;
quarta-feira, 25 de novembro de 2020 - 13:25 h

TEMPO REAL

 

Capa / Destaque / Em 2020, quase 1,5 mil partos foram realizados no Hospital São João Batista

Em 2020, quase 1,5 mil partos foram realizados no Hospital São João Batista

Matéria publicada em 28 de outubro de 2020, 19:08 horas

 


Unidade tem a única maternidade pública de Volta Redonda e é referência para partos de alto risco
(Foto: Arquivo)

Volta Redonda– O Hospital São João Batista (HSJB), principal unidade de urgência e emergência da Rede Municipal de Saúde de Volta Redonda, atingiu a marca de 1.436 partos realizados em 2020. A maternidade, única pública do município, conta com 15 leitos de alojamento conjunto, oito leitos de tratamento de gestante de alto risco e é referência para partos de alto risco, das pacientes que realizam pré-natal de alto risco (PNAR) na Policlínica da Mulher.

Além disso, a unidade possui UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal com dez leitos de internação. A gerente de Enfermagem do hospital, Cíntia Cristine da Silva, lembrou que o município de Volta Redonda, com o HSJB, também é referência para partos de gestação de alto risco e internações na UTI neonatal.

– A unidade assiste pacientes de Pinheiral e Pirai, pactuados pela Rede Cegonha – explicou.

Ela acrescentou que esta característica faz com que o número de partos por cesariana ultrapasse o de partos normais. Em 2020, até agora, foram 655 nascimentos por parto normal e 781 por cesariana.

– A maternidade do hospital segue uma agenda de cesarianas para pacientes acompanhadas pela Policlínica da Mulher, onde são feitos o PNAR – explicou, lembrando que as pacientes que realizam planejamento familiar e fazem a laqueadura na hora do parto também fazem partos por cesariana.

O fluxo de atendimento da gestante prevê atendimento por enfermeira obstetra na Classificação de Risco, onde é avaliada a necessidade de atendimento imediato. Em seguida, a gestante passa por avaliação do médico ginecologista obstetra de plantão que traçará a melhor conduta para o caso.

A maternidade do Hospital São João Batista ainda conta com equipe multidisciplinar para o atendimento das mães e acompanhantes. Psicólogo, assistente social, fisioterapeuta e fonoaudiólogo estão à disposição dos usuários.

Atendimento humanizado

A Maternidade dispõe de Sala de Espera, Sala de Acolhimento/Admissão, Sala de Medicação, Sala de Pré-Parto, Sala de Parto, Sala Cirúrgica para procedimentos obstétricos e ginecológicos, Enfermarias de Alojamento Conjunto e Enfermaria para Tratamento Obstétrico e Ginecológico. O período de funcionamento é 24 horas por dia, durante os sete dias da semana.

Um dos grandes diferenciais do atendimento do setor está no acolhimento e na garantia do bem-estar do binômio mãe-filho. Na Sala de Pré-parto e Parto, o trabalho de forma humanizada é realizado por equipe capacitada para desenvolver todas as técnicas não farmacológicas para alívio da dor durante o trabalho de parto. Além disso, a gestante pode contar com acompanhante durante todo o processo. Para a realização desta humanização, o hospital dispõe de bola de pilates, bolsa de água quente e bolinhas para massagem.

No alojamento conjunto, o acompanhante pode permanecer com a paciente e a equipe de enfermagem e do Banco de Leite Humano da instituição realizam assistência para mãe e filho, incentivando a amamentação. Esse local promove conforto e o maior contato possível entre a mãe e o bebê, num mesmo ambiente, reforçando os cuidados e a segurança com a saúde.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Avatar

    Não entendi essa matéria, deve ter sido escrita por quem não vivencia a realidade da maternidade do hospital. Os plantões ocorrem todos os dias com o mínimo necessário. Faltam insumos básicos, como luvas cirurgicas, fios de sutura, medicamentos usados para indução dos partos e anestésicos. Ver uma matéria leviana como essa, em pleno período eleitoral é uma vergonha!
    A maternidade do hospital é realmente um exemplo, mas pede socorro!

  2. Avatar

    Que Deus abençoe essas vidas

    Precisamos de boas pessoas, estamos vivendo um mundo e momento muito difíceis

  3. Avatar

    Só não concordei com a parte do “atendimento humanizado”. Só quem teve filho lá, sabe do que estou falando. Entra governo e sai governo, e o atendimento é o mesmo!

  4. Avatar

    Independente das administracões que passaram por Volta Redonda, o HSJB sempre prestou um ótimo atendimento à população, mesmo nos momentos mais críticos da sua existência. Parabéns às suas equipes, sempre eficientes nos seus afazeres médicos.

  5. Avatar

    1,5 mil, só HSJB?!?!
    E acho que ainda não é resultado da pandemia, do isolamento, do “fique em casa…”
    Galera animada! Com crise econômica, crise na saúde, desemprego na cidade, etc etc… E o futuro do Brasil continua a se fazer representar, venham com força e saúde criançada, vocês vão precisar.
    Que Deus os proteja!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document