Fla vence Boavista e assume a liderança

Por Diário do Vale

Rio

O Flamengo assumiu a liderança do Campeonato Carioca ao derrotar o Boavista por 2 a 0,em partida disputada na noite desta quinta-feira, no Maracanã. Marcelo Cirino e Everton, no segundo tempo, marcaram os gols que fizeram a equipe rubro-negra superar o Botafogo no saldo de gols. O time dirigido por Vanderlei Luxemburgo soma 13 pontos ganhos. Já o Boavista caiu para a última posição com apenas um ponto ganho.
Mais de 20 mil pessoas foram ao estádio para incentivar o Flamengo que precisava de um vitória com dois gols de diferença para ficar em primeiro lugar na classificação. E o resultado fez justiça ao desempenho da equipe da Gávea que manteve o controle da partida durante os 90 minutos,e não permitiu qualquer chance de reação ao time de Bacaxá. Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Madureira, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O Boavista terá pela frente o Macaé, no Moacyrzão.

O jogo

Como era de se esperar, o Flamengo começou a partida no ataque e logo aos dois minutos, Márcio Araújo caiu na área e pediu a marcação de pênalti,mas o árbitro mandou o jogo seguir.
O time rubro-netro continuou com o controle do jogo e, aos sete minutos, após cruzamento de Marcelo, Nixon completa, de bicicleta, mas a bola sai fraca e facilita a defesa de Marcelo Carné. O forte calor dificultava a ação das duas equipes e tornava a partida muito lenta. Mesmo assim, o time dirigido por Vanderlei Luxemburgo mostrava mais objetividade. Aos 13 minutos, Márcio Araújo fez boa jogada e lançou Everton que bateu forte. O goleiro Marcelo Carné defendeu em dois tempos.
O Boavista parecia acomodado com a situação em campo. Conseguia bloquear as investidas do adversário mas não mostrava qualquer ambição de chegar ao gol defendido por Paulo Victor. O Flamengo continuava melhor em campo e quase marca aos 25 minutos. O lateral-esquerdo Thallysson investiu pela esquerda e cruzou na cabeça de Everton que acabou mandando a bola para fora, desperdiçando uma boa oportunidade.
No lance seguinte, o time de Bacaxá criou sua primeira chance de gol. Fábio Azevedo arriscou, de fora da área, e quase surpreendeu Paulo Victor. A resposta do Flamengo foi imediata. Nixon foi lançado na corrida, chegou a passar pelo goleiro Marcelo Carné, mas Cristiano chegou na cobertura e evitou que sua equipe sofresse o primeiro gol.
Depois dos 30 minutos, o Boavista ganhou mais coragem para adiantar sua equipe e incomodar o adversário, enquanto o Flamengo tinha mais posse de bola, mas não encontrava os caminhos para chegar ao gol da equipe visitante. Aos 33 minutos, após cruzamento de Pará, Nixon, inteiramente livre na área, cabeceou para fora, desperdiçando outra boa chance de abrir o marcador. Logo depois foi a vez de Marcelo Cirino concluir mal depois de receber bom passe de Everton. O Flamengo aumentou a pressão e o goleiro Marcelo Carné quase complicou sua equipe ao deixar escapar um chute de Everton, mas conseguiu se recuperar. Logo depois foi a vez de Marcelo Cirino concluir com muito perigo.
O segundo tempo foi reiniciado com o mesmo panorama da etapa inicial. O Flamengo pressionando em busca do gol e o Boavista apenas de defendendo.
Aos 11 minutos, o time da Gávea marcou o primeiro gol. Nixon fez ótimo lançamento para Marcelo Cirino que ganhou dos zagueiros, na corrida, e tocou na saída de Marcelo Carné.  Mesmo em vantagem, o técnico Vanderlei Luxemburgo decidiu modificar a equipe. Entraram Gabriel e Eduardo da Silva nas vagas de Nixon e Arthur Maia. O Flamengo aumenta seu ritmo diante de um adversário sem qualquer poder reação e que se limita a tentar bloquear as manobras ofensivas da equipe rubro-negra.
Aos 20 minutos, Pará arrisca uma pedalada, ganha a jogada e bate forte para boa defesa de Marcelo Carné. Logo depois da parada técnica, Luxemburgo chamou Léo Moura para entrar no lugar de Thallysson. O veterano lateral-direito foi muito aplaudido pela torcida e recebeu a braçadeira de capitão das mãos do zagueiro Wallace. Com a entrada do antigo titular, Pará foi deslocado para o lado esquerdo.
Aos 27 minutos, Everton marcou o segundo gol do Flamengo ao aproveitar um passe perfeito de Marcelo Cirino para concluir sem qualquer chance de defesa para Marcelo Carné.
O técnico do Boavista ainda modificou a equipe para tentar torná-la mais ofensiva,mas o Flamengo continuou mandando no jogo. E ainda perdeu duas chances claras para ampliar o marcador,ambas com Marcelo Cirino,aos 32 e 39 minutos. E Marcelo Carné voltou a evitar o terceiro gol,aos 45 minutos,em nova conclusão de Cirino.

Advertisement

FLAMENGO 2 X 0 BOAVISTA

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Quinta-feira, 19/02/2015
Horário: 19h30min (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes:Dibert Moisés e Rodrigo Pereira Jóia
Público: 20.628 pagantes
Cartão Amarelo: Wallace(Fla); Bruno Costa, Cristiano, Thiaguinho(BV);
Gols:
FLAMENGO: Marcelo Cirino,aos 11 minutos e Everton,aos 27 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Paulo Victor; Pará, Wallace, Samir e Thallyson(Léo Moura); Márcio Araújo, Canteros e Arthur Maia(Eduardo da Silva); Nixon(Gabriel), Everton e Marcelo Cirino
Técnico:Vanderlei Luxemburgo
BOAVISTA: Marcelo Carné; Thiaguinho(Max Pardalzinho), Bruno Costa, Cristiano e Jeff Silva; Thiago Paiva, Fábio Azevedo(Thiago Barreiros), Jefferson Gomes e Francismar(Jeffinho), Anselmo e Erick Flores
Técnico: Antônio Carlos Roy

Advertisement

VOCÊ PODE GOSTAR

1 Comentário

ronildo pinto 20 de fevereiro de 2015, 11:07h - 11:07

Vanderlei e burro Arthu maia , nixon e banco , Gabriel e alecgol luxenburro.

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996