quinta-feira, 20 de janeiro de 2022 - 03:03 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Com Felipe Melo, Palmeiras derrota Flamengo e é tri da Libertadores

Com Felipe Melo, Palmeiras derrota Flamengo e é tri da Libertadores

Matéria publicada em 27 de novembro de 2021, 19:57 horas

 


Foto: Cesar Greco – Palmeiras
Jogadores do alviverde comemporam título da Libertadores

Montevidéu –    Com  o voltarredondense Felipe Melo na equipe, nos momentos decisivos, o Palmeiras se tornou tricampeão da Copa Libertadores da América. O Alviverde fez 2 a 1 no Flamengo no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, na tarde deste sábado (27). O primeiro gol palmeirense foi marcado pelo meia Raphael Veiga aos quatro minutos da etapa inicial. Após belo lançamento do zagueiro Gustavo Gómez pela direita para Mayke, o lateral cruzou com perfeição para trás e o artilheiro chegou sozinho para concluir forte e rasteiro para o fundo das redes. Na sequência do primeiro tempo, o jogo foi de muito equilíbrio e forte marcação. O time do Rio de Janeiro ficou mais com a bola (66% contra 34%), mas quem mais finalizou no gol foi a equipe paulista (3 a 1).

Na etapa final, depois do Rubro-Negro já ter feito duas mudanças (a saída do Filipe Luís para a entrada de Renê e a troca de Everton Ribeiro por Michael), veio o empate. Aos 26 minutos, Arrascaeta deu um bom passe para Gabriel Barbosa. O atacante invadiu a área nas costas do lateral Mayke e bateu de esquerda. O goleiro Weverton acabou fechando mal o canto direito e não conseguiu evitar que a bola estufasse as redes. Foi assim que acabou o tempo regulamentar. Depois, na prorrogação, o técnico português Abel Ferreira tirou Raphael Veiga e colocou Deyverson. E, logo aos quatro minutos do primeiro tempo, a mudança deu resultado em um vacilo incrível da zaga flamenguista. David Luiz tocou para Andreas Pereira, que perdeu a bola para Deyverson. O atacante palmeirense entrou livre na cara do Diego Alves e bateu firme rasteiro. A bola ainda desviou no goleiro, mas foi para o fundo das redes.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Eu também estive na Torre de Pitza.

    Esse boçal , jogador hipócrita e covarde, só entrou no final do jogo para aparecer. é final de carreira.

  2. Cheirinho de título?
    Não,cheirinho de pobre brigando em bar pra não pagar a conta,bando de bestas.

Untitled Document