a gente ver depois. Agora a mesma turminha do fica em casa culpa o presidente pela economia está ruim no MUNDO TODO, na Inglaterra nem carne tem, nos Estados Unidos um bife custa R$200,00. No Brasil o resto é pura hipocrisia de uma turma que não aceitam a vitória do presidente até hoje.

  3. O problema do Brasil é tudo depender do setor público. Na Europa e principalmente nos EUA é o contrário, a iniciativa privada é o maior realizador de investimentos na área de P&D…
    Precisamos definir se queremos ser um país público-induzido ou privado-espontâneo, porque não dá pra ser as duas coisas. Sempre que se tenta ser uma, com os contratempos naturais do processo, se resolve ser outra… Se querem o público-induzido, que elejam os vermelhos e não me encham o saco depois…

  4. Depois de sofrer – sem se demitir — um humilhante corte de mais de 90% no orçamento para ciência e tecnologia – coisa de 600 milhões de reais –, o ministro da área, Marco Pontes, vai esfriar a cabeça em Dubai, o paraíso do momento para os burocratas do serviço público.

    Em vez de ficar no Brasil para mobilizar forças de modo a reverter a decisão do governo contra sua pasta, o ministro ficará fora do país entre os dias 15 e 27 deste mês.

    A agenda de Pontes prevê a participação em eventos no Espaço da Expo Dubai, no 72º Congresso Internacional de Astronáutica e reuniões bilaterais.

  5. Em junho do ano passado Bolsonaro avisava que não se devia decretar lockdown nem impedir o povo de trabalhar, mas os petistas negacionistas diziam que “se deve preocupar com a saúde e a economia a gente via depois”
    É a conta chegou…. os produtos estão mais caros, a inflação voltou… Tudo culpa dos negacionistas que diziam que não era para trabalhar e que se devia ficar em casa!!!

    • Pra uns tem verba…

      Governo Federal lança programa habitacional para profissionais da segurança pública
      No primeiro ano, serão disponibilizados R$ 100 milhões para subvenções que ajudarão no pagamento de parte do valor do imóvel

    • Dinheiro pra criar ministério tem!

      presidente Jair Bolsonaro editou a Medida Provisória (MP) 1.058/2021, que recria o Ministério do Trabalho, e nomeou Onyx Lorenzoni como titular da pasta. Os atos estão publicados na edição desta quarta-feira (28) do Diário Oficial da União, que também traz a nomeação do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil no lugar do general Luiz Eduardo Ramos. O general, por sua vez, passa a ocupar o cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. As mudanças integram uma minirreforma ministerial.

  6. Tô nem aí pra carne, gás, gasolina e luz. Quero saber do fuzil que ele prometeu que poderíamos comprar. Foi pra isso que votei nele. Por mais fuzis e menos gás de cozinha. Quando eu sentir fome eu como o fuzil. Meu voto é Bozo 2022.

  7. Cientificamente falando Pasadena não vale nem 200 milhões de dólares, mas a Dilma Roussef pagou 1 bilhão de dólares !
    Isso não é ciência, mas desperdício de dólares!!!

    • Verdade, boi

      Ciência é o seu patrão mandando o exército fabricar comprimido de cloroquina, e a população amazonense morrendo asfixiada nos hospitais

      A batata de vocês tá quase pronta, tá saindo do forno já

  8. Quem quer saber de ciências? Eu quero é comprar meu 38 pra botar na cintura e proteger minha família. Família precisa de armas e não de estudos científicos. Amo fazer sinal de “arminha” com a mão!

  9. O que dizer de ler tantas mentiras juntas nesse artigo?
    Como diria Lula: “Ler é pior que fazer exercício em esteira”

    • Xiiiiiiiiiiii… o boi sentiu o golpe
      Parabéns ao autor do texto !

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  10. Os recursos de Ciência e Tecnologia s até hoje são desperdiçados em pesquisas inúteis nas Universidades federais do nosso país. Basta que passem a proceder pesquisas sérias e produtivas e os recursos virão da iniciativa privada.

    • Você poderia provar o que fala né ?

      Mas esperar isso de gado bolsonarista, é como esperar honestidade de um flavio bolsonaro da vida.

      Como está sendo parcelar o botijão de gás em 6 vezes, pobre de direita ? Conta pra nós.

  11. A população precisa de armas, não de ciências kkkkkkkk. Vote Bozo 2022.

  12. Por mais fuzis e menos mi mi mi

    Só quero saber quando poderei comprar meu fuzil e minha pistola (isso que importa pra família brasileira). Foi pra isso que votei nele! Tá muita burocracia ainda.

  13. Parabéns aí aos eleitores desse estúpido e incapaz que nos governa !!!

    Podem ter a certeza que tiraram recurso da ciência e tecnologia pra pagarem filha de milico.
    Ou pra comprar cloroquina, quem sabe ?

    Vocês deveriam ser expulsos do país, seus lacaios de norte americano !!!!!!!!

    • Quem seria o “benino” ou “benina” prá nos expulsar??? Ah!!! Vão juntar “todes” mundo e vir prá cima ou por baixo!!! Kkk!!!

    • E aí boizão ! Já vendeu o carro porque não consegue pagar a gasolina ou ainda não ?
      Já tá tomando banho frio igual o miliciano ORDENOU que os seus súditos fizessem ou ainda não ?

      Te explicar, boizão : Serão cerca de 90 milhões de TODES, desses mesmo que você falou !!
      O Brasil não é lugar de lacaio estadunidense igual o miliciano e o paulo guedes não.

      Aqui é comunismo
      Socialismo
      Aceita que dói menos

      A batata de vocês tá no forno quase pronta já !

      Tchau boizão !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document