quarta-feira, 12 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Detran faz ações para conscientizar população nas férias

Detran faz ações para conscientizar população nas férias

Matéria publicada em 9 de dezembro de 2019, 17:56 horas

 


Campanha de conscientização para a segurança no trânsito é inciada pelo órgão no Estado do Rio
(Foto: Divulgação)

Rio de Janeiro- Os feriados de fim de ano e também as férias escolares são períodos em que algumas pessoas misturam direção e bebida ou direção e velocidade excessiva. Mas já está mais do que comprovado que essas combinações podem ser fatais. Pensando nisso, o Detran-RJ começou, na última semana, nova campanha de conscientização para a segurança no trânsito.

A campanha traz duas mensagens principais: dirigir de forma segura e com o carro em ordem. Para isso, o Detran adquiriu um etilômetro que captura qualquer nível de álcool apenas com a medição do ar do veículo, sem o motorista precisar soprar o equipamento.

– De janeiro até outubro deste ano, 24.573 pessoas já foram vítimas de acidentes, entre mortos e feridos. Já superamos o número de vítimas em todo 2019. E o período do fim do ano é quando mais acontecem acidentes com vítimas. A sociedade não pode achar isso normal. Tem que se conscientizar que há risco de morte sim – destacou o presidente do Detran-RJ Marcelo Bertolucci.

Desenvolvida pelo setor de Educação do departamento, a ação promoverá uma série de blitzen educativas. São as operações que não têm o objetivo de punir, mas sim de conversar com os condutores, entregar material educativo e também ensinar as crianças qual é o melhor comportamento no trânsito – e por sua vez, que elas sejam um forte aliado no convencimento dos pais e mães.

O número de feridos e mortos no trânsito nos primeiros dez meses de 2019 (24.573) já ultrapassou o total de 2018, quando 24.260 pessoas foram vitimadas. O número de acidentes se manteve persistente: 18.284 de janeiro a outubro de 2019 contra 18.011 nos dez primeiros meses de 2018. Os dados são da Coordenadoria de Estatística do Detran-RJ.

A capital fluminense continua como a maior vilã, registrando o maior número de vítimas de acidentes. De janeiro a outubro deste ano foram 10.340 acidentados. A região metropolitana é a segunda neste triste ranking, com 8.693 vítimas. A concentração de veículos nessas duas regiões e a proximidade de comunidades populosas com as estradas são as causas do elevado índice.

Importante ressaltar que o governador Wilson Witzel sancionou a lei 8.610, em 5 de novembro passado, que dá prioridade de tramitação aos processos de condutores flagrados por ingestão de álcool e outras substâncias que causem dependência. São processos que podem culminar na suspensão ou cassação da habilitação do condutor. E se durante o cumprimento da penalidade o condutor for flagrado novamente por esta infração, sofrerá rito sumaríssimo. Ou seja, terá a habilitação cassada.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document