ÔĽŅ Uma homenagem em forma de estreia - Di√°rio do Vale
terça-feira, 14 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Colunas / Uma homenagem em forma de estreia

Uma homenagem em forma de estreia

Matéria publicada em 4 de julho de 2018, 08:52 horas

 


Nova montagem de ‚ÄúO Auto do Trabalhador‚ÄĚ contar√° com mais de 50 atores em cena – Foto: Rafael Sim√Ķes

Nessa próxima sexta-feira (06), às 20h, a oficina de teatro #primeiroato, coordenada pelo ator Maykon Renan, fará a estreia do seu espetáculo de encerramento no palco do Centro Cultural Theóphilo Massad РCCTM.
Para essa estreia, o professor Maykon resolveu homenagear um dos mais importantes grupos de teatro de Angra dos Reis – o Grupo Cutucurim – e remonta uma das pe√ßas de maior sucesso desse coletivo ‚ÄúO Auto do Trabalhador‚ÄĚ.
Com esse espet√°culo o Cutucurim viajou para mais de cinco estados brasileiros, fez uma temporada em Santiago, no Chile, al√©m de conquistar mais de 50 pr√™mios e 60 indica√ß√Ķes por v√°rios festivais de teatro.
Nessa nova montagem o diretor levará para a cena mais de 50 atores que irão contar a história de José e Maria, um casal de nordestinos que tem sua vida de sofrimento modificada quando um anjo carteiro visita Maria e anuncia que ela que terá um filho. Após a revelação, cumprindo a profecia, Maria junto de José segue para o Rio de Janeiro para encontrar seus primos Isabel e Zacarias, que moram em uma comunidade.
A caminho da casa dos primos s√£o revistados por policiais e bandidos que d√£o aos dois a permiss√£o de subirem a comunidade. Instalados no Rio procuram emprego e n√£o encontram e numa dessas andan√ßas, Maria acaba tendo o filho numa fila do INSS. O auto do trabalhador mistura s√≠mbolos folcl√≥ricos do nosso Pa√≠s com fatos e situa√ß√Ķes atuais em nossa sociedade.
O texto foi adaptado pelo diretor da montagem com o Cutucurim, Mário dos Anjos, que se baseou no roteiro de João Siqueira, importante teatrólogo brasileiro. A direção vocal é de Fabrício Ozório, que conta com a pesquisa sonora elaborada por Mário desde a primeira montagem.
A peça fica em cartaz nos dias de sexta-feira (06) à domingo (08), no Teatro Municipal de Angra dos Reis, localizado no prédio do CCTM, sexta e sábado às 20h e domingo às 19h. Os ingressos poderão ser adquiridos uma hora antes da peça, pelo valor de R$ 5,00 (antecipado) e R$ 10,00 (na hora).

Ateneu ComVIDA

Na √ļltima ter√ßa-feira, dia 26 de Junho, na Casa de Cultura Larangeiras, centro de Angra dos Reis, aconteceu mais uma edi√ß√£o do ‚ÄúAteneu ComVIDA‚ÄĚ, projeto de encontro com profissionais angrenses promovido pela Academia de Letras e Artes Ateneu.
Nesse encontro fui convidado para expor minha pesquisa sobre o Teatro Amador do interior do Rio de Janeiro, focando especificamente no teatro da década de 1930 a 1965 promovido em Angra dos Reis.
A pesquisa apresentada em formato de bate-papo/palestra conta sobre figuras importantes do teatro na cidade, atrav√©s de registros de jornais e principalmente de depoimentos orais que foram coletados atrav√©s de entrevista com antigos integrantes do Gr√™mio Dram√°tico e Beneficente Quaresma J√ļnior, importante n√ļcleo que revelou muitos artistas para o Brasil. Uma das figuras mais importantes desse Gr√™mio foi o ator e diretor The√≥philo Massad, que hoje √© homenageado e o √ļnico edif√≠cio teatral da cidade recebe seu nome.
A palestra recebeu a presen√ßa de v√°rios acad√™micos do Ateneu, de atores, professores e p√ļblico espont√Ęneo, e a ilustre participa√ß√£o da filha de Theophilo Massad, Catharina Massad, que ao longo do bate-papo compartilhou diversas lembran√ßas de uma Angra que ficou no passado, emocionando a todos os presentes.
A professora e acad√™mica do Ateneu Em√≠lia Barra Ferreira, compartilhou suas impress√Ķes sobre a palestra.
– Jo√£o foi muito feliz na escolha de seu tema de disserta√ß√£o. E n√≥s, angrenses, ganhamos muito com isso. Ele conseguiu construir um acervo, que n√£o existia, da hist√≥ria de nosso teatro angrense dos anos 30. Baseado, principalmente em relatos orais, temos agora uma base de dados a respeito desse assunto t√£o valoroso para n√≥s em todos os termos, especificamente em termos culturais ‚Äď destacou Em√≠lia.

Que o projeto Ateneu comVida possibilite novos encontros e trocas. Vida longa a essa Academia que resiste sem apoio dos órgãos competentes.

Untitled Document