domingo, 24 de março de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Os chatos que veem racismo em tudo

Os chatos que veem racismo em tudo

Matéria publicada em 17 de fevereiro de 2019, 10:00 horas

 


Militante do movimento negro critica jovem que chamou a namorada branca de ‘neguinha’ em postagem carinhosa no Facebook

Cultura negra está presente na vida do brasileiro – Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

‘A coisa aqui tá preta…’, já diria Chico Buarque. Recentemente, um rapaz fez uma postagem no Facebook falando de seu relacionamento com a namorada, e a chamou carinhosamente de “neguinha”. Foi o bastante pra uma chata estraga-prazeres entrar no post reclamando e dizendo que, se o cara queria chamar a namorada dessa forma, não deveria namorar uma branca.
O rapaz foi bobo o suficiente pra não excluir o comentário da moça nem bloqueá-la (afinal, era a página dele e ninguém precisa aturar desaforo) e o caso acabou virando discussão na rede social.
Quando resolvi usar esse tema, me lembrei de gente ainda mais chata que essa militante, reclamando do termo “magia negra”, por se referir a uma magia ruim e seu oposto “magia branca”, se referir a uma suposta magia do bem.
O colunista não acredita em magia nem em nada de sobrenatural, mas fica claro que os termos “negra” e “branca” nesse caso não se referem a raça. A oposição é entre luz e trevas, entendida a luz como positiva e as trevas como negativas.
Referir-se ao período da história europeia imediatamente posterior à queda do Império Romano como “Idade das Trevas” não é considerado problemático, mas já teve gente reclamando da denominação “Peste Negra” para a pandemia de peste bubônica que assolou o mesmo continente em meados do século XIV.
E não adianta explicar que o nome se deve ao fato de as pessoas infectadas apresentarem manchas escuras em suas peles brancas. Os chatos vão tentar fazer uma ligação com raças que, mais uma vez, não existe.

Luz versus trevas

O ser humano é um animal diurno. Pelo menos, deveria ser, embora a frequência de bares e boates entre meia-noite e quatro da madrugada queira nos provar o contrário. Mas a verdade é que, antes de dominar tecnologias que lhe permitiram enfrentar predadores como lobos e leões, os humanos eram mais vulneráveis à noite. Provavelmente, isso nos tornou inconscientemente antipáticos a esse período.
O fato de à noite não haver luz suficiente para enxergarmos claramente é o principal motivo para nossa vulnerabilidade durante esse período, o que nos leva a associar trevas ao que é ruim (alguns cristãos chamam o Diabo de “senhor das trevas”) e luz ao que é bom (Cristo é chamado de “luz do mundo”).
Acontece que a ausência de luz é percebida pelos nossos sentidos como sendo preta, enquanto a junção de todos os comprimentos de onda luminosa do espectro visível (são, na verdade, apenas sete cores, as demais são misturas) dá o branco. Então preto=escuridão=ruim e branco=luz=bom, no nosso inconsciente coletivo.

Bom versus ruim

Assim, quando nos referimos ao “lado negro da força” em Star Wars, não estamos falando dos Jedis que moram no Harlem, mas daqueles que usam seus poderes para o mal.
A “magia negra” não tem nada a ver com o candomblé ou a umbanda, mas com os objetivos malignos de seus rituais.
Da mesma forma, quando Chico Buarque, que cito no início desta coluna, escreveu que “a coisa aqui tá preta” na canção “Meu caro amigo”, ele não estava se referindo à cor, muito menos à raça. Ele se referia à situação ruim que o Brasil atravessava, no fim dos anos 70.
Portanto, essa visão de preto-negro-escuridão-ruim versus branco-claro-luz-bom não tem nada a ver com a cor da pele das pessoas, entendido? (Ia escrever “tá OK?”, mas aí íamos começar outra treta).

Falando de raça

Uma foto do colunista aparece aqui e pode-se notar que não se trata de um branco. Aliás, o colunista já foi confundido, nos Estados Unidos, com paquistanês e indiano. E olha que, de raça, americano entende. É um dos países que têm imigrantes de mais etnias diferentes. Então, que os negros não me tomem por branco.
Pois bem: é preciso admitir que, sim, os negros foram trazidos como escravos para o Brasil e que, durante mais de três séculos, sofreram muito.
É também verdade que a abolição da escravatura não foi acompanhada de nenhum esforço para que os recém-libertos tivessem oportunidades de se integrarem dignamente à sociedade. Por isso, os negros até hoje estão entre os mais pobres e os mais vulneráveis à criminalidade e à violência.
Algo precisa ser feito quanto a isso? Precisa.
Outra verdade é que durante os mais de trezentos anos que durou a escravidão, alguns preconceitos foram implantados no nosso inconsciente coletivo: o negro como malandro e a negra como mulher sensual e “quente” são dois exemplos. É preciso combater isso? Sim.
A discriminação racial é odiosa. Mais do que isso, é crime! Mas exagerar o combate ao preconceito, fazendo “mimimi” e racismo reverso, como quando
militantes querem condenar não-negros pelo uso de vestimentas e penteados típicos dos negros, só faz atrair antipatia para uma causa nobre.
É melhor brigar quando houver motivos reais para brigar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

28 comentários

  1. Avatar

    Tem um chato que vê PT em tudo!!!!!!!!!

  2. Avatar

    tucanoide!!!!!!

  3. Avatar

    Os Judeus que eram brancos e foram, durante muitos anos,escravizados por egipcios, negros. Chineses, amarelos, foram escravizados por japoneses, também amarelos. Na África muitos negros escravizam outros negros. Brancos escravizam brancos. A escravidão é um crime perverso e deve ser combatido pela humanidade mas nem sempre foi feita do branco sobre o negro, nem no Brasil. Nenhuma pessoa branca nos tempos atuais deve ser responsabilizada pela escrividão ocorrida no Brasil do passado mas responsabilizada pelos crimes que vier a cometer no presente contra qualquer raça, negra, amarela ou branca.

  4. Avatar

    É pior que pensei esse Guto… Não sabe nem entender uma ironia!

  5. Avatar

    Quando a ex-presidenta Dilma Roussef mandou calar o padre José Augusto senão ela ia mandar fechar a rede de televisão Canção Nova… É claro que fiquei revoltado, pois só porque o padre é negro ele tem que ficar quieto?
    Por que Dilma não mandou calar os padres Fábio de Melo e Marcelo Rossi?!
    Agora quem é branco pode falar e quem é negro tem que ficar quieto?!
    Como diria o jornalista Boris Casoy: “Isso é uma vergonha!”…

    • Avatar

      Guto, eu ainda espero o dia em que vou ler uma coisa que presta saindo de sua boca… Mas ainda não foi dessa vez!

    • Avatar

      Então Cirlene me diz então qual foi o motivo da Dilma Roussef ter mandado calar o padre José Augusto?!
      Qual foi a razão de ela ter mandado o padre calar a boca senão haveria retaliações?!
      O que dizer do silêncio das pessoas que me atacam e não dizem o porquê da ditadura petista calar um homem santo como o padre José Augusto?!
      Como diria o jornalista Boris Casoy: “Isso é uma vergonha!”…

  6. Avatar

    E por causa de pessoas assim igual a vc Guto que não procura ler , se informar e vai acreditando em que pessoas desinformada fala , que um presidente sem celebro , junto com um vice também sem celebro , foram eleitos.

  7. Avatar

    Guto zero que combinação!!!!!!!!!!Para de salivar meninas!!!!!!!

  8. Avatar

    Perfeito, Calife!… E tem gente que acha mesmo que “negro” não é cor? Têm que estudar a etimologia da palavra. Negro e preto são SINÔNIMOS, assim como branco e alvo, vermelho e encarnado, etc….

    Respeito não se exige, se conquista. Os povos asiáticos sempre foram vítimas de discriminação, tanto quanto os negros, mas ganharam respeito pela sua disciplina, trabalho e perseverança. Chegaram no Brasil com uma mão na frente e outra atrás, sem direito a qualquer coisa, mas ninguém vê descendente de asiático em favelas… Hoje, nenhum branco se refere a um amarelo como um inferior, porque olham pra China, Japão, Singapura, Coréia, e vêem o que eles fizeram lá, a grande civilização de milênios e de hoje também… Quando olham para a África e outras regiões do mundo onde afrodescendentes estão em grande número e vêem as condições sociais e econômicas desses lugares, alguns vão partir para a doutrina vitimista e acusar os colonizadores, enquanto outros simplesmente balançarão a cabeça e não dirão nada, pois o mundo politicamente correto os recriminaria…

    • Avatar

      Meu caro “comentarista “a discriminação está no SEU modo de ver e abraçar o outro.Não temos cor! Sim!Para vcs é de sumais importância esse detalhe. Mas caráter e dignidade é o que não falta nesses milhares de negros e inclusive os que vc tem na sua árvore genealógica.

    • Avatar

      Por exemplo senhor, ouviste alguma vez, falar de um navio negreiro? Claro que não. Pois,é. Como se exigir respeito, se não vieram no convés, mas, em fétidos porões, acorrentados; mercadoria pronto p/venda. Comparação infeliz, como desse moço, que vive no “mundo da lua”. Quando falar do negro, olhe no espelho, e veja a sua cor. Preto? não? Então fique na sua. Mercadoria (negros), e mercadores(turcos, sírios, libaneses,árabes) há uma imensa diferença. Pergunte, há algum asiático, se ele passou pela senzala; você mesmo. Algum dia fez ideia, o que era uma? Papo (pedra no muro) não vai adiantar nada. Mas essa magoa, eu sei bem o que é. Genético: de pai p/filho. Na senzala, havia muitas crianças mulatas, e nem todos eram filhos do senhor do engenho. (muitos eram filhos da Sinhá, ou netos do Senhor) FALASTE TANTO DE SINÔNIMOS. Qual o sinônimo de favela?
      Vou lhe adiantar alguns: Heliópolis (80% nordestinos) Chinatown (chineses) ah! e outras; europeus do leste, judeus no próprio “gueto”, outro sinônimo light, p/favela.

    • Avatar

      O engraçado é que quando um afro descendente consegue escalar a pirâmide social a primeira coisa que faz é casar com uma loira, vide o caso do Rei do futebol. Isso também é discriminação?
      Com relação a escravidão ela só existiu porque os próprios afro descendentes vendiam seus irmãos para os malvados colonizadores.
      O importante é que o carnaval está chegando e o melhor de tudo é ver as mulatas sambando desnudas nas ruas do nosso Brasil.

  9. Avatar

    Esse sujeito está em tratamento as suas bizarrices e sandices são os remédios tarja preta.

  10. Avatar

    E o que tá ficando chato também é tudo quanto problema é culpa da esquerda, pt, lula, dos esquerdopatas, e blábláblá…isso é também é mimimi.

  11. Avatar

    É preocupante que durante os últimos 20 anos só houve aumento na taxa de mortalidade de negros entre as idades de 14 e 26 anos, ou seja, como a educação fundamental foi colocada em segundo lugar, os negros jovens saiam da escola e serviam de mula para os lordes do tráfico que são brancos!
    Até quando a população vai deixar que o ensino fundamental no país seja tão ruim que as crianças fogem da escola para trabalhar no tráfico?!!!

    • Avatar

      Acho que há racismo sim.

      Sou branco, cabelos pretos, e sinto discriminação por parte de familiares loiros de olhos azuis…

      Sinto que as pessoas que discriminam são recalcadas e se sentem ameaçadas.

      Imagine quem é negro.

      Mas hoje em dia o pobre que é “branco” , de certa maneira está pior que o negro, pois não entra em cotas raciais para concurso e vestibular.

      Pois o que conta é o fenótipo e não o genótipo.

      Em outras palavras 2 irmãos um puxou o pai e é negro, o outro a mãe e aparentemente é branco,só entra nas cotas o que aparenta ser negro.

      Acho injusto.

      Mas o que seria justo…

  12. Avatar

    Muito mais grave que ver racismo em tudo é não ver o racismo que está em todo lugar.

    Parece que o colunista só se preocupa com a questão menor.

  13. Avatar

    A militância dos PC está está se tornando uma ditadura daquilo que eles consideram correto. Correto é a pessoa ter ética, bom senso e educação o resto é pura babaquice. Isso é fruto da influência política-social de uma esquerda “cosmética” que governou o país até pouco tempo. Que não se empenhou em resolver assuntos sérios, de interesse de toda a sociedade. Criou essa segmentação social para dizer que está militando a favor das minorias, balela.

  14. Avatar

    Santa mediocridade e respeito! Todos os brasileiros têm na sua família e somos filhos da miscigenação! Admiro o colunista abordar o tema de forma que grande parte da sociedade aborda. Estar sendo comparado em New York é fácil! E o rapaz morto no supermercado essa semana?A carne negra é a mais barata do mercado para muitos. ……Mas não é! Pois temos dignidade e caráter para honra_ lá e segurar na mão do outro!

  15. Avatar

    Essa invenção esdrúxula de politicamente correro, mais uma nefasta invenção da esquerda de araque do Brasil, alimentada e financiada pelos governos do PTralhas.

    Isso é uma babaquice de desocupados que tentam alienar um povo mediocre e analfabeto. Enquanto isso eles, os “esquedopatas” estão passeando na Europa e de devaneando com o consumismo.

    Inbecis

  16. Avatar

    Lula queria fazer média com Nelson Mandela, quando o mesmo visitou o Brasil, e disse para ele que se fosse eleito presidente aumentaria o intercambio comercial entre o Brasil e a África do Sul, no entanto, a coisa ficou preta para Lula, pois Mandela respondeu que não via necessidade de aumentar o intercambio comercial entre os dois países!
    O que dizer da ignorância de um ditador africano que disse que Lula era o primeiro presidente negro do Brasil?!
    Digamos que como ele é ditador e trata mal seu povo, da mesma forma ele via Lula como um igual!

    • Avatar

      Meu Deus! Estude Mandela e sua importância! E volte daqui alguns anos para escrever sobre. ….Claro!Se tiver entendido!

    • Avatar

      Ai que burro dá zero pra ele

    • Avatar

      Mandela ditador? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Avatar

      Indignada, amiga?
      Perder tempo, com ignorante desses? Mandela ditador?
      Não teve tempo. Mas fez alguns fazendeiros sentirem na carne, o que fizeram com os negros.

    • Avatar

      Guto, não ligue, estou contigo e sou como você. Não tem mimimi comigo. Sou Bolsonaro mesmo e não tiro a camisa. Pode tirar meus direitos, pode tirar minha aposentadoria, pode me tirar o couro, mas eu não largo o MITO. Odeio PT, odeio comunistas, quem pensa diferente de mim é esquerdopata. E tem mais, o culpado pelo acidente em Brumadinho foi o Lula e a Dilma, e pra fechar, queria que o Bolsonaro revogasse a lei áurea. Guto, tamo juntos irmão!!!

    • Avatar

      Saraiva eu sou 100% contra o PT, mas não sou 100% à favor de Bolsonaro, digamos que sou 70% à favor de Bolsonaro…
      Quanto a você querer que Bolsonaro revogue a lei áurea, isso é racismo!
      Cuidado Saraiva, a justiça brasileira está de olho em pessoas racistas como você! Veja o caso do Ciro Gomes que chamou o vereador negro Holiday de capitão do mato! Ciro Gomes foi obrigado, ontem, a pagar R$ 38000,00 reais de indenização a esse vereador negro!!!
      Vergonha é você Saraiva e viva a Justiça brasileira que condenou o Ciro Gomes!
      O que dizer da ignorância das pessoas que sofrem de analfabetismo funcional, que me atacam envolvendo o nome do Mandela, que eu acho um verdadeiro herói nacional por ser cristão e defender o povo pobre, enquanto não criticam Lula que foi elogiado por um ditador africano?!
      Como diria Albert Einstein: “Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana; e eu não tenho certeza sobre o universo.”

Untitled Document