terça-feira, 18 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / O verão escaldante da canícula

O verão escaldante da canícula

Matéria publicada em 11 de janeiro de 2019, 08:00 horas

 


Calor intenso coincide com a presença da estrela Sirius no céu noturno

O verão esta bombando com temperaturas próximas dos quarenta graus. E como manda a tradição, a estrela Sirius na constelação do Cão Maior é o destaque no céu noturno. Sirius é a estrela mais brilhante do céu e sua associação com os dias mais quentes do ano foi notada desde o tempo dos antigos gregos. Daí a expressão canícula, ou dias de cão, para a época mais quente do ano. O que era péssimo para os cachorros, que costumavam ser sacrificados na Roma antiga, como oferenda para que os deuses enviassem brisas frescas naqueles dias “quentes pra cachorro”.

Curiosamente Sirius brilha no céu do verão no hemisfério sul, quando é inverno lá no hemisfério norte. No inverno ela só é visível nas primeiras horas da manhã. Mas os antigos gregos e romanos percebiam que Sirius surgia no horizonte antes do nascer do Sol, na época do verão e daí associavam a aparição da estrela com o calor. Também diziam que o brilho tremulante de Sirius fazia murchar as plantas, deixava as mulheres excitadas e os homens doentes. E quem sofria eram os cachorros mortos nos sacrifícios.

Tudo superstição. Sirius se encontra a quase nove anos luz da Terra e é coincidência ela brilhar no horizonte quando começa o verão lá no hemisfério norte, ou ficar visível no Zenith durante o verão do hemisfério sul. Na verdade o calor aqui na Terra tem relação com fenômenos climáticos localizados em nosso planeta, como o famoso El Nino que ameaçou entrar em atividade este ano.

Este ano tivemos uma primavera excepcionalmente seca. Na rua onde moro, lá em Pinheiral, existem mangueiras em quase todos os quintais. Na minha casa tem uma que ficava carregada de mangas todo mês de dezembro, mas este ano, devido à seca da primavera, não deu uma manga. O pé de manga espada no quintal do meu vizinho também não produziu nenhuma fruta. Para piorar este quadro, a meteorologia também previu um verão quase sem chuvas devido ao fenômeno do El Nino.

Felizmente o clima é uma coisa complicada demais, que vive desafiando as previsões. E o mês de janeiro começou com tempestades e chuvas torrenciais. Teve inundações em São Paulo e no Rio de Janeiro e até chuva de granizo aqui na região. Agora parece que sossegou um pouco e não teve chuvas muito fortes esta semana. Passou uma frente fria, mas não deu para refrescar nem um pouquinho.

Estamos vivendo num cenário que confirma as previsões dos teóricos do aquecimento global, feitas há vinte anos. Eles diziam que teríamos invernos muito frios e verões excepcionalmente quentes. E com o calor aumentaria a violência das tempestades, o que já esta se confirmando. No verão europeu teve gente morrendo de insolação e lá na Argentina as mega-tempestades incluem pedras de granizo do tamanho de laranjas.

Pinheiral, que fica a 400 metros de altura, em relação ao Rio de Janeiro, tinha um clima fresco e agradável no século passado. Agora tá quente que nem o Rio. Essas temperaturas de 39, 40 graus centigrados que andam aparecendo nos termômetros, eram típicas do verão carioca. Elas ocorriam em alguns bairros da zona norte do Rio, como Olaria e Ramos, que eram considerados os lugares mais quentes da cidade. A explicação era a ausência de árvores e bosques e a predominância do asfalto e do concreto.

Hoje tá tudo igual, Pinheiral ficou quente que nem Olaria. O jeito é apelar para o ventilador e o ar condicionado. E torcer para que venham algumas chuvas para refrescar, apesar da previsão dos meteorologistas.

O fato é que esta quente demais até para os cachorros. Que espertos procuram uma sombra e ficam lá prostrados até anoitecer. Quando o Grande Cão brilha no céu.

Cão Maior: A constelação domina o verão


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    Excelente é elucidativo texto! Obrigado Cálife! Tem alguns dias que acordo de madrugada com o brilho dessa estrela…conhecia a lenda sobre a estrela Sirius e os leões que bebiam a água do Nilo quando de sua aparição, daí as fontes europeias terem cabeças de leões jorrando água, mas como sou ignorante sobre astronomia, não sabia que se tratava da própria Sirius esta estrela de brilho intenso que temos tido o prazer de observar.

  2. Avatar

    Tá difícil mesmo este verão sem chuvas. Os petistas e a imprensa em geral vão dizer que a culpa é do Bolsonaro e da direita.

    • Avatar

      Já choveu bastante em novembro e dezembro. O inverno tbm foi chuvoso. Aproveite o Sol, porque quando chover vai ser pra inundar!!… Cada coisa em seu tempo, apenas aproveite…

  3. Avatar
    Antonio Carlos Peludo

    Parabens pelo resgate da cultura

  4. Avatar
    Político bom é político morto

    Tigre banguela se tem gente que acredita em politico é mole ver cachorro nas estrelas.

  5. Avatar

    Eu penso que quem enxergou um cão ali devia estar muito doidão. Os antigos tbm viajavam…

Untitled Document