segunda-feira, 22 de outubro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Porque será que os cães correm atrás dos pneus dos carros e motos?

Porque será que os cães correm atrás dos pneus dos carros e motos?

Matéria publicada em 11 de julho de 2018, 08:44 horas

 


Esta é uma pergunta que tenho certeza que muitos apaixonados por cães e até aquelas pessoas que não curtem muito, gostariam de saber.

Pois bem, para matar a curiosidade de todos, aí vai à resposta. Os cães possuem essa reação por simples  instinto. Eles fazem isso porque está em sua genética, afinal, seus ancestrais eram predadores com um grande instinto de caça, ou seja, para eles, qualquer coisa que se mova pode ser uma presa, como por exemplo, uma vara arremessada, uma bola, um gato, um pombo ou até mesmo os veículos.

Além do instinto de caçador, alguns cães podem apresentar esse comportamento por outros instintos, como por exemplo:

– defesa: onde ele corre atrás para afastar o intruso motorizado de seu território;

– pastoreio: geralmente comum em cães pastores e vira latas, onde os cães perseguem carros “rebeldes” na tentativa de trazê-los de volta para o “rebanho”.

Estes instintos podem ser ainda mais aflorados quando em grupos com outros cães.

A verdade é que o movimento dos veículos simplesmente aciona os instintos deles, fazendo com que o cão vá à caça de sua presa. Porém nem todos os cães apresentam esse tipo de comportamento, alguns cães podem apresentar um maior ou menor instinto de caça. Ou seja, alguns animais encaram isso apenas como brincadeira e preferem interagir com brinquedos e pessoas, geralmente são os cães socializados. Já os cães menos socializados, levam isso a sério e vão mesmo atrás de suas presas, perseguindo assim qualquer coisa que se mova.

Muitos deles também brincam de “luta” como parte desta atividade de “caça”, onde na maioria das vezes, o objetivo não é machucar ou matar a “presa”, mas envolver o outro animal neste jogo, na brincadeira. Porém, se o animal apresentar um instinto de caça muito forte, como algumas raças de caça (hounds, terriers), pode ser um tanto perigoso, pois as lutas serão mais sérias assim como as perseguições, e caso o animal consiga alcançar sua presa, estando viva, ele pode até matá-la.

Por isso, quem tem cães com muita vitalidade e este instinto aumentado, deve estar disponível para proporcionar atividades junto ao seu cão, evitando excessos, pois caso contrário, a ausência ou excesso de brincadeiras sem limites poderão resultar em problemas.

Cães que apresentam um instinto de caça muito forte podem estar apresentando um transtorno, onde ele deixa de ter um comportamento voltado a brincadeiras, para um comportamento predatório destrutivo, podendo chegar à agressão física. Sendo necessário a intervenção, urgente, do responsável pelo animal. Buscando um adestramento adequado, e aconselhamento veterinário, que tentará buscar as causas de tal comportamento e irá medicá-lo, com terapia tradicional (ansiolíticos, por exemplo) ou complementar (homeopatia, acupuntura, florais).

Geralmente este comportamento é predominante nos machos, e algumas vezes é aconselho castrar, para que ele fique menos agressivo e mais fácil de conviver no meio em que vive.

É sempre bom lembrar que na rua, o animal deve estar com coleira e guia, para evitar acidentes, e ao levá-lo para caminhar, proporcionar um passeio calmo, não permitindo comportamentos inadequados que possam gerar perigo para outros ou para ele próprio.

É muito grande o índice de atropelamentos destes cães que perseguem veículos e isso não deve ser incentivado.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document