quinta-feira, 6 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Ciência – Por Jorge Calife / Observatório detecta sinais de rádio no espaço

Observatório detecta sinais de rádio no espaço

Matéria publicada em 27 de julho de 2017, 07:05 horas

 


wp-cabeca-ciencia

No dia 12 de maio passado a antena parabólica gigante do observatório de Arecibo, em Porto Rico, captou estranhos sinais de rádio vindos da estrela anã Ross 128. Segundo a equipe de astrônomos os sinais eram “pulsações não polarizadas quase periódicas na banda larga”. Até agora não foi possível identificar do que se trata e qual a sua origem. Ross 128 é uma estrela anã vermelha que fica a apenas 11 anos-luz da Terra. Relativamente perto em termos cósmicos.

A notícia provocou especulações sobre possíveis seres extraterrestres. Mas o astrônomo Seth Shostak do projeto SETI, que busca por civilizações alienígenas, acha que é mais provável que tenha sido algum fenômeno natural. Shostak acha que os ETs usaram sinais de banda curta e não larga, que se destacam mais contra o ruído de rádio das estrelas. Isso, é claro, se eles quisessem ser detectados facilmente pelos seres humanos.

O fato é que ainda não foi possível encontrar uma explicação natural para o fenômeno. A primeira hipótese é de que as emissões de rádio teriam sido produzidas por “flares”, erupções na superfície da estrela. Mas essas erupções geralmente emitem em frequências mais baixas. A segunda hipótese é de que os sinais saíram de outro corpo celeste perto de Ross 128. Mas não existem outros corpos celestes por lá.

A terceira hipótese é de que os sinais teriam sido emitidos por algum satélite artificial em órbita da Terra. Mas nenhum satélite conhecido já emitiu descargas de rádio desse tipo. Tentando descobrir do que se trata, a equipe de Arecibo pediu ajuda a outros observatórios e vai continuar monitorando Ross 128 a espera de que o fenômeno se repita.

Enquanto não encontramos outro mundo habitado, alguns seres humanos continuam a fazer planos para colonizar o espaço. Em Washington o bilionário Elon Musk sugeriu a construção de uma base na Lua, como meio de despertar o entusiasmo do público pelas viagens espaciais. Musk participou de uma conferência internacional sobre pesquisa e desenvolvimento a bordo da Estação Espacial Internacional.

A ISS foi montada em órbita entre os anos de 1998 e 2012. Ela é atualmente a única habitação humana fora da Terra e abriga apenas três pessoas, com o número aumentando para seis durante as visitas das espaçonaves russas. O que é um avanço tímido ao contrário dos sonhos da ficção científica, como o imenso hotel espacial do filme 2001 ou a cidade dos mil planetas do Valerian.

Mas se depender dos bilionários um dia chegaremos lá. No dia 20 de julho os americanos festejaram os 48 anos do pouso da nave Apollo 11 na Lua, no dia 20 de julho de 1969. Na ocasião Jeff Bezos, um dos fundadores da Amazon.com e atual diretor da empresa Blue Origins, disse que planeja espalhar um trilhão de seres humanos pelo sistema solar. O que é muito mais gente do que a população atual da Terra. A ideia é que a humanidade poderá se expandir sem limites se colonizar o espaço.

Mas para isso será preciso aprender a sobreviver nos desertos gelados de Marte ou da lua Titã de Saturno. Há até quem proponha a construção de cidades flutuantes acima de superfície escaldante de Vênus. É um projeto para ocupar gerações futuras que tentarão realizar os sonhos dos atuais pioneiros. Como Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins realizaram o sonho de Júlio Verne quando pousaram sua Eagle na Lua, em uma noite, há 48 anos.

Arthur Clarke achava que as civilizações avançadas do espaço só fariam contato com os seres humanos depois que provássemos ser capazes de sobreviver lá fora, no mar infinito das estrelas. Isso mostraria que nossa espécie deixou a infância e chegou a maturidade.

Arecibo: Antena de 300 metros captou sinais do espaço

Arecibo: Antena de 300 metros captou sinais do espaço

 

 

JORGE LUIZ CALIFE | jorge.calife@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    Povo sem serviço…

  2. Avatar

    Aguardando ansiosamente pela solução de mais este mistério da ciência. Esta estrela está bem próxima da Terra em termos cósmicos. Pelo visto empreendedores como Elon Musk e Jeff Bezos é que abrirão as portas da humanidade para as estrelas. A iniciativa privada é o futuro da exploração espacial.
    Uma especulação muito boa sobre a expansão da humanidade pelo Sistema Solar está no livro recém lançado “Leviatã Desperta”, do James S. A. Corey, que deu origem a série de TV ” The Expanse”, da Netflix. Tem intriga política, economia, guerra, investigação policial e muita ficção científica de qualidade. Tá faltando uma resenha, hein Calife?

  3. Avatar

    Nossa Senhora o TOPETE SEXE escrevendo uma coluna por dia, deve tá saindo fumaça no cérebro e sempre causando burburinhos que na maioria das vezês nem tem nada haver com a coluna, cuidado que passagem de ônibus vai aumentar muito e não vai poder fazer suas viagens todos os dias e nem terá mais tantas meninas de legging. Vai ter que esquentar a canela. Ops brincadeirinha. Beijinhos.

Untitled Document