terça-feira, 17 de setembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Pela extinção dos Correios

Pela extinção dos Correios

Matéria publicada em 30 de agosto de 2019, 08:00 horas

 


O monstro se tornou tão diabólico que privatizar só não é a solução

Correios: Incompetência e imbecilidade – Foto: Arquivo

Privatizar os Correios virou prioridade para o atual governo. O Planalto quer se livrar do paquiderme estatal porque ele está perdendo rapidamente o valor de mercado. Os serviços estão se tornando tão ruins que a maioria das empresas prefere recorrer a outras empresas para enviar suas encomendas. Pessoalmente estou cansado da morosidade e da incompetência dessa empresa monstruosa. Coisas simples, como receber uma encomenda do exterior, viram novelas sem perspectiva de um final feliz. A coisa toda é digna de um romance do Franz Kafka, ou talvez de uma peça de Eugene Ionesco, o mestre do absurdo.

Sexta-feira passada recebi uma cartinha dos correios. Informava que um objeto que importei dos Estados Unidos fora tributado pela receita federal, e que eu deveria pagar o imposto para libera-lo, do contrário será devolvido ao remetente. Como é norma fui à página dos correios na internet, tentei gerar um boleto para pagamento e o sistema travou. Tentei pagar com o cartão de crédito e o resultado foi o mesmo.

No fim de semana a coisa piorou. Cada vez que vou à página dos Correios e clico na opção “Minhas Importações” surge uma mensagem que diz: “Erro 503 – esta opção está temporariamente indisponível”. Se clicar na tecla “pagar” a mensagem diz: “Erro 404 – não foi possível encontrar a URL deste endereço.” Na segunda feira fui até na agencia dos Correios, lá de Pinheiral, para tentar conseguir o tal boleto de pagamento. A atendente tentou acessar a página dos correios na internet e também não conseguiu e o tal boleto só pode ser gerado via internet. A moça sugeriu que eu “continuasse tentando, porque o sistema esta intermitente”. E registrasse uma queixa pelo 0800.

Fui para casa e liguei para o número dos correios. O atendente disse que não podia registrar a minha reclamação porque o sistema estava fora do ar. Finalmente, no final do dia consegui falar com uma pessoa cujo sistema não estava “fora do ar”. A sensação foi a de me comunicar com um robô retardado. Ele me pediu o código do objeto e quando dei ele disse: “Ora, o problema é que essa encomenda foi tributada e o senhor não pagou o tributo.” Quando eu disse que “estava cansado de saber disso” o sujeito quis engrossar comigo. Finalmente registrou minha reclamação e prometeu uma solução em “cinco dias”.

Levou menos tempo do que isso. No dia seguinte recebi um e-mail dos correios que dizia: “Examinamos sua queixa: O problema é que sua encomenda foi tributada e o senhor não pagou o tributo.” Tive a impressão de que estou lidando com pessoas mentalmente deficientes. Como é que vou pagar o tributo se o site esta fora do ar há cinco dias? E a agência não pode gerar o boleto?

Qualquer empresa que lide com pagamentos de taxas tem vários canais disponíveis para o cliente. Veja o caso dos bancos. Se você não consegue fazer alguma operação pelo internet banking ou pelo caixa eletrônico pode ir a agencia e falar com um caixa de verdade ou com o gerente, que certamente apresentará uma solução. Nos Correios não há opção. Eles querem ser muito moderninhos e tudo só pode ser feito pela internet. Aí o site entra em pane e o cliente fica sem opção. Tendo que arcar com o prejuízo.

Será que privatizar os Correios, como quer o governo, seria a solução? A julgar pela experiência passada não. No passado o governo privatizou a Telerj, a companhia telefônica do estado do Rio de Janeiro e criou um monstro. A privatizada Telerj mudou o nome para Telemar e virou campeã de reclamações no Procom. Acabou tendo que mudar de nome novamente.

No caso dos Correios ele já virou um monstro e o jeito é o cidadão ficar bem longe dele.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

46 comentários

  1. Avatar

    Enviei um envelope com 0,030 kg de peso de Paulínia SP, para V.Redonda e paguei R$ 52,00 , se fosse privado não passaria de 30,00,
    Tem que ser privatizado ontem.

  2. Avatar
    Comprador de carros do Queiróz.

    Chamem o Queiróz que ele, como “um homem de negócios” , “fazedor de dinheiro” (público, é lógico), vai melhorar e muito os Correios. “MITOOOOOOOOO !!!!!!!!

  3. Avatar

    SÓ TENHO CERTEZA DE 3 COISAS NA VIDA: QUE ESTOU VIVO, QUE A MORTE CHEGARÁ , E O QUE COMENTA AQUI CHAMADO VAI VENDO É UM PSOLISTA, PETISTA OU COMUNISTA.

    • Avatar

      O que parece que o que está acontecendo com os Correios, é uma grande sucatizaçāo da empresa para que a população apoie uma privatização que só irá beneficiar grandes empresários. Tomemos cuidado ao apoiar uma privatização pela emoção. Quem sairá mais prejudicado será o usuário. Imaginem quanto será cobrado de tarifa pela iniciativa privada. Raciocinemos sem paixões. Correios tem que ser público.

    • Avatar

      Cézar Rodrigues,

      Noutra matéria um comentarista afirmou que estou a serviço do PSL e do Bolsonaro. rsrs

      Estou esperando ainda apontarem pelo menos uma empresa pública brasileira que foi privatizada e é sucesso hoje. Pode ser qualquer uma, até devendo uma fortuna de impostos.

      Uma dica: se procurarem pelo g l o g l e já adianto que não encontrarão.

  4. Avatar

    Na maior parte dos países desenvolvidos os correios são privatizados, com a concorrência natural o serviço tem uma qualidade melhor e maior eficiência. O governo federal tem que gerir as verbas públicas em prol da população e não manter empresas deficitárias para servir aos interesses de quem é corrupto

    • Avatar
      Carteiro do Retiro VR!!!

      O problema é que o brasileiro se espelha em grande arte das atitudes do exterior, mas se esquece que não tem cultura pra isso… Nos EUA quando o carteiro vai na sua casa e não encontra ninguém, ele simplesmente deixa a encomenda na sua porta e vai embora. Sabendo que quando o cliente chegar a encomenda estará lá. Já aqui no Brasil, quando o cliente não está em casa,o vizinho tenta “ajudar” o carteiro, e algumas vezes não entrega a encomenda do vizinho. Culpa de quem? Do carteiro!!!
      Sem falar no salário de lá. Cerca de $700 dólares por semana. Aqui, com descontos tudo, líquido R$1.400 POR MÊS.
      HAAA MAS O TICKET???
      Se alguém for no mercado hoje e conseguir fazer uma compra mensal para uma família com 4 pessoas e não gastar nem R$900 estará mentindo.
      Não seja hipócrita e ir na modinha da cabeça dos outros sem pensar.

  5. Avatar

    Voto pela extinção dos Correios e por jornalistas que procurem ver todos os lados da história e façam matérias imparciais e com mais verdades que achismos!

  6. Avatar

    Privatização no Brasil nunca foi, não é e nunca será a solução.

    Acidentes todos os dias na Serra das Araras causando imensos atrasos e prejuízos para os usuários e para o Meio Ambiente. A empresa tem projeto pronto para outra pista no local, mas esperará para usar como moeda para conseguir continuar faturando alto nos pedágios.

    Ao conseguir ficar atrasará outras décadas para a obra.

    • Avatar

      Ainda não me mostraram uma empresa pública privatizada que é sucesso no Brasil. Estou esperando sentado pq de pé sei que demorará.

    • Avatar

      detalhe importante na discussão: empresa publica paga salários maiores que privada, tiquet refeição altíssimo, feriados a rodo, aposentadorias com ganhos integrais sem fator previdenciário, cabide de emprego.
      moral da historia passa a ser privada e vai terceirizar todos os serviços, dará mais lucros a seus novos donos com custo menor

  7. Avatar
    marcelo Albuquerque

    Muita gente neste imenso Brasil só recebe suas encomendas pelos correios, muitas vezes subcontratado pelas eficientes transportadoras que só querem o filé. A mesma sistemática do governo quando quer privatizar uma empresa para beneficiar uns poucos: Os que compram e os que estão com o poder pra vender.

  8. Avatar

    Nós nos acostumamos com a mediocridade. Essa é a marca do país. Serviços ruins, caros, e mesmo assim consumimos e compramos. Um exemplo clássico são os carros fabricados no país. Geralmente mal acabados, inseguros e caros.
    É assim com vários outros bens de serviço. O dia que o braseiro aprender que, seja serviço público ou privado o problema está em nós e não no serviço ou produto a situação começaria a mudar.

    • Avatar

      Isso valia até um passado recente, não para o hoje. Os bens de consumo em geral, automóveis inclusive, são modelos globais, produtos oferecidos no mundo todo. O Duster brasileiro é igual o colombiano ou romeno. O computador que se vende no Brasil é o que há nos EUA, no Peru, na Polônia, no Egito, em Singapura. A diferença é o preço, a margem de lucro da operação…

  9. Avatar

    Parabéns pelo texto! Só verdades!

    • Avatar
      Volta Redonda que eu quero

      Passou o tempo…e os Correios ficaram obsoletos..sempre vendendo produtos terceirizados….raspadinhas….bau..telesena…

      Seus administradores paralisaram a inovação..as estratégias de novos negócios..e até mesmo novos produtos.

      Já era para terem produtos próprios em seguros..raspadinhas..cartoes…e outros…

      Presente em todas as cidades do país..

      Agora já era…

  10. Avatar

    O governo vai vender a preço de banana uma empresa que tem estrutura em mais de 5000 municípios. Será disputada a tapa por Amazon, DHL, Fedex, Alibaba. Qual empresa que não quer entrar no Brasil investindo migalhas e já assumindo praticamente o monopolio ?

    • Avatar

      Gostaria muito de discordar de você, mas não posso.
      Se uma empresa comprar só pelo o patrimônio já sai no lucro, como foi com a CSN. Só as terras valeram e muito a compra.
      Duvido que tenham a relação patrimonial com as devidas depreciações em dia. E mesmo que tenham, não serão avaliadas na privatização.
      Quem dera que seja comprado por essas empresas que você citou.
      Os Correios serão de quem “contribuiu” mais com o caixa 2 da última campanha.

      A privatização dos Correios será de “cartas” marcadas.

    • Avatar

      Sr. Jorge Calife, antes de gastar tempo fazendo uma matéria dessas, o senhor mudou de plataforma? Na maioria dos casos o erro é do navegador que o usuário utiliza e não do sistema! Já vi um monte de reclamações como a sua se tornar em pedido de desculpas por causa de uma coisa tão simples como essa…

  11. Avatar

    Os Correios estar desse jeito faz anos e vai vim uns sem noção vai querê dizer que a culpa é do Bolsonaro como sempre.
    Tem gente se for corneado vai falar que a culpa é dele também kkkkkkkkkkk.

  12. Avatar

    Faz arminha, quem mandou morar mal em pinheiral?kkkkkkkkkkkkkk

  13. Avatar

    Uma simples operação de pagamento não funciona. kkkk Qualquer profissional da internet resolveria esse problema para os correios.

    VAI VENDO Aí o que dá votar em candidatos que NÃO CONHECEM a Administração Pública (Correios) e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública (não sabem qual o profissional certo para o cargo certo para realizar uma tarefa certa, para atender o cliente certo).
    Os eleitos são inaptos para uma função pública.

    Aí é as empresas públicas as ineficientes….. E pedem a privatização.

    • Avatar

      Na real, usar de mentira para justificar algo é vergonhoso.

      Milhões de pessoas comprar e recebem com tempo recorde suas encomendas.

      De fato há atraso, avarias r outros pormenores, coisas normais de qualquer empresa.

  14. Avatar

    Não vejo os correios dessa forma, uso sempre quando convém e TODAS as vezes foi atendido como esperado. Acho que existem casos e casos, o que não se pode é pegar o SEU CASO e generalizar.

  15. Avatar

    Bom, na prática o senhor tentou importar um objeto do exterior sem pagar o imposto. Então, realmente os correios não vão lhe entregar. Em relação ao pagamento do imposto, tem que ser na Receita Federal, então não tem como culpar a empresa. Outro ponto importante é que os objetos demoram a ser entregues pois passam as vezes mais de 30 dias para passar na alfândega pela Receita (dentro do parqueamamento da empresa Correios). Neste caso, para evitar problemas, como um cidadão honesto que o senhor deva ser, é bom importar objetos do exterior já pagando os tributos devidos ok?

    • Avatar

      Esdras, pelos Correios não funciona do jeito que você falou. O processo é exatamente como o Calife informou. Você compra, paga o frete lá fora e espera a tributação acontecer quando chega aqui. Pode ser 60% sobre a nota-fiscal ou eles resolvem conferir se o valor da nota é condizente com o produto.
      Eles colocam uma etiqueta vermelha na encomenda e geram uma fatura para ser quitada antes da retirada do produto. Além disso, costumam cobrar ainda 19% de ICMS aqui no Rio de Janeiro sobre o produto com o imposto da receita, ou seja, o governo estadual fatura em cima do imposto do governo federal.
      Ah, e costuma ter uma taxa dos próprios Correios também, mas é um valor fixo.

  16. Avatar

    Regra neoliberal : Asfixiar o órgão deixando de repassar recurso pro serviço ficar uma bosta, e então falar que a solução é privatizar

    Me espanta ainda nesse país os trouxas não captarem as coisas. Por isso temos esse presidente miliciano que quer ensinar os outros quando pode cagar ou não

    • Avatar

      Nao é imposto. é uma nova taxa despacho postal. Comigo aconteceu o mesmo. Porem insisti e consegui gerara a guia de 15.00. Porem consta como pago e ainda nao movimentou de Curitiba pra cajamar. Mercadoria quando vem de epacket ele ja passam direto pois a epacket ja absorve esta taxa e ja repassa para o correios.

    • Avatar

      Muito me alegra saber que não sou o único que está visualizando o tramóia que está por detrás das cortinas da mídia. O governo tem todo o poder de melhorar a gestão dos correios, mas a trama é vender barato igual fez com a CSN.

    • Avatar

      Em um lugar onde não existe “plano de pais” existe plano de partidos e de governos, é melhor que não existam estatais, os que são contra privatizações, sem generalizar, mas muitas vezes são os que se aproveitam ou são influenciados por estes, não se respeitam os funcionários de carreira e a empresa, muda um governo e enfiam seus cabos eleitorais, ativistas, amigos e a militância nessas estatais, foi assim que uma das melhores empresas do Brasil, os correios, chegou a esse ponto, o entra e sai daqueles que se serviram dessa empresa desmotivou os verdadeiros trabalhadores, não permitiu ou atrapalhou o planejamento com vistas ao futuro, as desculpas que inventam não procedem, a internet concorre sim mas beneficiou muito quem se planejou, veja a Fedex e outras que só cresceram, a Embraer hoje é sucesso absoluto, só um exemplo, vamos prestar atenção no SAAE VR, podem pensar que não sabemos o que se passa lá.

  17. Avatar

    Ja passou da hora do governo privatizar é tudo mesmo ,todos serviços públicos desse pais não presta essa é a triste realidade.

    • Avatar

      Privatizar as Forças Armadas tbm, são um antro de vagabundos.

    • Avatar

      Brumadinho pediu pra você não falar m…..

    • Avatar

      Privatizar o serviço público é como voltar ao regime feudal, dos barões. Idéia de quem não tem a menor noção do que fala. A imensa maioria da população é leiga, ignorante sobre aquilo que fala, mas opina como se proferisse uma sentença… Vc só tem duas opções: ou fica ouvindo o povo, ou governa. A opinião popular é para dar “feedback”, para avaliar o produto, não para empatar todo o processo governamental, do contrário não precisaríamos de eleições para escolher representantes…

  18. Avatar

    Oque tem que acabar não é com as empresas estatais e sim, acabar com a politicagem e colocar bons administradores

  19. Avatar

    No caso dos bancos, falar com o gerente ou o “caixa gente” costuma levar muito tempo e para muitos clientes tempo é dinheiro.
    Quanto à razão social Telemar, é usada só para problemas. Para soluções e marketing é Oi.
    Mas que privatização nem sempre é solução, isso é verdade, além das muitas deficiências das teles, vide também algumas concessionárias de rodovias que estão “jogando a toalha” até sem cumprir cláusulas contratuais.

  20. Avatar

    Me admiro vc escrever num jornal sem fazer uma reflexão, escreve com raiva e não com a razão. Os Correios estão assim porque a ordem é pra não funcionar bem para justificar a privatização. Desde Temer os Correios pioraram porque é um conluio para privatizar e entregar para a Fedex.

    • Avatar

      Privatizar e um bom começo, mas e preciso abrir o mercado para novos concorrentes. Com mais empresas o serviço tende a melhorar.

    • Avatar

      Criar dificuldade para vender facilidade! Ass. Estado.

    • Avatar

      Victor,

      Com a telebrás foi a mesma historinha. Quanto pagamos de mensalidade agora? E os serviços são de primeiro mundo?

      Privatização no Brasil não foi, não é, e nunca será sinônimo de eficiência e eficácia. Pior, os governos DOAM AS EMPRESAS constuidas com os impostos desviados da saúde, da educação, etc, recheada com muita corrupção, elas ainda pegam até o dinheiro para dar entrada, além do empréstimo para investimento, e depois entragam de volta.

      Eu posso nomear um monte delas. Ou melhor, mostre uma empresa privatizada que é sucesso hoje.

    • Avatar

      Observando cada comentário, foi esse que eu estava procurando, pois realmente esse processo de degradação dos correios já vem de um longo tempo. O problema é que com a falta de memória do brasileiro, juntamente com o egoismo e a falta de noção de país e de nação, nos faz ficarmos cegos e perdidos na escuridão da desinformação como também da alienação. Fiquei feliz que alguém se lembra de quando e como tudo isso começou. Parabéns a você que não faz parte da maioria. Abraço a todos.

    • Avatar

      Desde temer? Quer dizer que com os Petistas os correios estavam mil maravilhas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document