segunda-feira, 13 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Os blogueiros do espaço sideral

Os blogueiros do espaço sideral

Matéria publicada em 22 de agosto de 2017, 07:00 horas

 


Eles ajudam a combater mitos e boatos sobre o que acontece lá em cima

wp-coluna-espaco-aberto-jorge-calife

Na internet tem todo o tipo de blog, página e canal de vídeos. Os mais conhecidos são os das especialistas em moda, que ensinam as internautas sobre o que devem usar, quando e como. Há blog sobre literatura e esporte. E existem até blog sobre astronomia e astronáutica, que passam boa parte do tempo desmentindo aquelas teorias malucas que circulam pela rede. Sobre o planeta gigante que vai bater na Terra ou a conspiração da Nasa para esconder os extraterrestres.

No Brasil esse tipo de assunto não é muito popular e há poucas páginas espaciais. Uma das mais conhecidas é o Mensageiro Sideral, do jornalista Sebastião Nogueira. Que, infelizmente, tem acesso restrito a assinantes. Para quem domina a língua inglesa o universo se expande muito. No YouTube tem os vídeos da canadense Amy Shira Teitel, a moça na foto aí ao lado. Ela sabe tudo sobre o programa espacial e vive entrevistando astronautas da ativa e aposentados. As vezes Amy entra na rede em tempo real, ao vivo, sempre na companhia de seu gato de estimação, o Pete. Que tem esse nome, é claro, em homenagem ao astronauta Peter Conrad, da Apollo 12.

Amy já publicou um livro sobre o programa espacial e foi convidada para dar palestras em lugares distantes como a Austrália. E é reconhecida, mundialmente, como autoridade na história do programa espacial. Como todas as pessoas que escrevem sobre o assunto, Amy Shira já teve que passar horas desmentindo aqueles boatos de que o homem nunca foi a Lua e as missões Apollo foram filmadas em um estúdio de cinema. Simpática, a canadense explica como foi que as naves passaram pelo cinturão de radiações Van Allen, que circunda a Terra, e porque elas não escavaram um buraco na superfície da Lua com o jato do seu motor (a Lua é bem mais sólida do que se pensa e não, ela não é feita de queijo).

O único defeito da Amy é que ela, as vezes, entusiasma-se e fala muito depressa. O que prejudica o público que não é fluente na língua inglesa e que está tentando compreender um assunto complicado. Tipo, o funcionamento da plataforma giroscópica que estabilizava as naves Apollo.

Como todo fã do programa espacial que se preza, Teitel coleciona miniaturas, selos, e brinquedos relacionados ao programa espacial. Outro dia ela tentou montar ao vivo, o foguete Saturno 5 da Lego, que tem 1969 peças. Atrapalhou-se toda e o gato ainda subiu em cima da mesa para checar o que era aquilo. O foguete acabou ficando pronto depois de várias tentativas e ajustes. Até os astronautas também gostam de compartilhar suas experiências e postam vídeos no YouTube mostrando como se escova os dentes em gravidade zero e fazendo experiências a bordo da estação espacial internacional.

Em 2011, durante uma missão a bordo da Estação Espacial Internacional, a astronauta Nicole Stot manteve um blog, relatando suas experiências lá em cima. Os blog dos astronautas podem ser acessados através da página oficial da Nasa. Alguns postam fotos lindas como as da astronauta italiana Samantha Cristoforetti. E, é claro, todo internauta interessado em astronáutica conhece o astronauta canadense Chris Hadfield, que pegou um violão e tocou a música Space Oddity, do David Bowie, dentro da cúpula de observação da Estação Espacial Internacional.

Ele quase não conseguiu permissão para fazer isso. Afinal, a música conta a história de um astronauta perdido no espaço. Coisa que nunca aconteceu com os internautas siderais.

Amy Shira: Problemas com o Saturno 5

Amy Shira: Problemas com o Saturno 5

LegoSaturno5

 

JORGE LUIZ CALIFE | jorge.calife@diariodovale.com.br


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    O mensageiro sideral é Salvador Nogueira, não é Sebastião Nogueira.

  2. Avatar

    Uma correção, Calife: o nome do jornalista do Mensageiro Sideral é Salvador Nogueira, não Sebastião Nogueira. O livro dele, “Rumo ao Infinito”, é um dos melhores livros sobre astronáutica para leigos já publicado no Brasil, junto com o “Como os Astronautas Vão ao Banheiro?”. Outra página muito boa é a “Bad Astronomy”. Nenhum deles foi melhor que o saudoso Carl Sagan. Até hoje quando ouço estas besteiras repetidas por aí me lembro de uma frase dele: “alegações extraordinárias exigem provas extraordinárias”.

Untitled Document