>
quarta-feira, 10 de agosto de 2022 - 06:20 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Deputado Deley diz que reajuste de verba de gabinete é ‘desnecessária’

Deputado Deley diz que reajuste de verba de gabinete é ‘desnecessária’

Matéria publicada em 26 de fevereiro de 2015, 19:33 horas

 


Luiz Sérgio descarta uso de passagens aéreas; Jordão defende aumento dado pelo seu companheiro de partido; Serfiotis não foi encontrado para falar sobre o assunto

Deley: ‘Tomar uma medidas dessas, é pedir para a Câmara ser duramente criticada’ (Foto: Paulo Dimas/Arquivo)

Deley: ‘Tomar uma medidas dessas, é pedir para a Câmara ser duramente criticada’ (Foto: Paulo Dimas/Arquivo)

Brasília  –

O deputado federal Deley de Oliveira (PTB) definiu como desnecessário o reajuste da verba de gabinete aprovada pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados anteontem. A medida aumenta o repasse da verba parlamentar, incluindo a de gabinete, de R$ 78 mil para cerca de R$ 98 mil mensais. Além do auxílio-moradia que sobe de R$ 3,8 mil para R$ 4,2 mil.
O chamado cotão (verba indenizadora), teve reajuste de 8%. Entretanto, o que causou mais polêmica foi o fato de que a Mesa Diretora também estabeleceu que as mulheres de deputados terão direito a usar passagens aéreas pagas pela Casa entre seus estados de origem e Brasília. Segundo o deputado, o país passa por uma financeira e política, e o momento não é o ideal para tomar esse tipo de medida.
– Em um momento desses tomar uma medidas dessas é pedir para a Câmara ser criticada. Acho desnecessário. Corrigir a questão inflacionária até que vai, mas a situação não me parece ideal – destacou Deley, falando ainda sobre a questão da passagem aéreas para as mulheres dos deputados. “Não vou usar esse tipo de coisa”.
Assim como Deley, o petista Luiz Sérgio (PT) afirmou que não irá usar as passagens disponibilizadas para as mulheres dos deputados.
– Eu não vou utilizar. Até porque quando eu vou para Brasília é para trabalhar, então não tem o porquê eu levar a minha esposa. Durante meus cinco mandatos, se ela veio três vezes para cá foi muito. E quando vamos viajar, eu pago a passagem dela – afirmou.
Para o deputado Fernando Jordão (PMDB), a medida do seu parceiro de partido, o presidente da Casa, Eduardo Cunha, foi uma demonstração de coragem e necessária. Para justificar o seu posicionamento, Jordão reforçou o discurso de Cunha, que afirmou que não está aumentando a verba, mas corrigindo os valores.
– O Cunha foi corajoso em tomar essa medida. Vai criar uma economia muito grande, apesar de fazer com que os deputados se sintam mais confortáveis. Esse reajuste se faz necessário. O ritmo aqui é outro, então não poderia continuar do jeito que estava. Antigamente, na quinta-feira não se via mais deputado aqui na Casa atualmente ela está aqui cheia. Então, o trabalho aumentou e isso só irá trazer benefícios maiores – destacou.
Segundo Eduardo Cunha, o impacto das novas medidas não deverá atingir 5% do orçamento total da Casa. O orçamento é de R$ 3,385 bilhões e as mudanças devem resultar em gasto de R$ 151 milhões. Cunha garantiu que as iniciativas não implicarão aumento de despesas, já que estão previstos cortes em contratos de serviços terceirizados e de informática.
O DIÁRIO DO VALE tentou entrar em contato com o deputado Alexandre Serfiotis (PSD), mas não obteve retorno.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. desnecessario mas ninguem vai rejeitar…

  2. DEPUTADO DELEI E PRESIDENTE DA ASSOCIAÇAO DOS APOSENTADOS E TRABALHADORES vamos tomar atitudes sobre acabar com o fator previdenciario que tira o direito dos trabalhadores de ter uma aposentadoria mais digna por direito daqueles que trabalharam a vida toda para poder ter uma vida um pouco melhor e brgar pelo direito de corrigir a defazagem nas aposentadorias que a cada ano perde com as correçoes abaixo da inflaçao vamos lutar por aquilo que o SRS PROMETERAM ANTES DAS ELEIÇOES.defendam as causas dos trabalhadores desse brasil e digam nao a mudança para aposentadorias aos 70 anos pois os bandidos do brasil que dizem que estao la para nos representar estao la para nos prejudicar a aposentadoria tem que voltar para os 60 anos e nao aumentar eles querem que nos morremos contibuindo e morremos antes de aposentar.FAÇAM JUS AS SUAS PROMESSAS,POVO BRASILEIRO NAO VAMOS DEIXAR QUE OS MAUS POLITICOS NOS MASSACREM E TIREM OS NOSSOS DIREITOS QUEM NAO NOS REPRESENTAR COM DIGNIDADE E HONESTIDADE TEMOS QUE TIRA-LOS DE LA,POIS TEMOS ESSA FORÇA ATRAVEZ DO VOTO E DO IMPITIMAM.

  3. um lembrete ao deputado delei que sempre diz brigar pelos direitos dos trabalhadores e aposentados e tem como metas junto com o presidente do sindicato dos aposentados lutar pelos direitos daqueles que mais precisam o sr deputado nao esta vendo que o fator previdenciario que nunca devia ter sido criado pois ele so serve para prejudicar quem trabalhou a vida toda para tentar ter uma aposentadoria melhor e o fator presvidenciario tira o esse direito do trabalhador isso sem contar com as aposentadorias que a cada ano perde com os reajustes abaixo da inflaçao uma pessoa que aposentou a dez anos atraz ja perdeu a metade do salario por conta do massacre covarde que o governo faz com os aposentados para que que serve a associaçao dos aposentados que se diz sindicato doas aposentados e que briga pelos direitos dos mesmos nao se esqueça das suas promessas antes das eleiçoes.nao seja um politico como alguns que precisam ser banidos da politica pois sao eleitos para repreesntar o povo mais na verdade so estao la para pensar em si proprio.

  4. Faça um documento oficial transferindo esse dinheiro para a APAE-VR, por exemplo.

Untitled Document