domingo, 16 de junho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / ‘Que país é esse? É a p*##@ do Brasil!’

‘Que país é esse? É a p*##@ do Brasil!’

Matéria publicada em 29 de julho de 2018, 07:58 horas

 


Letra de canção do Legião Urbana reflete até hoje a indignação que sentimos com a condição do país

Ontem e hoje: ‘Que país é esse?’ continua a ser uma pergunta com muitas respostas
Foto: Reprodução Internet

Quem tinha entre 12 e 30 anos de idade em 1987 com certeza teve a oportunidade de ouvir a canção “Que país é esse?”, de Renato Russo, cantada pela banda Legião Urbana, liderada pelo mesmo artista. A letra tinha como refrão a pergunta “que país é esse?”, e o público respondia, quase sempre: “é a p*##@ do Brasil!”.
Este artigo, no entanto, não é sobre a canção. É sobre o país. Se, há 40 anos, um compositor já dizia que há “sujeira pra todo lado”, quer dizer que a insatisfação com o país, como se vê, não é de hoje.

Não somos o único país com problemas

Existe, nessa constatação, um pouco do chamado “complexo de vira-latas”. O Brasil tem problemas sérios, ninguém pode negar, mas não está sozinho nessa.
Para não falar nos nossos vizinhos de América Latina, vamos lembrar que a Coreia do Sul, aquele tigre asiático que é um dos líderes da tecnologia no mundo, teve uma presidente afastada , presa e condenada a 24 anos de prisão por corrupção. Lembra algum lugar que você conheça?
Outro país “acima de qualquer suspeita” tem seu presidente sendo criticado até pelos próprios colegas de partido, acusado de ser subserviente ao líder do maior rival. É. É ele mesmo, Donald Trump, supostamente o homem mais poderoso do mundo.

Algumas coisas já mudaram

O Brasil de 2018 tem muita coisa melhor que o Brasil de 1987. Pra quem não viveu nessa época, basta contar que, depois de um breve recesso por causa do Plano Cruzado, em 1986, a inflação já estava mostrando uma cara bem feia, quando o aumento de preços que hoje temos em um ano poderia ocorrer em uma semana.
Só em 1994, o Plano Real conseguiu colocar esse monstro sob controle.
Em 1988, Brasil ganhou uma nova constituição, criada por uma Constituinte eleita pelo voto popular. Claro que não é a constituição perfeita, claro que há pontos a serem melhorados, mas é algo que foi feito, sim, com a participação dos brasileiros.
O país avançou na economia e se modernizou: telefone celular era luxo de pouquíssimos até meados dos anos 90; viajar de avião era coisa para uns poucos privilegiados. Internet? Só a partir de 1994.

E vamos falar de corrupção

A Lava-Jato é o maior escândalo de corrupção da história do Brasil, mas está muito longe de ser o primeiro. Só pra limitar um pouco, vamos ficar nos principais casos que chegaram à figura do Presidente da República.
Teve, em 1954, um escândalo que envolveu uma tentativa de assassinato de um político de oposição. Custou o mandato e a vida e Getúlio Vargas.
Em 1989, o irmão de Fernando Collor de Mello, em uma entrevista à revista Veja, detonou o escândalo que só não terminou com o ex-presidente sofrendo impeachment porque ele renunciou durante a votação na Câmara, que mesmo assim foi levada até o fim.
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso governou de 1995 a 2002, e teve o impeachment pedido mais de uma vez. Mas ele tinha uma boa base no Congresso Nacional e nunca houve uma votação como a que despejou Dilma Rousseff do Planalto.
No governo do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, houve o famoso caso do Mensalão, que não chegou a derrubar o presidente, mas nos deu sessões do STF sendo transmitidas ao vivo.
Então, muito provavelmente, não importa quem assuma o Planalto no ano que vem, haverá outros escândalos. Isso não vai acontecer porque “este país não tem jeito”, mas porque a corrupção é muito parecida com a violência: é muito ruim, precisa ser exterminada, a grande maioria sempre vai se unir contra isso, mas sempre vai haver pelo menos um pouco.

E nós com isso?

A conclusão é que ainda não temos um Brasil perfeito, mas não queremos outro país: queremos outro Brasil. O Brasil melhor do colunista pode não ser igual ao Brasil melhor do leitor, mas todos nós podemos melhorar o país em que vivemos, e não é só votando certo, embora votar certo seja importantíssimo.
Ajudamos a melhorar o país quando trabalhamos honestamente, quando cumprimos as leis, quando respeitamos o meio ambiente, quando somos pessoas melhores, enfim. Afinal, o Brasil é a soma de todos os brasileiros.

Detalhe

“Que país é esse?” foi gravada em 1987, mas Renato Russo a tinha escrito em 1978, durante a ditadura militar. Prudentemente, ele não a mostrou para a censura imposta pelos governantes do período.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar

    A corrupção no Brasil é igual um câncer maligno que não tem cura, um país governado totalmente por políticos demoniacos.

  2. Avatar

    Alguém avisa o Renato que o Brasil de 2018 está muito, mas MUITO pior. Digam que a merda explodiu quando um cachaceiro virou presidente e que talvez seja o mesmo que ele via apanhar dos militares no tempo da “ditadura”! Ahh, diga também que a Venezuela alcançou seu objetivo socialista mas o povo passa fome e morre nas mãos de um ‘cumpanhero’.

  3. Avatar
    CEM Reais para votar, SEM candidato sério depois

    Não podemos nos iludir. O Brasil enquanto REPÚBLICA não deu certo desde 15 de novembro de 1889, então não via dar agora com as eleições. Eu só vejo uma solução: MONARQUIA constitucional. É essa FORMA DE GOVERNO capaz de dar senso de progresso aos brasileiros porque não depende dos votos de analfabetos políticos e analfabetos funcionais a cada dois anos.

    Coreia do Sul é uma república bem parecida com a dos EUA e um país pequeno com uma população do tamanho de SP. O Brasil um país continental com população quase 10 vezes maior, multirracial e multicultural. Aqui não é fácil dar direção e senso comum para o futuro.

    ——————————————————–

    Estou vendo nas redes sociais a galera analfabeta política elogiando certos candidatos para os zumbis e amebas seguirem. Um dos candidatos ou candidata é do partido que esteve o tempo todo ao lado do Temer.

    Caso esse candidato seja eleito é o mesmo que dizer AMÉM PARA O TEMER novamente voltar. O partido parceiro do Temer eleito vai garantir uma vaguinha para ele não perder o foro privilegiado e escapar da justiça.

    Depois os mesmos eleitores virão aqui reclamar o por quê que o Temer não vai preso.

    Precisamos urgente aprender a votar.

    Não se vota em candidato antes de escolher o partido. Seja inteligente!

  4. Avatar

    Que país é esse?!
    Ora quando teve o caso do Mensalão em 2005 nós PODEMOS VER que país é esse, pois a principal oposição ao governo Lula liderada por FHC deixou que ele continuasse no poder, pensando que ele ia “sangrar até morrer”, contudo esqueceram daquele pensamento de Nietzsche que diz “O que não provoca a minha morte faz com que eu fique mais forte”….
    Ou seja, eles deixaram a jararaca sobreviver, e a cobra ficou mais forte, pois se reelegeu e ainda conseguiu eleger sua anta de estimação Dilma Roussef, isso foi muito nocivo para o país, pois o Mensalão cresceu e dos milhões que antes eram roubados pelo PT e seus partidos camaradas passaram para bilhões no Petrolão!
    Ou seja, tanto o PT quanto o PSDB deixaram o Brasil chegar na sua Maior Crise Econômica, contudo agora qualquer que seja o próximo presidente não vai ter a capacidade de fazer bobagens como fizeram Lula e Dilma, pois não há mais dinheiro e as Instituições de Controle estão mais atentas, depois do que foi a “contabilidade criativa” da Dilma, as pedaladas, que fez com que as Instituições de Controle se fortalecessem e aprimorassem seus mecanismo de vigilancia!

    Hoje, estamos falando de uma sociedade mais exigente, principalmente os jovens… É uma sociedade que está cansada, 69% das pessoas nas pesquisas não se decidem se vão votar ou não, estão cansados, indignadas, ou seja, os limites do próximo presidente estão tanto na falta de dinheiro quanto nos próprios anseios da população, quer dizer o próximo presidente que não entender isso… NÃO VAI TERMINAR O MANDATO!
    Finalmente o brasileiro começou a entender que a democracia é dar mais espaço para a sociedade, é respeitar o erário público… Contudo o povo só começou a entender isso, depois que foi sangrado até a morte com a Maior Crise Econômica que o Brasil já teve, segundo os dados do IBGE!!! Ou seja, Lula e seus companheiros conseguiram destruir o país, mas com efeito colateral trouxe a Maior Indignação da População contra seus políticos, e isso foi bom, pois agora as pessoas estão mais conscientes na hora de votar, sabem da importância de escolher bem seus candidatos!
    O que dizer do candidato Lula que criou o Maior Esquema de Corrupção do Mundo Ocidental?!
    Como diria o candidato Ciro Gomes: “O Lula é um Merda!”.

Untitled Document