terça-feira, 19 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Cidade / Bispo celebra missas diariamente na Cúria e com transmissão pela rádio

Bispo celebra missas diariamente na Cúria e com transmissão pela rádio

Matéria publicada em 13 de outubro de 2019, 09:30 horas

 


Proposta caiu no gosto popular, beneficiando católicos que não conseguem ir à Igreja no fim de semana

Missas e celebrações acontecem diariamente por volta do meio-dia
(Foto: Júlio Amaral)

Volta Redonda– Na última quarta feira, dia 9, completou um mês que o bispo dom Luiz Henrique celebrou a primeira missa na Cúria Diocesana. Desde então, celebrações eucarísticas tem ocorrido diariamente de segunda a sexta feira, ao meio-dia, no auditório da Cúria, na Vila Santa Cecília, logo após a oração do Angelus, que é transmitida na Rádio Sintonia do Vale (98.9 FM).

A liturgia, que é aberta para todos, tem atraído diariamente um grande número de fiéis. Segundo o bispo, o objetivo é facilitar o acesso por parte das pessoas que trabalham perto da Cúria, na Vila Santa Cecília, ou que preferem ir à missa num dia de semana. De acordo com Luiz Henrique, desde que chegou à diocese – em maio deste ano – vinha recebendo pedidos de diversos fiéis para que houvesse missa na Cúria Diocesana. Depois de comunicar aos padres a vontade de iniciar a Santa Missa no local e ter total apoio, restou colocar a mão na massa.
– Estudei a viabilidade de atender ao pedido junto aos colaboradores da Cúria e com a equipe de liturgia. Vimos que era possível. Eu mesmo me comprometi a presidir a eucaristia, que é realizada de segunda a sexta-feira e é transmitida pela nossa rádio diocesana, Sintonia do Vale (98,9 FM). Assim, além de atender quem está na Vila Santa Cecília, a transmissão da missa pela rádio permite estender a quem não pode participar dela presencialmente – disse.

A proposta deu tão certo, que mesmo quando a agenda fica “apertada” as missas não são interrompidas. Neste caso, o bispo afirmou que conta com a colaboração de outros sacerdotes para tocar a missa, que ocorre entre meio dia e ás 13 horas. Na opinião do bispo, participar da Santa Missa diariamente deve ser encarado como uma graça para qualquer católico. Ele sabe, no entanto, que não é possível oferecer essa oportunidade a todas as comunidades. A partir daí surgiu a ideia de colocar a missa também na rádio.
– Desta forma, fortalecemos a nossa fé, nos alimentamos do Pão Vivo, o próprio Jesus, e nos abastecemos para retornar à rotina de trabalho e também para nossas casas e para as famílias. Sempre acreditei que a Missa na Cúria teria boa adesão porque recebi muitos pedidos, mas me surpreendi com a constante participação das pessoas. Não há um só dia que o espaço esteja vazio. É uma felicidade saber que a comunidade católica está em sintonia conosco e com a fé em Jesus Cristo e na Santa Igreja – afirma satisfeito o bispo.

De acordo com a secretária da Cúria, Tânia Cristina Pereira de Moraes, a ideia de realizar missas diárias na Cúria tem favorecido muita gente . “Para nós, funcionários, foi uma excelente ideia do bispo. Antes, eu não tinha oportunidade de ir todos os dias e agora estou tendo e estou gostando muito”, elogiou.
Quem também está comemorando a realização de missas na Cúria é o motorista de aplicativo Matheus do Carmo, morador do Bairro Belo Horizonte e que faz o possível de não faltar a nenhuma missa. “Procuro participar e todas as missas. Desde que iniciaram, só faltei cinco vezes. Sempre que estou na Vila neste horário eu procuro ir à missa na Cúria. Frequento a comunidade Jesus de Nazaré, no bairro Belo Horizonte, mas só vou aos domingos – destaca.
O recepcionista Alex Emídio Soares, de 25 anos e que trabalha no Centro Cultural CSN, afirma que participa de todas as missas na Cúria, desde a primeira edição no dia nove de setembro.
– Achei uma ótima ideia e para mim está sendo excelente, pois posso vir nos horários do almoço e aproveito o tempo para me dedicar à oração. Sou da comunidade Santa Tereza no Rústico aonde sempre vou aos domingos. Eu já participava de missas outros dias da semana, mas em comunidades diferentes, agora ficou bem melhor na cúria, pois o local é perto do meu trabalho – ressalta.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Muito bom. Infelizmente a Catedral que seria construída na Vila Santa Cecília no terreno doado pela CSN ESTATAL ficou só no papo.O local transformou-se em um ESTACIONAMENTO que rende uma grana.

Untitled Document