segunda-feira, 24 de janeiro de 2022 - 20:41 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Angra dos Reis registra o maior índice de homicídios da região

Angra dos Reis registra o maior índice de homicídios da região

Matéria publicada em 21 de janeiro de 2017, 20:00 horas

 


Cidade da Costa Verde tem números piores que os registrados para o Estado do Rio como um todo

Sul Fluminense – De acordo com os dados do Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio (ISP-RJ), o município com o mais alto índice de homicídios no Sul Fluminense é Angra dos Reis. A cidade da Costa Verde tem 41,25 assassinatos para cada cem mil habitantes, bem mais do que o calculado para todo o Estado do Rio, que é de 27,48. O levantamento se limita aos crimes dolosos, em que há intenção de matar. Mortes acidentais, como as registradas em acidentes de trânsito, são homicídios culposos, e ficam fora desta estatística.

A cidade que vem a seguir no índice de assassinatos por cem mil habitantes é Resende, com 23,79, seguida por Volta Redonda (22), Barra do Piraí (18,53), Barra Mansa (17,21), Três Rios (16,41) e Valença (10,81).

Os números dos municípios com menos de 50 mil habitantes não foram computados porque, em cidades com população pequena, o peso de uma única ocorrência – por exemplo, um assassinato múltiplo – pode distorcer o índice.

O levantamento feito pelo DIÁRIO DO VALE levou em conta o número de assassinatos registrados pelo ISP-RJ nos onze primeiros meses de 2016, comparados com a população estimada pelo IBGE para 2016. A divulgação dos dados do último mês do ano passado deverá causar algumas variações no índice, sempre para mais.

Números absolutos

Considerando o número absoluto de ocorrências, a cidade onde houve o maior número de assassinatos entre 2013 e 2016 foi Angra dos Reis, com 307. Seguem-se Volta Redonda (213), Barra Mansa (140), Resende (130), Barra do Piraí (61), Três Rios (42) e Valença (25).

Como o índice de homicídios considera a população, Resende, com número absoluto de homicídios menor que Volta Redonda, tem um índice mais alto porque a quantidade de crimes dividida pelo número de habitantes dá um resultado maior do que o indicado na cidade mais populosa da região.

A mesma coisa ocorreu com Barra do Piraí, que tem um número absoluto de homicídios menor do que o registrado em Barra Mansa, mas conta com uma população menor.

Evolução

A forma como a quantidade de homicídios variou de ano para ano no período considerado no levantamento apresenta diferenças significativas de município para município.

Em Angra dos Reis, o ano com maior número de assassinatos foi 2015, com 95. A menor quantidade de assassinatos na cidade da Costa Verde foi em 2013 (61).

Em Volta Redonda, 2015 foi o ano com menor número de homicídios (36), enquanto o que apresentou  maior ocorrência foi 2013 (63). Esse número pode aumentar, porque ainda não constam nos dados do ISP os registros de novembro.

Resende teve o maior número de registros em 2013 (45), e o menor, em 2014 (26).

Em Barra Mansa, o ano com mais crimes foi 2014 (41), e o que registrou menos assassinatos foi o período de janeiro a novembro de 2016 (31). Se o ISP apontar mais de três registros em dezembro de 2016, o ano perderá esse posto para 2015 (33).

Em Barra do Piraí, o pior ano foi 2014 (20 assassinatos), mas se dezembro de 2016 registrar três crimes desse tipo na cidade, vai se tornar o de maior número de ocorrências. Até novembro, eram 18. 2013, com 9 registros, foi o ano mais tranquilo da série.

Em Três Rios e Valença, 2016, mesmo com apenas onze meses de registro, já computa a maior quantidade de crimes – respectivamente 13 e 8. Em Valença, o ano com menos homicídios, (5) foi 2013, enquanto em Três Rios 2014 teve a menor quantidade de assassinatos (7).

Quadro


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

13 comentários

  1. o problema todo é a corrupçao generalizada das policias de angra dos reis . a pm apreende drogas e armas de certa favela e revende pra outras . quando pega um traficante peixe grande cobra 100 mil pra soltar . quando é vapor ,olheiro em torno de 5 mil reais pa soltar . e a pm nao respeita ninguem em angra parecem uns animais ignorantes e brutos e mal educados . a pm deveria ser substituida pelo exercito que seria melhor .os verdadeiros donos das bocas de fumo sao os pm que eles andam de carrao, e tem mansoes na praia pode ver todo pm de angra tem carrao e mansao , eles poe ate em nome de laranjas pa lava a grana suja .

    • Peço ao Sr. c lopes que se dirija a 5ª Delegacia de Policia judiciaria Militar em Barra do Pirai e faça sua denúncia. Com certeza tais fatos serão apurados rigorosamente. Ficar denunciando somente pelo jornal ai não é justo com os cidadãos de bem.

  2. a realidade é que a policia de angra dos reis é culpada posso conseguir 50 testemunhas que a pm pega arrego nas bocas de fumo se for preciso . issso precisa acabar enquanto a pm ficar prendendo armas e drogas em determinadas favelas ela revende essa droga para outras favelas. prende de um e vende pra outro . os policiais de angra tem contato direto com traficantes inclusive patroes do trafico os dono das favelas . quando a favela vende pouco ae para o arrego as policia fica sufocando o morro, mas é só charminho ate acertar o arrego . é uma falta de vergonha na cara desses militares de angra dos reis envergonham a farda que usam . e a policia federal ta dormindo vendo o crime se alastrar e nao faz nada !!!!!!! moro em favela e posso afirmar o que escrevo aki .

    • Então prove que é um cidadão comprometiod e junto com suas 50 testemunhas procure a corregedoria da PMERJ e faça sua denúncia

  3. O DV não levou em conta o crescente número de migração de marginais do Rio de janeiro para Angra. Nem se colocar todo o efetivo das policias civil e militar consegue controlar. Porque os bandidos se embrenham na mata, com a ajuda forçada de moradores locais para se deslocarem. E só quem conhece bem Angra sabe que existem inimagináveis rotas de fugas naquele lugar. O Cel Luis da PM tem feito junto com seu efetivo, diga-se de passagem em número insuficiente, com viaturas sucateadas, um verdadeiro milagre na segurança pública de Angra. Um exemplo é a Ilha Grande, onde o efetivo da PM (que também é em número ridículo) não conta com nenhuma embarcação para apoio às outras praias. Então, em números relativos, Angra está bem pior que o Rio de Janeiro. É simplesmente o retrato de uma tragédia anunciada. É o legado que este governo falido do nosso estado deixou para a população.

  4. Angra dos Reis não é surpresa. Acho que disputa com Macaé e Campos o posto de município mais violento do interior… Barra do Piraí eu já dizia que está muito violenta, inclusive com mortes por acidentes de trânsito na zona urbana, mas para o DV a cidade deve ficar no Japão, preferindo dar notícias de Paraíba do Sul e Três Rios, lugares distantes e onde ninguém lê este jornal…

    Pra quem se gaba de Barra Mansa ser um lugar tranquilo, nem nisso essa cidade presta. Seu índice é muito próximo das demais cidades da região, acima de várias outras, fora que tem boca de fumo em pleno centro, além de bairros macabros como Coringa, Getúlio Vargas, Vista Alegre e Piteiras. Evitem o máximo possível ir nesse lugar…

  5. Novidade?

  6. Eu to falando há muito tempo, Angra e Paraty é terra de ninguém, pessoas de bem, fujam enquanto é tempo, só tem bandidos nessas MERDAS de cidades!! Até Polícia tem medo de trabalhar aí!!

  7. agafjgjjkWantuil fortes Silvério

    Dr. Furtado seria o delegado ideal para assumir à DP de Angra . Pela sua competência na gestão de segurança .

  8. VR 22 X BM 17. Chupa, barramansuíno!

Untitled Document